♥ Um quadro... ♥


Cida todos os dias ao ir para a escola  passava por uma floricultura e se encantava.
As cores dali chamavam a sua atenção.  
Entrava rapidinho, olhava, as cheirava...

A cena era repetida quase todos os dias ...
E o pai,enquanto ela assim fazia, certo dia, 
registrou o belo momento.

Moravam sozinhos ela com seu papai.
a mãe os havia abandonado.


Saia dali e com o pai, pelo caminho, conversava alegremente...

_Papai , sabes de uma coisa?  Eu olho para esse regador cinza  e penso:
Eu sou ele e tu papai és como as flores.

_ Mas as flores deveriam ser tu, filhinha, diz o pai.
Ela retruca:
_ Não, papai! És  tu o que dá vida e colorido  para meus dias!

Ele orgulhoso, alegre, parecia de felicidade inflar...

O tempo passa, os anos voaram...
A grande amizade, companheirismo,  entre os dois continuava.
Hoje não vão mais juntos à escola.
Cida tem um namorado...

Hoje já não vão mais juntos passear:
Ela vai e sai com o namorado...

Ele compreensivo, tudo aceita...
Mas por dentro, parece que o peito, de saudades, arrebenta.

Passa o tempo,o casamento ela anuncia...
Preparativos, correrias, tudo arranjado.

Chega o dia...
Antes de para igreja a levar, a chama e pede um só minutinho...
Aparece com um pacote embrulhado.

Ao abrir, lágrimas deixam seu rosto manchado...
Ali  está uma linda recordação.
A velha foto, já envelhecida, num quadro emoldurada

E um bilhete acompanhava:

Filhinha querida!  
Agora eu  sou o velho  e cinza regador.
Uma coisa quero te pedir:

-Tu és a flor que me enfeita. 
Sei que terás tua casa, tua família e marido.
Mas não esqueces: 
Teu sorriso ,tua verdadeira felicidade serão as flores que me completarão.  

Mesmo que longe possamos ficar, sempre teu perfume saberei captar!
  O perfume virá de te ver feliz, 
Isso é o que toda vida eu quis.  
Com lágrimas nos olhos, abraçam-se, beijam-se e ela diz: .

- Esse quadro,papai, será meu companheiro de vida...
Terá um lugar bem especial na minha casa...

Gira-se emocionada...
Apressa-se em terminar de se vestir. 
Chegam à igreja e enquanto ele a conduz ao altar, 
uma piscadela de  cumplicidade,  os dois se deram.  

Ao entregá-la ao marido, o pai apenas recomenda...
-Faz minha filha perfumar, exalar felicidade...

Lá do altar, enquanto a cerimônia acontecia,
o pai a olha, reza, reza e reza...
E dali, sentia o perfume das flores da felicidade que ela sentia!

chica