♥ Mudanças... ♥



Um carro para diante da casa nº 7, da Rua  das Ilusões e dele, descem dois homens acompanhados de uma mulher.

Abrem o portão e chegam perto da porta.
Tocam a campaínha. Esperam..
Tocam novamente...

_Quem é?

Ouve-se a voz fraca, trêmula...

_Somos, Lia e Beto, vovó!

Abre-se a porta e  Vovó Luiza, arrastando seus chnelos, surradinhos e cinzas, manda-os entrar, não antes de lhes abraçar.

O neto Beto  , como sua esposa Lia, mantém-se frio, gelado no relacionamento com ela.

_ Vovó, vamos direto ao assunto, pois não temos tempo.Tempo é dinheiro para nós.

_Esse é o Dr., Roberto! Ele é o tabelião. Viemos aqui para que assines  uns papéis. Só isso!

_Espera, filho! Sabes bem como a vovó é!
Quando temos visitas, vou preparar primeiro um cafezinho...

_ Nada disso, vovó! Até que chegues à cozinha com teus passos lentos,teremos perdido muito tempo.

O Dr.Roberto abre a pasta, entrega as folhas  para que ela assine.

Ela o faz, lenta e demoradamente e entre cada uma das palavras que compõe o nome, ainda  tenta  puxar assunto.

_Vamos logo, vovó! Anda logo com isso!

Tão logo ela termina,vão embora!

Após algum tempo, retornam lá e a colocam no carro, com umas sacolas de roupas.
A carregam dizendo que ela vai morar num outro lugar, cheio de pessoas como ela pra conversar, que será bem tratada,e tal e coisa.

A levam para uma casa de repouso ,uma espécie de depósito de velhinhos. Suja, sem condições de higiene, bem diferente das promessas feitas ao seu vô, à quem disse que cuidaria bem dela.

Deixa-a num quarto ,jundo com outras seis pessoas,mal cheiroso, fétido.

Vira as costas e sai.

Dias depois, iniciam as obras de demolição, escavações para uma grande obra, na qual ele era o engenheiro responsável e dono do empreendimento para classe AA...

A obra cresce a olhos vistos. Não faltavam verbas. As unidades foram vendidas quase que totalmente apenas no lançamento do empreendimento..

"Condomínio dos Sonhos"
Rua das Ilusões,nº 7


Seriam apartamentos luxuosos agora naquele endereço.

Porém, certamente, nunca mais Álvaro por ali, veria as flores, o capricho, a alegria daquela casinha simples, cheia de amor e carinho . Nunca mais aquele nº 7, teria a boa energia de outrora.

Havia sido construído tendo como pilares a ganância, desrespeito, ingratidão!

Vovó Luíza, não resistira por lá na clínica, mas Álvaro e Lia, nem tomaram conhecimento.

Foi enterrada como indigente., enquanto os dois seguiam a vida, procurando novas vítimas... E, infelizmente, as haveriam de encontrar.



* Imagem  vi daqui e são  daqui:imagens.liveyourlife.loveliegreenie.blacklaceandredrubins.inkiemama.emilialua.eurekafeelings