♥ A festa...♥
 


As coisas não andavam muito bem para Lisa e George...
A cada dia pareciam estar em  mundos bem afastados.

Ele gostava de tricotar, ela tinha por passatempo remar...
Ela gostava de dirigir, ele, filmes em casa assistir...

Mas naquele dia, o caldo entornara...
Nem bem sabia o motivo, mas alguma coisa a irritava...
Ah! Aquilo a estava incomodando  demais!

 Sai pela estrada , adorava a velocidade. Iria voar...
Justo naquele dia, uma barreira na estrada.

_ O que houve?
Ah! Qu saco!

Antenada, lembrou-se de pegar o celular e ir ao seu Twitter, ver se alguma novidade sobre essa barreira ali era informada.
Desliga  o carro, olha e..nada!

Agora a fila nem mais andava!
Logo hoje que preciso correr para  poder meu fígado desopilar?

Resolve pegar um atalho...Sai "costurando" entre os carros...

Logo adiante, um apito a faz parar.

_ Seus documentos e os do carro,por favor ...

Nessa hora, dá-se conta que na fúria de sair de casa, não os tinha pego. Estava sem nada!

_ Seu guarda, posso explicar!  Meu marido é um chato, incomoda tanto que só vim pra estrada para a cabeça esfriar...E blá. blá. blá...

O guarda nem um fio de cabelo mexeu, nem ao menos um músculo em seu rosto movimentou...
Apenas batia a ponta  do pé, impaciente.

Que enrascada! E agora? Como faria?

Aquele homem, com cara de fúria a engolia...

Irredutível ele ficou e ela uma bela multa ganhou.
Teve seu carro aprendido, torrou no sol até que  num  guincho foi colocado.
Sem carro, sem nada, da Polícia Rodoviária  ganhou uma carona até o ponto de ônibus...
Dentro dele, na hora de passar pela roleta, dinheiro não tinha...
Confusão armada e ela pra fora do coletivo jogada.

 Pediu carona na rua e, para sua surpresa, quem acata o seu chamado?
Sua sogra e sogro que de outra cidade vinham por ali para o  filho e nora (ela)visitar.

- Que surpresa!!!O que fazes nessa estrada? O que aconteceu?

Em casa eu conto, disse ressabiada...

Deu tudo errado em meu dia, estou simplesmente acabada!

Finalmente chegam em casa. Tudo tão quieto  por ali estava.

_ George! - chama alarmada...

Temos visitas, ou melhor TU tens!!! São teus pais...

E continuava:

Anda, George, nada de gracinhas!
Faço de conta que tudo está bem, esqueço tuas chatices, mas onde estás?

Anda pela casa enquanto os sogros, largam suas malas no quarto de hóspedes...

Puxa vida., ela grasnava...Arre!
Além do George, ainda esses chatos pra meu dia azucrinar mais um pouco?

E agora?

O que faço com eles por aqui? Terei eu que assumir e fazer sala?
Ah! Essa não!

Enquanto cada vez mais se irritava só de pensar no fim de semana que teria que enfrentar ,com as rabugices de pais e do filho, ouve o barulho da porta se fechar...

Desce as escadas e lá está George com muitas compras do supermercado!

_ Oi,todo mundo!!!

- Papaaaaai, mamaaaaãe, já chegaram?

Lisa chega na sala e tchantchantantan!

Vê de repente, uma mesa bem colocada, um jantar ali improvisado e apetitoso e uma torta com velinhas...

Foi nessa hora que percebeu que do aniversário de casamento deles havia esquecido.
Ele, como sempre, convidara os pais e pedira que fosse surpresa...

Logo chegariam os dois filhos, os nove netos e seus cachorros...

Olha pra tudo aquilo e sorri...

Desde cedinho tinha algo que a incomodava., mas não soube colocar o problema no seu devido lugar.... Ela estava irritada, ela estava errada...
Mas nada que não se pudesse remediar!

Curtiria agora a festa, os bons momentos e depois, só bem depois, contaria sobre o carro guinchado, a multa polpuda e ainda os gastos com a retirada do carro no depósito...
Achou melhor não contar nada, seria na certa, um "presente" que a George, não iria agradar!

Ele, sempre tranquilo, com  seus tricôs, acabara um lindo xale bem colorido pra ela estava a ofertar!

E assim, pensou:

_São nossas diferenças de temperamento que fazem nosso casamento durar! 
Vamos assim, por muito tempo continuar!

Era o que mais desejava na hora em que brindaram e apagaram as 40 velinhas da torta...


chica

* Vi essa imagem e voeeeeeeeeeeeeeeeei como ela,rs...