✿ Carta ao Chefe...✿

57ª Edição Cartas do BLOINQUÊS-

Tema: Querido Chefe

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Ponta que Não viu, 29 de fevereiro de 2007


Meu Querido Chefe,


Assim, desta maneira gostas de ser lembrado e tratado sempre.

Nunca imaginaste o quanto eras  por isso,debochado por trás das paredes que separavam nossas salas...

Sempre te achaste o REIZINHO, o TAL e que os demais eram porcarias que circulavam por ali...

Te aproveitavas dos anos a mais que tinhas e da experiência, para tripudiar sobre nós, pobres advogadas  e advogados com pouco tempo de formados...

Usavas e abusavas, te impunhas, exigias  tanto e tanto e quantas vezes, por uma vírgula fora do lugar, rasgavas a folha inteira, nem imaginando o trabalho que ela dera para ser datilografada.

Mas, tudo tem seu tempo e quando chegou o dia em que pude te dizer que sobre mim, não irias tripudiar, que odiavas mulheres inteligentes e pensantes e que a tua pobre esposa nem crescer fisicamente deixaste, a abafaste e que eu nunca seria submissa pois não passavas de um chefinho qualquer... Ah, lembro ainda que alívio...

Mais alívio ainda foi quando te disse olhando na tua "tampa" que ainda que eu estivesse morta num caixão e tu aparecesses no velório pra fazer "presença", eu criaria vida apenas pra te mandar sair dali: FORA!

Que delícia poder hoje te escrever, vês que estou vivinha da silva...

E nessa carta, reviver  e passar à limpo tudo o que te disse e sentir novamente esse gostinho bom, de poder  virar as costas pra ti e abandonar aquele emprego.

E lembras quando depois de algum tempo nos encontramos em lados opostos nas audiências da vida?

Lembras que tiveste que engolir quando várias vezes, venci , com minhas defesas , os processos  de nossos clientes?

Ah, como foi bom!!! Eu chegava a rir por dentro...

Hoje,não tenho mais nada contra ti.Podes notar,sr....

Mesmo assim, te digo, tu foste o meu único chefe, graças à Deus, há muitos anos EX-CHEFE...

Aliás, ninguém ficou naquela banca... Restaste só! Pena pelo que perdeste da tua vida...Poderias ter aprendido com a nossa "inexperiência", a ser GENTE... Mas,nem isso...

Mas ainda há tempo! Aliás, sempre há tempo de aprender!

Isso eu desejo pra ti: aprendizado e saber ver que as pessoas que estão perto de ti todas tem um coração, tem suas casas, famílias, filhos... Portanto, merecem ser respeitadas...

Acho que já disse tudo...

Fica em paz!

abraços,

Edileuza Maria