Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

✿A velha estação e Seu Jacinto...✿


e da


Sentimento da semana: medo

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Estação abandonada
nenhuma alma viva se pode avistar

apenas a alma penada
sai ali a perambular 

Todo dia à  mesma hora
encontro se pode até marcar

Vinte e três e trinta marca o relógio
é a hora por ele  escolhida

passa, rápida a fantasmagórica aparição
 todo o comboio percorre, volta à estação

Dos passos, apenas barulhos
marcas de carvão e graxa de seus pés descalços aparecem

suas pegadas somem de repente...
já tendo deixado com medo muita gente...

bem no banco da estação
some agora a alma dolente...

Dizem ser S.Jacinto, um velho maquinista
há tantos anos, pela companhia férrea aposentado

que de saudades do trem e  dali, morreu
mas sua alma o espaço a ninguém ainda cedeu...

Naquele  exato horário
era ele que em tempos remotos

seu turno de trabalho findava
fazia no trem inteiro a fiscalização

passava pelas caldeiras
via se tudo em dia estava
e, só então, para sua casa voltava!

A estação já está abandonada
os trens estão já ali fora de uso

 Muitos vigias já por ali passaram
mas por medo, o serviço abandonaram...

Hoje Seu Jacinto
naquele velho e por outros,já esquecido recinto
reina só!

Nem mais  tanto medo ali existe!
Se nele pensam, sentem apenas dó!


chica

63 comentários:

  1. Eita! Um texto de botar medo... Tem uma estação de trem numa currutela aqui perto de Barretos que é tão lindinha e serve como um museu... Acho que não vpu mais lá não... Que medo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. ehehe, arrepiei... beijinhos e um dia perfeito para vc, sem medo nenhum, cheio de luz!

    ResponderExcluir
  3. o maquinista devia amar muito o que fazia...não chega a arrepiar, não. é uma história de amor...

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Olha Chica, serei repetitiva.
    Arrepioouuuu...
    Parabéns por mais essa história.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, gostei muito. E amei a imagem, linda!
    Beijos querida
    ursulaferraricoach.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Puxa, Chica!!!
    Fiquei toda arrepiada!!!Confesso que não sou muito valente para estes assuntos...rsrsr
    Mas estas histórias sempre me atraem...Minha vó adorava me contar!!rsrsr
    Minha mãe ficava furiosa!!Depois eu ficava com medo de dormir...rsrsrsr
    *Ficou lindo o texto em versos!!!A mágica da Chica!Beijos pra ti!!
    Com muito respeito e admiração!!
    Ah!! Bom Dia!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Chica
    Existem várias estações abandonadas por esse Brasil afora. Já quase não temos transporte de passageiros por trem, mas que aparece fantasma só aí com seu Jacinto rsrsrs
    Obrigado pelo carinho de sempre.
    Bjux

    ResponderExcluir
  8. Munituuuuuuuuuuuu... rss

    Chica, meu beijo di parabéns "sem medo"..

    Deusssssssssssssskiajude o Seu Jacinto
    Tatto

    ResponderExcluir
  9. CHICA BELA HISTÓRIA CREIO QUE MORREU DE SAUDADES E PERMANECE VIVO EM ESPIRITO VIGIANDO O LUGAR E O TRABALHO QUE TANTO AMOU,CONHEÇO VARIOS CASOS COMO ESTE DE PESSOAS QUE AMARAM TANTO A VIDA E O QUE FAZIAM,QUE NÃO CONSEGUEM DESPRENDER-SE DELA,
    E POR ISTO DEVEMOS ENQUANTO VIVOS TRABALHAR NOSSO ESPIRITO E O DESAPEGO DAS COISAS MATERIAIS!!!
    BJS QUERIDA MARLENE

    ResponderExcluir
  10. Jacinto precisava muita oração então para descansar em outro lugar Chica.
    Beijos e bom dia!
    Carla

    ResponderExcluir
  11. Bummmmmmmm...
    Espero que Jacinto tenha encontrado o caminho da passagem e deixado de virar alma penada, risos!!!

    Texto Maravilhoso!!!
    Muita LUZ!!!

    ResponderExcluir
  12. Olá, bom dia! tomara que o velho Jacinto não resolva pegar um trem e parar aqui em Valinhos.
    Tem uma estação abandonada por aqui, linda, e se ele resolve fazer uma vistoria, estamos danados!
    Linda postagem Chica, adorei.
    Não senti medo, confesso, apenas muita pena do seu Jacinto, como você frisou.
    Causa dó quando alguém não consegue desapegar.
    Beijos e tenha um lindo dia de sol!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia,Chica!Andar de trem é tão legal, eu só andei 2 vezes, na época que a RFFSA ainda funcionava, fiz 2 viagens e é algo tão bacana,mas tão esquecido ultimamente...
    Que bo mq tu gostou da história, mas aidna bem q eu não tenho fotos da prova do crime,kkk.Eu vi foi no video de 1 aninho do meu sonbrinho e ri muito.
    Beijossss

    ResponderExcluir
  14. Senti saudades agora de quando criança íamos de trem de Minas para Vitória, eram dez horas de viagem, a gente chegava preto de minério, mas eu gostava. Beijos

    ResponderExcluir
  15. Lembrei daquelas histórias que vovó contava na hora de dormir...as imagensn vamos fazendo com a narrativa..ficou muito bom Chica
    beijo e bom dia

    ResponderExcluir
  16. Nossa Chica...que legal!
    amei sua história, passei muitos anos andando de trem qdo pequena viajava com meus pais de Jundiaí até Capivari de maria fumaça para visitar minhas avós, trabalhei 3 anos em S.Paulo e o trem era meu meio de transporte.
    se o governo investisse em trens, nossas estradas seriam maravilhosas.
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia querida!
    Seu Jacinto não me causou medo, e nem dó. Acho que como sou muito "dada a apegos", entendo este homem muito bem. Ele deve ser feliz, assim do jeitinho que é...
    Beijinhos e parabéns!!!

    ResponderExcluir
  18. Sinto muita saudades do trem de minha terra. Eram momentos mágicos achegada do trem na estação. Todos corríamos (crianças) para ver o trem passar!Hoje nada disso há! Infelizmente. Gostei da bem escrita história que é uma verdadeira história de amor, de saudades, de paixão. Abração, Chica!

    ResponderExcluir
  19. Seu Jacinto ainda "acha" que tem que cuidar da velha estação...
    Não aceita a morte
    Parabéns por mais este conto, Chica
    Beijinhos e um lindo dia
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  20. Oi Chica!
    Fiz um Chica Tour pelos seu blogs...PARABÉNS!
    Terei mais lugares para visitar!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Meu bisavô era chefe de estação, minha avó falava com saudades dos tempos de crianças e das estações de trens.

    ResponderExcluir
  22. Oi Chica, teu texto não chega a ser fantasmagórico ou algo puxado para a assombração, mas nostálgico, cheio de reminiscências saudáveis. Muito bem escrito, como sempre.

    Abração pra ti.

    ResponderExcluir
  23. Uma história bonita, com imagens e lembranças que comovem qualquer um... Imagine que fez dessa "estação" uma vida...
    Que lindo e especial, Chica!
    Achei mágico esse poema!
    Um beijo e bommm dia, Chicamada! (mesmo atrasadinha... Hoje to fazendo as coisas, como diz minha mãe, "a prestações e a perder de vista" aqui... rs) Faz parte. Nem só de poesia vive o homem! kk! Ô diliça, assim mesmo!

    ResponderExcluir
  24. Muito bom! :)

    Mas tem uma coisa: Hoje em dia, eu tenho MUITO mais medo de alguns seres vivos que andam por aí a fazer maldades, do que dos fantasmas propriamente ditos. Afinal, nunca fiquei sabendo da existência de algum fantasma voltado para o mal...não é verdade?...rs

    Beijão, e te cuida

    Cid@

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito do texto. Vc escreve coisas interessantes do cotidiano e parece muito real. Adorei.Pensando bem fantasma não faz mal algum , mas tenho medo, rs.

    Bjos Luzia Lira

    ResponderExcluir
  26. Realmente eu confesso que ficarei desconfiado de andar de trem, principalmente a noite, mas como sempre ótimo texto, beijão Chica.

    ResponderExcluir
  27. O legal de tudo aqui, que de uma proposta de causar medo, com suas palavras e arte acabei ficando emocionado com o Jacinto, que me pareceu um alma saudosista,que só volta para fazer oq ue mais sabia e gostava.Lindo isto né amiga, o poder de compreenção que pode ser vário.Enquanto isto as velhas maquinas apodrecem em galpões espalhados pelo país. Meu abraço de admiração desta ´serie.

    ResponderExcluir
  28. Anônimo25/5/11

    Vou tentar anonimo pq nao to conseguindo comentar com a conta do google...

    Lindo Chica... mais uma vez voce conseguiu me transpostar ao passado com esse lindo´poema..senti uma simpatia imensa pelo seu Jacinto..quanta dedicaçao em vida e alem dela tambem...ele esta feliz assim ne...
    Bjs carinhosos
    Marcia

    ResponderExcluir
  29. Ei Chica, boa tarde
    História fofa. Que a alma do Sr. Jacinto descanse em paz, por que este negócio de voltar e assombrar a estação onde trabalhou só mesmo em contos, lendas e por aí vai.
    A propósito minha filha foi ao show e chegou sã e salva, graças a Deus.
    Bjo

    ResponderExcluir
  30. Chica,esse deu medo...rss...seu Jacinto arrepia na estação de trem!Muito criativo e bem escrito seu conto,amiga!Adorei sua participação!Bjs,

    ResponderExcluir
  31. Chica querida
    Arrepiante, mas muito interessante, sabes amiga existem muitas estações abandonadas e cada vez mais.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  32. Oi Chica!
    Um poema que mexe com o imaginário de todo mundo, da criança existente dentro de nós! Muuito legal!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  33. oi, minha Querida!

    Eu hoje entrei pelo seu perfil, e percebi quantos blogs vc possuí... Ou você é loca... Ou está se preparando para ser!kkk
    Eu só com um blog não dou conta de postar todos os dias, imagine você com esse montão de blogs...
    Não que eu não goste de postar, mas estou tão enrolado com o trabalho, que quando chego em casa o ânimo está lá em baixo...
    Mas quanto ao seu post, Chica!
    Esse é o sentimento de muitos, até mesmo os vivos, o sentimento de abandono total das ferrovias espalhadas pelo país inteiro..
    Meu próximo post lá no Desnudo, será sobre esse abandono, onde vai envolver ferrovias, prédios históricos e mais coisitas interessantes...

    Um noite maravilhosa pra ti minha querida, cheia de paz e amor no coração.

    Marcio RJ

    ResponderExcluir
  34. Triste , mas lindo de viver.

    Adoro qdo você vai comentar nos meus blogs...rs

    bjinhos

    Nina

    ResponderExcluir
  35. Boa noite minha amiga!
    Não tem nada que agradecer, é um privilégio vir aqui todos os dias e me deliciar com teus textos e os outros que descobri hoje.
    Vai explicar estas coisas, a gente gosta de uma pessoa e pronto. E quanto a Ivani, tenho um afeto muito grande. Enfim parecemos amigas de anos, né. QUE BOM VIVER ASSIM!!!
    Será que sou muito piegas?
    Beijinhos no Neno e em toda a família!!!

    ResponderExcluir
  36. oi Chica...

    essa foi de arrepiar,
    mesmo que tenha certeza que não iria
    encontrar Sr.Jacinto,
    não teria coragem de voltar à estação...

    é muito bom te ler,
    como sempre!!!

    beijinhos,querida

    ResponderExcluir
  37. Quando realmente se tem amor pelo que faz, é muito difícil abandonar, mesmo depois da viagem, pois a matéria vai, mas o espírito fica. Bela participação Chica. Adorei.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  38. Oi, Chica
    Meeeeeedo!!! Caramba, essa sua crônica foi de deixar os cabelos em pé, arrepiados. Você é craque nessa coisa de mexer com a nossa imaginação,né? Adorei o texto. Bjkas mil em seu coração!

    ResponderExcluir
  39. Chica muito querida,vv me fez lembrar do tempo em que morava na fazenda e,nas noite de muito frio,nos sentávamos na cozinha,em um banco enorme,ao pé do fogão à lenha,e as conversas eram sempre sobre fantasmas e todos nós fícávamos arrepiados e íamos dormir todos juntos,morreeeendoo de medo...
    Parabéns pela criatividade,Chica.Boa noite e lindos sonhos(sem fantasmas).Bjssssssssss,Leninha

    ResponderExcluir
  40. Correção:onde se lê vv,leia-se vc.Onde se lê nas noite,leia-se nas noites.Bjssss,Leninha

    ResponderExcluir
  41. Não tenho medo não... Adoraria "ver" o Seu Jacinto e pediria que me contasse tudo que ele já viu e ouviu nessa estação que ele ama tanto...Lindo texto chica! Bjo!

    ResponderExcluir
  42. Aiii, Fiquei mais com peninha do S.Jacinto do que com medo, Chica!! Talvéz seja pq medo tenho somente dos vivos (aliás, eu nunca vi uma assombracao pra ter medo dela, rsrsrsrs) Mas esse daria um excelente conto de terror!! Parabéns!! Salve sua criatividade e imaginacao, cada vez gosto mais!!
    Beijo grande, grandeeeee!!!!!

    ResponderExcluir
  43. Amiga Chica!

    Há quem acredite em histórias de fantasmas e almas penadas :) Eu não!
    Mas achei incrível a forma como contas e admiro a tua imaginação.

    Trabalhei muitos anos numa Empresa que teve como principal impulsionadora uma mulher de armas, sobretudo se consideramos a época 1800 e pouco- a célebre Ferreirinha - A Dona Antónia Adelaide Ferreira.
    Pois lá na Companhia, havia quem jurasse que se ouviam os cascos do cavalo que ela montava ... e alguns até a viam...
    Sabes amiga, a Empresa é de vinho do Porto :))))

    Hoje acordei muito bem disposta com vontade de rir... espero ter-te contagiado.

    Beijão

    ResponderExcluir
  44. Oi Chicaaaa!
    Saudades!
    Que conto lindo, aliáz tô sendo redundante, pois adoro te ler, me remete à história neles contados...
    Mas tadinho do seu jacinto, ele parece tão saudoso dos velhos tempos na estação de trem... rsrsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Oi Chica querida passei aqui só para te dar bom dia,meu dia hoje esta corridooo.
    Gostei do conto,maquinista corajoso!! coitadinho do Sr Jacinto!! Em minas quando pequena eu andava de trem de uma cidade a outra. Era tão bom!
    Aqui hoje esta um tempinho frio e chuvinha,tempo que eu gosto para tomar um cafézinho..rss..

    ResponderExcluir
  46. OI Chica,
    O texto está mega criativo, mas assustador! Adorei.
    Bjkas e uma ótima 5ª-feira para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  47. Oi Chica, bom dia! voltei!
    está conseguindo comentar os blogs?
    eu consigo alguns e outros não.
    no seu tudo bem! ainda bem!
    passei só para desejar um bom dia para você amiga,
    beijo

    ResponderExcluir
  48. Oi Chica
    Ontem o sono bateu cedo e me rendi rs
    nao deu pra vir , foi bom de certa maneira porque dormi sossegada sem o maquinista-fantasma hehehe
    gosto desses mistérios da morte Chica será que voltam? será que não mais?
    mesmo sendo tão querido como esse personagem do seu conto é claro que assustam, apesar de tão inofensivos ... ( ?) rsrs

    Um abraço grande e uma boa tarde.

    ResponderExcluir
  49. Teu texto me fez lembrar que as vezes tbm me sinto uma alma penada perambulando por aí com medo de "alguns" fantasmas que me incomodam muito mais do que os próprios "fantasmas"...
    Belo,Chiquinha!
    Bjka

    ResponderExcluir
  50. Chica, tudo lindo por aqui!

    Beijo Grande!

    ResponderExcluir
  51. Chica,

    Que dó da alma do seu Jacinto, tamanha a dedicação vagava eternamente.
    Grandes beijos

    ResponderExcluir
  52. Nem dá pra imaginar um fantasma vindo da sua imaginação, e se é mesmo, deve ser um "fantasminha camarada", um gasparzinho rs

    Parece historinha infantil, de tao fofo Chica!

    Beijinhos, e obrigada pela tua presenca sempre no CaFoFo, a gente sempre "se vê" e eu nunca falo isso :-)

    ResponderExcluir
  53. Oi querida!
    Tive que vir: PARABÉNS AO MARIDÃO!!!
    Muitas bênçãos e muitas alegrias!
    Um brinde ao Kiko!
    Boa festa!

    ResponderExcluir
  54. oie, tenho boas notícias, você foi vencedora da promoção "Distribuindo Flores" no blog Flores no caminho.

    www.tempestade-floresnocaminho.blogspot.com

    parabéns

    bjinhos

    Nina

    ResponderExcluir
  55. Boa noite, Chica!Passando para deijar-lhe um beijo e uma ótiam sexta-feira!

    ResponderExcluir
  56. então hoje é aniversario do maridão?
    peço sua permissão para mandar um beijo de parabéns, com um abraço bem apertado e votos de muita saúde.
    Nessa vida bandida se a gente não tiver saúde tá f....ferrado.
    Não é mesmo?
    Coisa boa comemorar aniversário. principalmente quando a familia está ali, junto.
    Um brinde a ele! e um beijo para você.

    ResponderExcluir
  57. Oi, Chica
    Depois dê um pulinho lá no Amadeirado para pegar o selo "500 corações em 1 ano". Você faz parte da minha felicidade. Obrigada por me seguir e contribuir com seus excelentes e gentis comentários!
    Bjkas com muito carinho.

    ResponderExcluir
  58. Bom dia,Chica!!

    Parabéns por ganhar a promoção Distribuindo Flores!!Espiei...mas não comentei...ia seguir mas hoje não abre os seguidores!!!De ninguém...nem ou seus vejo...a net tá cada dia mais doída...
    Gostei muito do blog da Nina, quando voltar ao normal vou lá...
    (Ela tem seguideores? Imagino que fica bem no começo, foi o espaço que ficou em brando...)
    Beijos pra ti querida!!!
    **E teremos um dia de sol, depois de uma semana cinza????!!!!! QUE BOM!!!

    ResponderExcluir
  59. Errata:
    (Ela tem seguidores?Imagino que fica bem no começo, foi o espaço que ficou em branco...)

    **Desculpe...rsrsrs

    ResponderExcluir
  60. Querida Chica! Simplesmente FANTÁSTICO! Amei!
    Muito bom mesmo!
    Beijo, beijooooo!
    She

    ResponderExcluir
  61. Chica
    A sua imaginação em escrever tão espetacular poema que de tanta assombração lá sozinha não vou.
    Como sempre suas apresentações são únicas. Beijos e bom fds

    ResponderExcluir
  62. Muito bom Chica. O modo como juntou o medo e a dó. A angústia de passar por ali.
    Gostei muito das palavras ritmadas e de como o poema fluiu.
    Beijos da moderadora do projeto Suas Palavras.

    ResponderExcluir
  63. Que texto gostoso de ler. Tem uma musicalidade muito boa.

    Bom, muito bom.

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿