* Pensando o Dia das Mães...

Dia das Mães se aproximando...
Começam nas famílias os preparativos e as perguntas:Como será esse ano? Onde será e como vamos fazer?

Quem vai fazer o quê e assim por diante...

Que bom poder ter essas expectativas em fazer algo para nossas mães, tratá-las bem, dar mais carinho nesse dia, não deixá-las sozinhas...

É algo que parece tão normal pra todos nós ter uma mãe por perto, e nas correrias de nossos dias, vamos tratando como se elas fossem estar por aqui para sempre, eternamente e que por isso, há muito tempo para estar com elas...

Porém, quando a idade das mães vai avançando, nos damos conta que a cada Dia das Mães temos que agradecer por estar novamente em meio aos questionamentos para esse encontro e dia, com todas as suas programações...

Isso é muito bom e espero poder continuar por muitos e muitos anos com esse tipo de "preocupação"...

Que todos os filhos lembrem que embora haja tantos e tantos dias pra estar juntos, há também tantos e tantos dias pra fazer outras coisas e que, certamente as mães ficarão esperando a sua presença, que dará um brilho a mais ao seu dia.

Ainda que saibam que todo dia é dia das mães, quando os filhos vão cada vez mais se ausentando das festas e comemorações de família, como Natal, Páscoa, Dia das mães e tantas outras, as coisas começam a ser sentidas...

Elas percebem tuuuuudo!

Pensemos nisso todos nós, colocando-nos na posição de ambos,como filhos e como mães e uma bela reflexão pode surgir...

Nossa passagem por aqui é tão efêmera, o tempo passa tão rápido e o mundo dá as suas voltas ...

Porém uma coisa não fica nunca antiquado, com todas as modernidades que vivemos à nossa volta: é o carinho, o abraço e beijo , que um telefonema, um email, um presente dado não compensam...(Chica)