♥ Entre vinhedos e barris... ♥


Passeios pelos vinhedos eram rotina de Giuseppe e Fredolina.

Lá, durante a semana, trabalhavam, aravam as terras,  podavam, de tudo cuidavam.

Criavam seus filhos com o suor daqueles dias quentes ali passados e das  tantas vezes que  seus dedos congelavam nos dias de inverno...

Mesmo assim,naquele  fim de semana, após o almoço em família, enquanto as crianças brincavam com seus carrinhos de madeira, eles saíram para dar uma voltinha, ficar um pouco à sós e sem o trabalho para lhes tomar o tempo.

Tão bom!  Ali, retornavam às crianças que, por força, cresceram dentro deles e que , podiam brincar novamente...

Recordações lhe vinham em mente.  Olhavam para cada cantinho da cantina e lembravam de tantas coisas que ali haviam acontecido.

Foram lindos os momentos.  
Furtivos, lindos... 

Longe dos olhares dos seus  velhos pais e avós, ali se encontravam...

E hoje, ao olhar para aquele cenário, os olhos riram uns para os outros...

Havia um toque de sapecagem naqueles olhares...

Assim, mesmo após a farta macarronada do almoço, dos cálices de vinho e do famoso "dolcetto" acompanhando um café, Giuseppe e Fredolina , entre vinhedos e barris ali se amaram com a força dos anos que os unia...

Reviveram os tempos dos encontros escondidos por lá...

Foi lindo!

Voltaram  para casa, olharam para seus filhos ali brincando e um cochichou ao outro, quase na mesma hora:

_Será que  fizemos o início de uma safra nova? 

Riram, até com o coração e foram brincar com a filharada.  

No dia seguinte a rotina recomeçaria... 

E o amor deixava tudo mais leve!