✿ Os tempos eram outros...✿


83ª edição conto/história do Bloinquês
Tema: Encontrei um bilhete no meio do livro que dizia (...)

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Era dia de arrumação na casa ...

Havia acordado naqueles dias onde nada podia ver fora do lugar e nem pensar m sujeiras ou coisas amontoadas.

 Fui para a estante de livros, pois lá era o primeiro lugar que me "chamava"...

Tirei os livros do marido e comecei a tirar o pó, de cada um, com paciência e tranquilidade.

Agora, chegara na parte dos meus e ali ainda estavam, os livros de Direito. Um deles chamou minha atenção. 

Era o Manual de Petições . 

Comecei a folhear e de imediato, lhe veio à mente tantas vezes que o tinha utilizado. 

De repente,encontrei um bilhete no meio do livro que dizia :

" Fazer salgadinhos para a escolinha.
Festinha será dia 9 de outubro.
17 crianças: 10 meninos, 7 meninas.
Fazer lembrancinhas...
Não esquecer as gelatinas em copinhos.
Fazer os negrinhos e branquinhos!
Fazer torta de bolachas
- Comprar os enfeites e velinhas!

   350,00
- 187,00
________
 163,00

Era um papel bem  amarelado. Um bilhete que escrevera de lembrete para si mesma. 

 Olhou para aquilo e sentou-se.

 Não pode deixar de lembrar  daquele tempo em que se virava para dar conta de tudo, fazer as festinhas das crianças e tudo bem caseirinho. Fazia até as lembrancinhas para cada convidado, tudo com criatividade e com o mínimo gasto possível.

Olhou para aquela continha e pensou: 
-Garanto que era apenas a quantia que dispunha e havia feito as contas do que precisaria gastar nos comes e bebes que prepararia.

Ficou ali a viajar no tempo...

Pensou  que, apesar dos tempos de vacas magras, criou os filhos com todo carinho, sempre tiveram tudo simples, mas tiveram... E como se divertiam...

Ah! Como era lindo! 

E hoje, vê que os convites das festas que os netos recebem, cada um é mais pomposo do que o outro, tudo hiper-mega bombástico ...São produções em demasia, nem parecem coisas de crianças! 

Fecha o livro, deixa o bilhete ali dentro e sai da peça.

A vontade de limpar havia ficado para trás .Agora a vontade havia mudado. Queria escrever...

Sabia que tudo por lá ficaria esperando, como o tal bilhete encontrado, ficou ali por tanto tempo...

E assim, sorriu pra si mesma e passou a teclar...

* Imagem daqui