♥O barco... ♥

Daqui



Entre brigas, desentendimentos
pelo fato do escolhido pela filha, não aceitar,
acabaram-se todos os momentos,
chega o dia da filha a casa dos pais deixar!

Foi pra longe, tão longe,
lá na Holanda acabou de entrar...

Com o parceiro, companheiro
Espera poder ver que era amor verdadeiro,
e , um dia, com a bênção dos pais poder contar!

Passa o tempo,entre o casal, tudo em paz!
Os pais, saudosos, resolvem de surpresa, por lá aparecer...
Num hotel ,pertinho deles, escolhem para se estabelecer.

Chega o dia seguinte, nervosismo...
Sem a filha avisar, resolvem  uma surpresa fazer.
Assim, sem aviso, melhor tudo  poderiam perceber.

Já chegando, de mansinho
 o lugar lhes passa algo de encantamento.

Até no rio, à frente da casa,tem um barquinho,
flores o cobrem, mostrando o amor que vivem no momento!

Apenas à casa se apresentam
 abraços, beijos, acolhimento!

Ao perguntar pelo companheiro:
_Ele está lá dentro, no banheiro!

Os pais, felizes tudo notam,
ali dentro existe amor, tudo está arrumadinho!

O "genro" aparece : A surpresa então!
 _Mamãe, papai, esse é Karl!
_Karl? diz a mãe de sopetão!
-Sim, mãe, depois te explico...

Sem jeito e bem desconcertados
ao Karl, como genro, foram apresentados...

A história boa e bem explicada, ainda estaria por vir...
Apenas os olhares da filha, que pediam silêncio,
pareciam naquele momento ali existir...

Karl nada entendia de português,
puderam então depois pais e filha conversar...

Explicações dadas, mostravam que os pais tinham razão.
O antigo escolhido, em menos de um mês, uma holandesa arrumou...

Ela, determinada a ali ficar,
resolveu nada aos pais contar!

Sabia que escutaria!
Não queria mais brigas promover!

Agora, tudo bem explicado,
pais e filha iriam aliviados festejar.

O que tão mal, com mentira iniciara
em rio de amor, parecia para sempre navegar.

De volta para casa após dias ali com eles desfrutados.
os pais pareciam ter motivos para estar aliviados...

E, com a imagem daquele barco de flores
 pelo casal de lá longe, tão bem conservado.
preferem  dentro deles aquele casal marcar!

Enquanto as flores viçosas se mostrarem,
tudo por lá lindo , no capricho pelos dois arrumadinho,
os pais daqui, imaginam, preferem assim ver: que tem amor naquele ninho!

chica