Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Cliquem pra ver!

♥ Precipitação dá nisso!rs... ♥




O dia amanhecera frio, mas via-se que logo o sol iria brilhar.

Rosa estava com mais folga em seus horários e, enquanto o pão que fizera, assava e crescia no forno, resolve aproveitar o dia para visitar a mãe e combinou ainda,  um almoço com a irmã.

Foi um corre corre para chegar ao trem. Senta-se, esbaforida, no único banco disponível.

Quieta estava quando ouve seu parceiro de banco, ao telefone:

"_ Num vô pudê passá aí! Tô enroscado aqui, guria!"

Desliga.

Passa um tempinho, enquanto espera, ele faz a sensacional faxina no nariz.

Rosa com nojo, pensa em levantar, porém suas pernas machucadas reclamam.

Logo, ele atende o telefone e fica em silêncio, apenas ouvindo, até que diz simplesmente:

_" Intão tá! Terminemu,tá?"

E volta à quela "doce" faxina, com suas unhas parecendo um Zé do Caixão...

Rosa fica imaginando o quanto era fácil para aquele homem terminar um relacionamento e sente até pena da mulher do outro lado da linha, que acabara de ouvir aquilo.

Voa na imaginação e enquanto ela voava, ouve mais uma vez, o celular tocar.
Ele atende e diz:

"_ Já te disse guria, acabei de falar agora há pouco tempo!


Avisa teu chefe que não posso passar aí terminar aquela obra nova , pois tô todo enrolado. Mas não esquece de avisar, não sei se ele entendeu, que  a véia, já teminemu!"

Nessa hora, Rosa viu o quanto se enganara ao fazer julgamentos precipitados, baseados em retalhos de conversas dos outros.

Pensa consigo:
_ Isso é o que dá ter esquecido a caderneta para escrever no trem!

Falta do que fazer deu nisso!!!É fooooooooooooooogo!


De repente, pensa na sua caderneta e lembra novamente:
_ Mas tenho certeza, a peguei! Se não está na bolsa, onde a deixei?

Lembra do que fez antes de sair:
_Fui olhar o pão, desligar o forno...

_Será que ela está lá?

_Será que na pressa  a coloquei no forno?

Bom, agora, AZAR!

Mas, será que desliguei o forno? Pensa, enquanto gela até a alma...

E a pulguinha da dúvida  fica a incomodar, martelar.

Resolve então descer na próxima estação e voltar para casa.

Lá, tudo perfeito!

 Porém acabara seu tempo livre...

AH! A caderneta? Estava na mesinha, perto de onde costuma deixar sua bolsa. Tudo achado, encontrado, nos seus devidos lugares.

Ainda bem, pensa Rosa!

E  visita à mãe na clínica? O almoço para rever a irmã?
Tudo remarcado sine-die!

Rosa agora, estava cansada demais para pensar nisso!


42 comentários:

  1. Muito gostosa de se ler a historinha da Rosa, é a vida da gente! Gente humilde* que pensa em trabalho e família, isso é o bastante pra esse povo bom...
    BEIJINHOS

    ResponderExcluir
  2. É, fiquei pensando aqui como sou. Tenho TOC, já voltei de longe para ter certeza que tinha fechado o portão, cheguei a fazer isso duas vezes seguidas. Minha filha tenta me ajudar, só que nem sempre adianta, às vezes acho que sou louca. Já me atrasei para compromisso importante por ter essa dúvida cruel. Criei um ritual dizendo o portão está fechado antes de sair, mas nem sempre confio bisso. Aff... Doido é doido.
    Tenha um bom domingo e ótima semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto, aquela historia de que a nossa imaginação é fertil faz sentido,Rosa ouviu uma unica frase e ja imaginou uma outra situação..rs...quanto a incerrteza dela tb é muito verdadeiro, por isso antes de sair de casa observo mil vezes tudo, principalmente se vou longe, mesmo assim outro dia deixei o ferro de passar ligado por umas quatro horas...vixi...bjos e bom domingo

    ResponderExcluir
  4. QUE TEXTO LEGAL!! KKK ADOREI!!
    EU SOU UM POUCO "ROSA", SABIA? QUANTO TÔ MUITO ATRIBULADA, DÁ UM NÓS NOS MIOLOS E EU FICO DOIDINHA. CREIO QUE ACONTECE COM MUITA GENTE!! ABRAÇÃO PROCÊ E INTÉ MAIS VÊ!! KKK

    ResponderExcluir
  5. oi Chica,

    todos temos um pouco de Rosa,
    é essa aceleração dos dias que nos faz
    meio doidinhas,
    marcar coisas e mais coisas,
    e de repente não conseguir dar conta delas...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Ah...........santa ansiedade!
    Essa corre um sério risco ao Alzheimer.
    Pensando que vive, deixa de viver.

    Beijinhos Chica

    ResponderExcluir
  8. Que gostoso ler essa História.
    Acho que todos nos temos um pouco da Rosa.
    A correria do dia nos coloca nessas situações. Eu antes de sair de casa verifico dezenas de vezes as coisas.

    Beijos querida!

    ResponderExcluir
  9. A história da Rosa é muito boa. Eu gosto de resolver as coisas tudo para ontem. Quando não acontece, dá-me um nó, minha cara Chica!!!!
    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Sei não, mas tenho uma ligeira sensação (daquelas....) de que conheço essa tal de Rosa.
    Meio maluca, mãe na clínica, caderneta para escrever...
    Essa Rosa não me é estranha!
    Coisa louca isso de voltar para conferir né Chica? tenho também essas neuras.
    Um dia fiz meu marido voltar depois de rodar uns 40 kilometros, indo para o sitio.
    Botei na cabeça que tinha deixado o ferro ligado. Ele voltou, mas chingou tanto, reclamou tanto, que nunca mais saio de casa sem conferir tudo!
    O ferro? estava desligado, o que aumentou ainda mais a ira dele.
    Complicado isso amiga, portanto, antes de sair uma voltinha pela casa olhando tudo. Se possivel, duas voltinhas rsrsrsrs
    E o assunto da postagem eu nem comentei. Ouvir conversa dos outros e tirar conclusões é muito feio, mas mais feio ainda é limpar o nariz no banco do trem. Ah! faça-me um favor! que nojo!

    Beijos queridona.

    ResponderExcluir
  11. gosto da leveza nos seus textos...

    e das mensagens...

    beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  12. Hehehehehehehe Chiquinha minha amiga, aqui está am is uma das suas coisinhas. E sempre são coisinhas gostosas de ler. Parabens, vc sabe trazer encantos com as palavras.

    ResponderExcluir
  13. KKK...Um conto muito engraçado que mostra que nem tudo que se ouve é aquilo que se pensava de fato!...rss...parabéns pela criatividade!Bjs,

    ResponderExcluir
  14. Rssss.... Me diverti com seu conto, julgar os outros sem entender o que está acontecendo é fogo!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  15. Chica querida
    Adorei a história! essa Rosa é-me familiar minha amiga, puxa como eu tenho coisas tão parecidas com ela, ainda a semana passada ao fim de fazer 20 km voltei a casa porque ia ma minha cabeça que tinha deixado um bico do fogão aceso, mas não era verdade.
    Mas mais vale prevenir.

    Beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  16. ai ai ai, que delícia de conto, ri aqui... escrevo ainda com o sorriso no rosto!

    essa Rosa me pareceu tão conhecida...rsrs...

    Chica, quem não voltou pra casa pra checar alguma coisa que pensou ter esquecido fora do lugar, que atire a primeira pedra!!!rs

    E quanto a conversa ao lado, chorei de rir aqui, porque na minha terrinha o povo fala tão caipira que esse diálogo maluco aí, aqui e verso em prosa!!!kkkkk

    Amei!

    Beijokas joanjinha!

    Su.

    ResponderExcluir
  17. Texto bom demais de ler!!!
    É realmente muito feio julgar os outros precipitadamente, tomando por base apenas uma frase isolada... Isso não se faz, Rosa, o moço é gente boa, trabalhador!
    Se bem que, imaginando que ele tivesse terminado um relacionamento, pensei: que sorte da moça do outro lado da linha, pois um namorado que faz faxina no nariz em público ninguém merece! rsrsrs

    Adorei, adorei! E assino embaixo da sábia sentença: falta do que fazer dá nisso!!!

    Beijo grande, minha amiga!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Chica,
    É mesmo duro ter que dar conta do recado com tanta coisa a fazer ao mesmo tempo,porém o diálogo do rapaz se ouvído por alguém atribulado como a Rosa daria mesmo para ser confundído.Importante é que no final as coisas tenham se resolvido.
    Abraço grande,
    Até breve!

    6/5/12

    ResponderExcluir
  20. Quem mora sozinha e, ainda por cima, possui visitas familiares para ver, chega a esse ponto, de ficar meio perdida...,rs.
    Gostei da estória...
    Beijos,

    ResponderExcluir
  21. Ola Chica,

    Por isso que gosto de ler seus textos. Sempre são leves e bem estruturados. Parabéns.


    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  22. Oi Chica,

    Tudo bem? Sempre ouvi um ditado sobre o que excede não retrocede. Tenho também algumas manias de achar que a luz está acesa ou a porta aberta, mas vivo me regulando.

    Boam semana e beijos!

    Lu

    ResponderExcluir
  23. Oi Chica,
    Quem nunca espichou as "zoreia" para a conversa do vizinho? Tento me controlar, mas às vezes não dá.
    Beijos 1000 e uma semana maravilhosa para vc.

    SORTEIO “Chá do Chapeleiro Maluco”
    http://www.gosto-disto.com/2012/04/sorteio-cha-do-chapeleiro-maluco.html

    ResponderExcluir
  24. KKKKKKKKKKK.....tadinho do matuto limpando o salão.Bjs e boa semana Chica.
    Obg pelas palavras de carinho!!

    ResponderExcluir
  25. gostei, gostei, e a foto é fantastica!
    gosto muito de vir aqui, muitos beijos

    ResponderExcluir
  26. Bom dia,Chica!!!

    Bah!!!Pior que tem dias bem assim!!rsrs
    E quando vamos verificar está tudo no lugar, tudo certo!!!rsr
    Qualto aos julgamentos precipitados...é uma coisa séria,né?!!Se não nos policiamos...
    Beijos minha amiga!!!!
    *Pena que a Rosa, perdeu a folga...e ainda ficou mais cansada!!
    Bom começo de semana!

    ResponderExcluir
  27. Oi Chica, bom dia pra você!
    Que bacana esse post!
    Eu sou a verdadeira Rosa, no corre corre fico meio atrapalhada,
    quantas vezes eu voltei correndo pra ver se eu tinha desligado o
    fogão?
    Um beijo pra você e uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  28. Chica, o meu abraço!
    Que história engraçada e boa para começar a semana, querida...
    Isso acontece mesmo e precisamos relaxar sempre para não entrarmos em parafuso... Muito boa!!

    ResponderExcluir
  29. Oi Chica, já me aconteceu de voltar para casa porque pensei ter deixado o ferro ligado. Esses pensamentos de incerteza sao terríiiiiiiiiiveis, rs.

    Boa semana

    Bjao

    ResponderExcluir
  30. Ui, não tem nada pior do que ver alguém "fazendo a limpeza no salão" - erhg!
    Também ja' voltei muitas vezes para casa devido essas obsessões - hehehe!
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  31. Oi Chica!
    rssss
    Menina, tem vezes que não dá, escutamos mesmo e nos precipitamos nas conclusões.rsss
    Mas, tem dias que é assim, a cabeça está a mil, quando surge esta dúvida é de matar. A Rosa pode voltar pra casa e verficar tudo, mas quando não podemos e ficamos com aquilo martelando. Aff
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  32. Diazinho complicado pra Rosa, hein? :) Boa semana!

    ResponderExcluir
  33. kkkkkkkk, temos uma vida tão corrida, que na pressa de entender o final tiramos conclusões precipitadas.Bj e ótima semana.

    ResponderExcluir
  34. É, Chica
    Julgar os outros é facil!!!
    Ótimo conto, como sempre
    Amei!!
    Muitos beijinhos e tenha uma semana bem colorida
    Com Carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  35. CARA COLEGA... TE ENVIEI POR E-MAIL UM LINDO MIMO PRO TEU CANTINHO. ESPERO QUE VOCÊ GOSTE. ESPIE LÁ NO SEU G-MAIL!!
    ABRAÇÃO PROCÊ E INTÉ MAIS VÊ!!

    ResponderExcluir
  36. Eita minha amiga!!!
    Que corre, corre danado.
    A quando se faz tudo no atropelo a gente corre o risco de ter que fazer tudo de novo, ou pior ainda, "achar que".
    Que esqueceu disso, esqueceu daquilo e aí a cabecinha não sossega.
    A Rosa ainda se apressou num julgamento, ouviu meia conversa e fez dela uma história.
    O preço da pressa!!!!!!!
    Beijo
    E por aí, tudo bem? O Neno, o Kiko, a Tarta e todos mais como vão?
    Beijinho em todos!

    ResponderExcluir
  37. Acontece a todos, eu acho Chica.

    Há dias em que tudo dá torto e se começar a dar margem à imaginação fica uma embrulhada tremenda :)))
    Ri com a história do vizinho lá no comboio, sobretudo com a limpeza do nariz ... que nojo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  38. Olá Chica! Passando para agradecer as honrosas visitas e informar que estamos de volta, e que continuamos contando com as costumeiras atenção e colaboração.

    É amiga! A precipitação é fogo. Como sabes, a precipitação de poucos, terminou crucificando a salvação de todos.

    Belo conto amiga.

    Abraços e uma ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  39. Oi Chica
    Que mania esta que temos de muitas vezes ficar ouvindo conversa alheia e fantasiar, como foi o caso da Rosa.
    Agora este sujeito cutucando o nariz sem parar é terrível.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  40. Chica acontece... más interpretações é do que a ida está cheia...kkkk.
    Estou encantada com a foto inicial do teu blog...nossssa... ameiiii!!

    Beijos e boa semana!!

    ResponderExcluir
  41. OI CHICA !
    OBRIGADA PELA PRESENÇA SEMPRE.
    ADOREI O CONTO EU ME ATRAPALHO SEMPRE!
    ABRAÇO

    ResponderExcluir
  42. A vida tem dessas coisas...

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿