Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Cliquem pra ver!

* Reminiscências do Colégio Cruzeiro (RJ)



Quando morávamos no Rio de Janeiro, estudei nos últimos anos, no Colégio Cruzeiro, um colégio alemão com a disciplina rígida.

Eram tempos em que as filas eram separadas, a dos meninos e a das meninas.

Havia grandes escadarias, uma em cada canto do corredor, onde também uma era pra eles outra pra elas.

Estranho pensar nisso hoje, mas era assim e olhem que não sou jurássica...

Bem, até no barzinho da escola devíamos fazer essa separação nas filas.

Mas, nas classe, sentávamos juntos, não havia essa distinção e então, as bagunças eram mistas e das boas. Aprontávamos bastante.

Tinha um professora, de tranças enroladas na cabeça, D.Julieta, nunca esqueci seu nome ,que tinha por hábito, antes de começar a aula, fazer uma espécie de relaxamento e movimentos de inspiração e expiração que dizia fazer bem para que nunca ficássemos com "saboneteiras", como ela se referia aos ossinhos afundados ao lado do pescoço.

Na verdade, eram exercícios que ajudavam a nos manter mais tranquilos.

De qualquer forma foi algo que nunca mais esqueci entre tantos fatos marcantes por ali.
Eu morava no Flamengo e o colégio era bem longe. Então eu ia com o ônibus escolar, onde ali mesmo começava a festa.

Sentava sempre no último banco e era uma farra antes das aulas.

A tragédia era o retorno pois eu após as aulas , tinha que fazer aulas de alemão(D.Gerda) e ainda esperar o ônibus voltar da primeira viagem.

Assim, nesse intervalo, havia um gordo e velho professor, Sr. Jonas, que cuidava da turma e coordenava tudo para que usássemos o tempo fazendo os temas para o dia seguinte...

Ora bolas, quem é que aguentava tanta reponsabilidade e ficar quietos tanto tempo, só com coisas "chatas"???
Poucos, entre os quais eu não me incluía.
Queria mais era agitar e fazer folias...

Assim aquele alemão muito "delicado", me colocou o nome "muito gentil":câncer, pois eu era, para ele, incurável.
Parece que o vejo, ainda hoje, correndo de um para outro lado, pois eu levava baratinhas cri-cri, aquelas que fazem barulhos e dava para colegas em outros cantos da sala.

Assim, quando um lado estava quieto, o outro começava, quase enlouquecendo aquele pobre professor.

Tenho certeza que fui medonha, mas por força dos horários muito puxados e ainda por cima, sem almoço.

Retornava para casa por volta das 14.00 horas. Era braba a coisa.
Mesmo assim, valeu!
Conseguia me divertir ainda assim!

Tinha ainda a Frau Margarida, que dava aulas de francês e inglês, era uma velhinha bem baixinha ( essa era a imagem que tínhamos dela, no entanto não devia ter mais do que eu hoje...).

Um dia, ela me aparece na sala com os joelhos todos esfolados, toda ralada.
Havia caído e o pior...perdera sua dentadura...
E mesmo assim, a crentona ainda foi dar aula.

Como eu sentava no primeiro banco perto do púlpito (assim era naquela época) fui uma das primeira a observar esse detalhe dos dentes ou...a falta deles.

Foi muito engraçado e como podem imaginar, nada mais consegui fazer naquela aula, pois as risadas eram mais fortes do que minha vontade...

Lembro ainda que no dia que tivemos que sair do Rio pra voltar para o RS, era no meio do ano e os professores todos fizeram a maior despedida junto com os alunos e até o diretor, Seu Borges, como o chamávamos, a quem eu frequentemente visitava compulsoriamente, veio se despedir de mim.

Isso também evidenciou um tratamento diferenciado, onde não parecia que fôssemos apenas números, mais um entre os muitos alunos e sim uma aluna.

E olhem, tenham certeza que não fizeram isso como festa por estarem se livrando de mim, me acompanhando até o portão pra ter certeza que eu realmente me ia,rsrssr...

Fatos como estes ficam pra sempre guardados e agora o Neno nosso netinho, já na 3ª série , num colégio que é o mesmo desse de lá, até professores daquele vieram para cá.

Espero que ele receba o mesmo tratamento como gente e não como número e que possa após tantos anos, como eu, lembrar tanta coisa boa de um colégio...

E que faça suas peraltices mas das boas como aquelas...

Essas fazem bem e nos fazem ser crianças na hora certa e ter o que contar depois...(Chica)

Imagem: emblema que era colado no bolso da blusa do uniforme(Google)

* Participando agora da Blogagem Coletiva das FASES DA VIDA, promovida pelos blogs da Rute
Gina  e
Rosélia

Procurei mostra uma parte da minha adolescência por aqui,rsrs...Tem muiiiiiiiiitas!!!

50 comentários:

  1. Chica,que recordação gostosa!Vc era do chifre furado....rsss....Adorei ler essa história!São lembranças que fazem valer a pena viver!Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica...,

    Rs, a criançada é ótima...!!
    Belas e gostosas recordações, heim...?!
    Que não seja diferente ao seu neto.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  3. Chica, já tinha lido no Quiosque essa crônica, mas quando voltei pra comentar ela tinha sumido. Então amiga, aqui vai meu agradecimento por me fazer relembrar uma das melhores fases de minha vida que foi no colégio.

    Dá muita saudade daqueles tempor, principalmente porque as crianças só sabiam ser CRIANÇAS - não é verdade? Me entende, né?

    Adoro te ler, amiguinha linda!
    ultrabeijos da Lu

    ResponderExcluir
  4. Soube pela menina voadora que tu estás de aniversário.
    Feliz aniversário!
    saúde, paz, sucesso, vida longa, próspera.
    proteção divina.
    Tudo de bom para ti e para os teus.
    Felicidades hoje e sempre.
    Amo aniversário!
    Parabéns!
    Lindo texto, como é bom recordar as coisas boas...
    FElicidades!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. ahahahhahahaah! Chica tô aqui morrendo de rir. Quer dizer que você estudou alemao? Eita lingua viu, rs.

    Sabe o que eu levava para a escola? Barbantinho cheiroso, conhece? Nao ficava ninguém na sala, ninguém agüentava, eu tb fui terrível por conta de tanta cobranca também, rs. Mas que dá uma saudade desses tempos, ah, isso dá. Hoje em dia o pessoal gazeta aula, faz greve, nao sabem o que estao perdendo.

    Bjao

    ResponderExcluir
  6. È sempre bom relembrar né Chica....e como você aprontava hein?

    ResponderExcluir
  7. Como é bom recordar tempos tão gostosos...
    Seria maravilhoso se todas as escolas não tratassem os alunos apenas como mais um.
    Bênçãos e muita paz!

    ResponderExcluir
  8. Chica, lendo sua postagem me lembrei de quando eu tb ia para a escola de ônibus escolar, e como bem disse, a festa começava bem ali. Claro que na hora das aulas a coisa toda mudava, tínhamos que ficar calados, mas era muito bom a ida e a volta.

    Eu estudei em um colégio religioso "São Francisco Xavier", mas fiquei lá apenas 2 anos, pois aquilo mais parecia um castelo para quem estava acostumado com um colégio pequeno, e eu repeti o 2º ano, e como puniçao, meu pai me tirou de lá.

    Bom, ótimas recordações me trouxe.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Chica
    Parabéns pelo aniversário e que você tenha um ano bastante feliz.
    O texto é muito legal e dá pra gente ver que brincar ainda faz parte da sua vida.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Mas bah, Chica.
    Os tempos de escola sempre nos são caros, afinal é o tempo de construir as pessoas que seremos depois...Por outro lado mudar, como dói, mas como nos faz crescer...Costumo dizer que as pessoas que mudam ou que simplesmente viajam bastante, aprendem a fazer as mesmas coisas de outras maneiras...
    Parabéns pelo post e pelo aniver(li ai em cima)rsrs.

    ResponderExcluir
  11. Bonito texto recordando as diabruras inerentes à época e idade.
    É bem verdade...senão, nada havia para contar.

    Parabéns, muita, muita, felicidade.
    Bjs.
    Mer

    ResponderExcluir
  12. Que linda esta história de vida vivida, adorei! que ler estes momentos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Chica! Então, estás aniversariando e não dizes nada pra ninguém. Espero que no próximo ano, quando completares os dezesseis, pelo menos avises aos amigos. Parabéns minha amiga. Que DEUS te dê muita saúde, paz e felicidades.

    Quanto ao texto, adorei. Na minha época também fiz das boas. Agora, se o Neno tiver puxado a avó, com certeza quando sair da escola, também haverá uma grande festa.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  14. os grilos como chamamos aqui às baratinhas cri-cri) são também recordações da minha infância.

    ResponderExcluir
  15. Oi,Chica
    Está aniversariando quietinha aí hem? parabéns, querida !
    Que possams comemeorar muitos e muitos anos por aqui. Muitas felicidades!
    LIndas recordações dos tempos colegiais.
    Tenha um maravilhoso dia .
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Oi,Chica
    Bons tempos,hein!Também não esqueço os meus no meu bom e velho Instituto de Educação.E,naquela época,querida,era só meninas...mesmo assim,aprontávamos de montão e namorávamos os meninos do Colégio Militar e do Pedro II....que felicidade!!rs
    Também morei no Flamengo. rs Será que a conheci?..Hoje moro na Barra!

    Grande beijo

    ResponderExcluir
  17. Amo estas histórias de cada um...
    beijos, ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  18. Delícia Chica, como é gostoso relembrar, eta tempinho bom, lindo amiga, quando sinto saudades venho ler teus textos, assim me sinto conversando com você. Beijos Luconi

    ResponderExcluir
  19. Chica recordar é viver. Linda história

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Interessante: sabe qu eeu não me lembro de ter estudado em qualquer colégio misto? :) Boas lembranças, boa semana!

    ResponderExcluir
  21. Chica, estou passando pra deixar um beijinho e uma linda tarde

    ResponderExcluir
  22. Chica, tudo bem por ai?

    Abracos

    ResponderExcluir
  23. Até eu aprontei das minhas quando era criança, estilo tinham acabado de me darem banho e colocarem uma roupa limpa em, ai vai eu saltitante e feliz para tomar um banho de chuva...

    Fora outras coisas mais...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  24. Anônimo5/3/10

    Oi Chica. Entrou um Werner no meu orkut e pensei ser do Cruzeiro e comecei a procurar coisas e te achei e lógico que morri de rir e deu uma saudaaaaaade! A fome apertava nas aulas de alemão(a minha com a D. Maria), mas tinha o coro da D. Heide que também caía na hora de comer. Mas que saudade, que tempos maravilhosos! Saudade do Dengler, Dona Frrrriiida, Dona Rese. Tivemos um ambiente que ninguém em tempo algum terá em termos de bagunça, alegria e zoação, sem nunca haver ofensas, falta de respeito ou agressões como hoje. Obrigada por me fazer relembrar momentos realmente maravilhosos.Será que nos conhecemos?
    Beijos
    Virginia(http://www.orkut.com.br/Main#Home.aspx?hl=pt-BR&tab=w0)

    ResponderExcluir
  25. Virginia!

    Se passares por aqui novamente deixa teu email, fiquei curiosa em saber mais... nÃO SEI ACHAR NO ORKUT...SOU UMA ANTA,RSRS DE TÃO BURRA!!!UM BEIJO,CHICA

    ResponderExcluir
  26. Anônimo25/8/10

    Dia 28 (sábado) agora (agosto de 2010)vai haver uma reunião de ex-alunos, lá mesmo na Rua Carlos de Carvalho, 60, às 11:00hs. Por causa disso eu procurava na internet um emblema do CC e caí aqui. Gostei muito de saber que muitos ainda se lembram do Prof. Borges (Diretor), Dª Julia (vice-diretora), do Sr. Nelson (fiscal do recreio) junto com da Dª Frida ("quer un poema no eh"), Dª Tereza (m/professora de portugues), Dª Margarida (tb. /professoa de francês e inglês), etc... E quem lembra do Prof. Barth (aulas de canto orfeônico), lá em cima no auditório (cantei em alemão - e vestido de Napoleão - numa festa de fim-de-ano). Muito ótimo lembraar isso tudo, além de achar o emblema! Muito obrigado !!!!!!!

    ResponderExcluir
  27. Olá, querida e levada Chica
    "Na ternura de um amanhecer,
    Eu observei a beleza do orvalho".
    (Sandra)

    Menina, que arteira vc foi!!! Valha-me, Deus!!!
    Confesso que não via vc assim... rsrsrs...
    Mas... não altera em nada seu conceito comigo, hein??? rsrsrs...
    Gostei de ver sua trajetória tão puxada... de estudo, dedicação (ainda que imposta) e ainda por cima de tão bom humor... haja fôlego, Chica!!!
    Não tive a mesma "sina" (nas farras): colégio de freiras (alemãs também)... quanto à separação de meninos, isso sim... em meu tempo não havia meninos perto, era clube da Luluzinha de verdade...
    Pena, acrescentariam valores imprescindíveis à minha formação, certamente!!!

    "...é o molhar do orvalho quem vê meus passos...
    é minha vida me chamando pra viver"
    ( Fractais de Calu)

    Tenha um excelente Domingo de paz e alegria.
    Bj com gosto de adolescência (o lado bom dela).

    ResponderExcluir
  28. Chica, danadinha, heim? eu não queria ter uma aluninha que espalhasse baratinhas pela sala rsrsrs. Que gostosura ler tudo isso! Meu grande abraço!

    ResponderExcluir
  29. Muito engraçadas suas peripécias na escola :)
    Eu também sou "incurável".
    Porém na escola sempre fui bem comportada e geralmente, quase sempre, delegada de turma. Porém não andei no colegio alemão!!! Imagino a disciplina rigida. Que horror!
    Beijinhos e bom domingo,
    Rute

    ResponderExcluir
  30. Oi Chica
    Como é bom recordar estes tempos de tanta energia!.
    Sempre intensa as suas participação . Fui seguindo no passo a passo as suas peraltices e fui associando as minhas.
    bjs

    ResponderExcluir
  31. Chica, q boas recordações! Essa amizade, a farra da adolescência, são experiências inesquecíveis. Em minha adolescência eu adorava ir à escola. Estudei em um colégio industrial, onde fazíamos muitos trabalhos manuais, o q eu adorava. Não era bagunceira, aliás, quieta até demais. Mas acho mais legal sua vivência, isso acrescenta muito em nosso futuro. Muita paz!

    ResponderExcluir
  32. Que peralta!
    Me lembrou o filme do pestinha quando ele saiu da escola...fizeram uma festa e até balões se soltaram pelo ar, srsrs
    Fizeram isso para o "cancer"? srsrs
    Boas recordações Chica.
    Bjs e bom domingo

    ResponderExcluir
  33. Chica,
    adorei,minha mãe usa essa expressão para comigo hoje,chifre furado kkkkkkkkk
    obrigada pela amizade,não conhecia esse teu blogue,genial estou seguindo.
    boas energias,
    bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  34. Beleza de história.Tenho muitas destas,pois meu colégio era totalmente feminino,homem só o padre...rsrsrsr Bom demais!!!!Bjs amiga.

    Minha participação está no blog Rumos Libertadores: http://rumoslibertadores.blogspot.com
    Comente e concorra a um livro pela loteria federal ,até o dia 28/05

    ResponderExcluir
  35. Olá, Chica, que delícia de postagem, tu eras bem levada...eu também estudei num colégio de freiras em São Paulo e era também tudo muito rígido, por isso dava um formigueiro louco estrapolar...eu não era muito extrovertida, mas também fiz das minhas... Que óptimo recordar estes tempos!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  36. Mas que danadinha esta mocinha. Nada melhor que termos nossas peraltices para recordar, esse tempo bom. Adorei seu relato. Bjs.

    ResponderExcluir
  37. rsrsrsr parabens pela postagem!

    ResponderExcluir
  38. Histórias da época de escola são as melhores, não é mesmo?

    Passa lá no meu cantinho porque tem sorteio!!!

    Bj e ótima semana.

    ResponderExcluir
  39. Tambem participo da blogagem coletiva:
    http://mariazinhap.blogspot.com/2011/05/blogagem-coletiva-fases-da-vida.html
    Parabens pela sua postagem!
    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Você era muito sapequinha, mas acredito que todos se divertiam e não ficavam triste ao seu lado...
    Paz e bem!

    ResponderExcluir
  41. Chica

    Que delícia de ler suas tarvessuras. Muito gostosa essa época amiga e vejo que fazias parte da turma da bagunça.
    Estou rindo até agora da Professora sem dentadura . hahahaha, mas valeu porque ficou a história para contar.

    Amiga agora que postei a minha participação e lá até explico o porque. Estou devendo umas visitas aos seus posts, mas esta semana coloco em dia

    Uma linda semana

    Beijos

    Beijos

    ResponderExcluir
  42. Chica,

    Como você conseguiu lembrar disso tudo tão direitinho. Eu não consegui. Acho que tenho algum trauma de minha adolescência e fiz questão de esquecer muitas coisas. Rs
    Caraca, e essa professora sem dentadura. Tadinha, mas eu tive que rir. kkkkkk
    Você era muito danadinha.Rs Mas trouxe essa energia toda pra os dias de hoje.
    Lindo e alegre a sua participação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  43. Ri muito de seu relato, mas as coisas eram assim mesmo, as peraltices nessa fase eram tão puras e inocentes, não é mesmo...mas coitado do professor!
    Parabéns pela linda postagem!
    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
  44. Oi, Chica!

    Que memórias lindas! Isto não tem preço. E quem disse que o passado não existe? Existe sim, e bem vivo nas nossas memórias. Você era uma danada, não? kkk
    Já eu era medrosa, insegura, e ficava louca pra fazer bagunças como os amigos, e não me habilitava, kkk, mas, torcia por eles, e ria à valer,kkk
    Lindo post.

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  45. Chica, era feio ter os ossinhos aparecendo? Sempre achei saboneteiras bonitas :)
    Aqui onde moro tem um colégio que a arquitetura é desta época em que existiam as alas femininas e masculinas. A educação era separada, ainda não existiam aulas conjuntas. Outro dia, acompanhei uma amiga que levava o filho para ser vacinado no local em uma campanha do governo e pude olhar o colégio por dentro. Salas grandes, carteiras idem - aquelas que se levanta o tampo para guardar o material e ainda com um buraco redondo onde armazenava-se tinta das canetas de pena - Colégio religioso que os alunos tinham que ter caligrafia impecável. Nos corredores, fotos em preto e branco de todo o professorado. Me transportei e lendo o seu post, imaginei a professora de tranças enroladas, de eigenaar van de kamer e um arrepio percorreu a espinha! E você conseguia se divertir! ;) Beijus,

    ResponderExcluir
  46. Chica, sua história é tão motivadora, com aula de alemão e tudo. Que tempo bom, o tempo da escola e das nossas bagunças. É muito bom relembrar. Bela adolescência. Beijos.
    O meu e-mail virginiamjf@gmail.com

    ResponderExcluir
  47. Oiee!
    Chica...vc é hilária, ñ sou jurássica, só vc mesmo pra dizer uma coisas destas, lembranças da escola tenho boas tbém, tomei muito café do diretor e quase fui expulsa 2 vzs do mesmo colégio, poxa eu sou um doce!!!
    KKKKKK....rindo da tiazinha banguela até agora.
    Linda semana pra ti.
    bjss♥

    ResponderExcluir
  48. Olá Chica
    Que menina tão traquina que vc era! :) O oposto de mim, sempre fui tímida, longe de mim pensar sequer em fazer diabruras nas aulas, mas sinceramente tb não me lembro de os meus colegas fazerem muitas. Só de vez em quando é que aparecia um mais atrevidote, na altura havia muito mais disciplina dentro da sala de aula, já hoje em dia... passou-se de um extremo ao outro.
    Na adolescência o que me lembro era de escrever recadinhos para alguma colega num papelinho, depois ter a resposta pela mesma via, mas sempre com discrição. :)
    Muito divertido, o seu relato.
    Bjs

    ResponderExcluir
  49. Demorei mas cheguei até aqui para ler sua participação !!!
    O melhor de tudo é que você guardou ótimas lembranças,apesar da rigidez e do estudo puxado.
    Soube amenizar com brincadeiras e alegria o severo estilo alemão.

    Beijo

    ResponderExcluir
  50. Retalhos de lembranças que nos levam tão longe...

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿