♥ Nos palcos da vida... ♥


Enquanto gira o café,Lisbeth  lê seu jornal.

Momento tão bom  onde ela pode se atualizar e fazer o que gosta: ler!

Passa pelas notícias do mundo, chega às atualidades.

De repente, vê um casal de dançarinos a bailar.

Coloca as lentes de seus óculos bem pertinho. Aquela cena lhe tocou...

Aproxima mais e mais e vê , bem de perto. Consegue ver o sorriso nos lábios e o olhar apaixonados que une os dois.
Aquela cena com ela mexeu... 

Viu-se envolvida por  braços , numa aula de ballet, dançando.

Viu-se nas aulas, apresentações e ela assídua, persistente, aquilo tudo adorava.

Era jovem, bonita e por onde passava, suspiros chegavam.

Mas seu amor tinha dono: o dançarino  nº 1 , do corpo de bailes da "Escola de Danças Dreams".

Ele, meio de forma tímida, correspondia e alimentava o amor.

Estavam juntos nos ensaios, palcos das  cidades por onde se apresentavam..

Mas um dia, um tombo a tirou daquele lugar.  

Seu pé quebrado, nunca mais lhe permitiu voltar a dançar.  

Lembra o quanto chorou, o quanto sofreu!

Foi um amor muito grande, mas apenas enquanto as sapatilhas nós pés podiam bailar, durou...

Logo em seguida, outra parceira de bailes, ele encontrou.

Levanta dali, vai até seus guardados, relíquias de sua vida.  Abre o baú. Procura a sapatilha de ponta..   Era rosa. Dentro dela, uma folha amarelada... 

Era de Peter!
Estava escrito nela: " Nosso amor bailará em muitos palcos , sempre juntos!"

Ela lê,  relê e com lágrimas nos olhos vê que ali mesmo estava  bem demonstrado o que por ela  sentia. 

Serviria apenas aos palcos, não no palco da vida, do coração!

Hoje, a cena  ali no jornal, tantas recordações trazia...

Após guardada a sapatilha, o baú, torna a olhar  o jornal .Nele estampada a foto da neta July que mais uma apresentação faria.
  
Olha bem, fecha os olhos e pede:

-Que July possa bailar muito,muito mesmo!

_ Vovó, vovó!

- Estamos atrasadas!  Tenho que estar na escola mais cedo.A apresentação  logo vai iniciar... Vens ou não vens?

Naquela hora, vendo a animação da neta, sabe que vai acompanhar e aplaudir...

Torcerá fortemente para que ela  seja muito feliz, com ou sem sapatilhas.

É tudo que pode fazer!

chica