♥ E elas cresceram... ♥

EDIÇÃO VISUAL do Bloinquês:
 
(((o)))o(((o)))o(((o)))


Ao ver essa linda foto, voltei no tempo...
Voei nas recordações.
Pensei em cada uma das minhas então  "pestinhas"...

Revi cada momento desde que pela primeira vez em pé sozinhos ficaram...

Cada um com seu tipo de temperamento, vontades, diabruras...

E quando juntos ficavam, aquela turminha de idades com 5,4,3 e 1 aninhos...Pareciam uma escadinha, linda demais!

Vejo ainda as perninhas de cada um, o crescimento , fase a fase, ao longo do tempo...

AH! Esse tempo!!Danado por um lado, pois voa e tão bom por ter tantas coisas permitido ver e perceber.

Em cada um ,uma mudança... Roupas que não serviam mais, deixadas ao próximo da "fila"...
Outras, nem podiam ser aproveitadas de tão surradas e até furadas...

Aquelas perninhas pequeninhas faziam milagres. Olhar de longe não dava a idéia do que eles eram capazes e ainda mais quando as oito "pernoquinhas" se uniam para aprontar alguma coisa...

Só não faziam chover!

E pouco a pouco as perninhas  cresciam... Os corpos iam se modificando. As vontades se mostrando e cada um queria andar com suas próprias pernas...

E assim fizeram...

Uns foram, andaram, voltaram, foram novamente... Sempre em busca de, para suas vidas o melhor escolher.

Escolhas certas, erradas, mas todas os fizeram crescer.

Nós, acompanhamos cada joelho machucado na tenra infância e mais tarde, quando quase adultos...

Sabiam para onde podiam vir pedir para os "joelhos e machucados" curar... Estávamos e ainda estamos por aqui assim...

E enquanto as nossas pernas que  também cresceram pela vida,  enfraqueceram,  mas ainda nos permitem bem andar, assim haveremos de estar.

Vemos agora  aquelas "oito perninhas" já crescidas, transformarem-se em muitas outras e nós sempre a observar...

Já somos agora da segunda geração de perninhas, mais doze... Umas já grandinhas, querendo voos solo alcançar, outras inda pequeninhas, com todo o mundo para viver e  sonhar.

E olhando essa foto, pensando nisso, não pude, deixar de  minhas emoções transbordar. 
Sem perceber, lágrimas do meu rosto rolavam...

Lágrimas boas, doces, lembranças de perninhas lindas que bem ao nosso ladinho andavam...