* Guenta firme, que me vou!!!

Jussara e Lina eram muito amigas.

Saíam aos sábados e domingos à noite, para um cinema e depois um barzinho e na saída havia sempre um rapaz que estava de olho na Jussara.

Lina era aquilo que na época se convencionava chamar de doce de pera. Não sei a razão.

Segurando vela, de hoje...(ou,melhor, hoje nem tem nada disso)

Um dia estavam num barzinho e chegou um rapaz amigo de Jussara,sentou-se e ela foi fazer as apresentações.Pra que!

No primeiro momento,Lina pensou não ter entendido bem, depois percebeu:
_ Jo,jo,jo,jo,jo,joooooão.....

Ai meu Deus!pensou , sempre ela a me colocar nessas frias!

Pega de improviso, sua reação foi também de surpresa e desandou a rir, mas como gente grande e tinha um agravante: quanto mais sabia que não devia  rir, mais a vontade chegava e de forma incontrolável.

Jussara sabendo disso, tentava disfarçar , chutava Lina por baixo da mesa ...

Esta, levantou, foi ao toalete, com cara de quem diz: aguenta firme que eu me vou!

E lá da porta via a cara de sua amiga serena e pacatamente conversando, que ao ver Lina, desandou também. Era coisa de se sacudir todas, horrível, sabiam...

Sabiam que nunca se deve fazer isso, sabiam de tudo,mas...

Pediram licença ao rapaz que estava mais "errado  e desajeitado"do que nunca, mas desceram as escadarias do bar quase fazendo pipi nas calças.

Como as coisas , quando somos jovenzinhos são mais engraçadas!

Elas nem pensaram o quanto aquele pobre rapaz foi ofendido.

Mas tempos depois, ele riu junto com elas e daquela situação relembrada, seguiu uma grande e duradoura amizade!

Saias justas da vida que, ainda bem, acabam bem! Chica