♥ Os toques do coração... ♥


Essa é minha participção no MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO 4, lá da Irene.

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Victória sempre foi uma menina quieta, introspectiva.

Tímida, acanhada, ficava apenas olhando as amigas em altos papos e risadas.  Não conseguia  comunicar -se com elas, ter a mesma alegria e entusiasmo a cada encontro.

Gostava de ler, pintar, bordar e sonhava em tocar piano.

Enquanto bordava, várias vezes, brincando com a agulha em suas mãos, imitava o toque num teclado.

Nunca tivera  ou se dera essa oportunidade, pensava,  mas seguia assim su vida.

Estudou, formou-se em medicina.

Suas habilidades de antes, foram deixadas de lado, pois o empenho no trabalho era muito.  Cuidava da Pediatria de um hospital da cidade.

Ali, envolvida com o trabalho, certo dia, viu um piano ser colocado numa grande sala, onde haveria um encontro médico no qual faria parte.

Tal piano fora adquirido pela administração do hospital   para proporcionar músicas àquele ambiente.

Tal encontro aconteceu e para amenizar os temas duros nele tratados, foi convidado um pianista que, desde o início de sua apresentação, da hora em que se apresentou até o final das músicas por ele apresentadas,a levou ao êxtase.

Parecia flutuar, envolvida naquela beleza de momento que ele proporcionava .

Ao término do encontro, após todos saírem, deu um jeito de vencer sua timidez e se aproximou do pianista que ainda guardava seus pertences.

Falou do seu encantamento pela música, por seu amor pelo piano e disse que nunca havia sequer tocado em um mas, mesmo assim, seus dedos pareciam bailar ao imaginar uma música.

Ele lhe deu toda atenção , ouviu-a e lhe convidou a sentar-se ao banco diante do piano.
-Senta e toca! Experimenta!

Ela, a essa altura, rubra de vergonha, deu uma olhada para o restante da sala.

Certificou-se que não havia mais ninguém por lá.

Sentou, fechou os olhos e deixou seus dedos deslizarem sozinhos ....

Passados alguns minutos, aplausos ela ouve.  O pianista estava encantado com o que ouvira de quem nunca antes havia tido aquela experiência.

Aquele momento foi o começo...

Uma linda e grande amizade  foi estabelecida.

A conselho dele, ajustou sua rotina de trabalho para conciliar com algumas aulas e nunca mais deixou de estar perto de um teclado.

Sua sensibilidade  cada vez mais cresceu e isso até ajudou no contato com seus  pequenos pacientes .

O seu talento foi descoberto e aquela noite, após alguns meses do primeiro contato, seria a de sua apresentação, no mesmo hospital, para um grupo de médicos e pacientes  internados.

Estava nervosa, mas feliz...

Devia tudo aquilo, aqueles bons momentos dessa sua nova descoberta ao seu amor, pianista Rogério que a aplaudia entusiasmadamente a cada final de música por ela apresentada.


Ao toque das teclas brancas e pretas, descobriu seu talento e ganhou um amor que a acompanhava sempre, equilibrando o lado duro de tratar com doenças de pequeninhos com a sensibiliade da música.

O amor usa  caminhos estranhos para se colocar na vida das pessoas.

Eles acharam o deles.

Ouviram os toques do coração...