♥ Quem será?♥




Edição Conto/história do Bloinquês

Tema: Todos queriam saber mais sobre quem era o(a) novo(a) vizinho(a).

(((o)))o(((o)))o(((o)))

As "marocas" estavam  alvoroçadas naquele dia.

O elevador parado no 6º andar,  mudança nova no prédio entrando.
Era só o que sabiam...

_D.Mirtes, pode vir aqui um pouco? Perguntava D.Joaquina.
_ Claro, já estou indo!!!

E assim começam a espiar a mudança.

Foram as duas para a janela da casa de Joaquina, no 8º andar e de lá bem podiam ver todos os movimentos, móveis e pessoas que passavam.
Nada , nenhum detalhe era perdido.

_Xi, acho que  vamos ter um vizinho gatão, saradão, pois o que entra de aparelhos para musculação!!!

_ Tomara, esse prédio tá mesmo muito "caído". As idades daqui  somadas fariam inveja à Matuzalém...

-Será ele solteiro?

_Será bonitão mesmo?  Tenho esperança de arrumar um bom partido pra minha Zefinha, coitadinha, tão atrasadinha na vida. Tá com 59 anos e nenhum pretendente ainda!


_ Pois, sim!!! Acho que minha Norminha vai ver primeiro e quando ele a notar por aqui, esquecerá tuuuuuuuuuudo!...

Assim, ficavam as dias por lá a papear, a conjeturar.

E os móveis entrando...

Entra um cama de casal, daquelas enormes, com  dossel.

-Nooooooooooooossa! Deus do céu! Dizia, quase gritando a D.Mirtes.
Deve ser um rei esse vizinho...

E por aí foram. A desilusão veio quando viram um fogão de oito bocas entrando....
_Puxa, quem nos dias de hoje quer uma coisa dessas?

As horas passaram e as duas não viam ninguém estranho a não ser o pessoal da mudança e montadores dos móveis.


No meio da tarde, começa a aparecer gente estranha:

Uma senhora enorme de gorda com seu cão também bem robusto entram no prédio. As duas  controlam no corredor e o elevador parou no 6º andar.  

_É essa a nova moradora,diziam as duas, perdendo as esperanças.

Por volta das 17:30 hs, chega um garotão , esse sim, sarado, lindo...

Nessa hora, despedem-se as duas dizendo ter muito a fazer em casa...

Passa um pouco de tempo,  se encontram no corredor do 6º andar, cada uma com um pratinho na mão.

Desconcertadas, mesmo assim, bateram na porta e a senhora veio atender.
_ Viemos dar as boas vindas  e trouxemos esses docinhos!

A senhora as recebeu fria ,mas educadamente.
Elas entraram e começaram as perguntas de praxe...

Descobriram que o tal gatão, era o novo namorado dela .

_ Ele é esportista? Vimos que entraram tantos aparelhos de ginástica e musculação...

- Não!  É que para nosso relacionamento andar bem, ele precisa estar forte, segundo ele...
Assim, primeiro prepara almoços e jantas especiais, que quase  só eu como e depois vamos gastar as energias...

_ Na cama? Naquela linda cama que vimos entrar?

_Ora, não!!!
Aquela é  do Brutus, nosso cão... Só dorme nela!

_E a de vocês?

_ Bem queridas, acho que já fizeram perguntas demais por hoje, não?

Obrigado pelos doces e saudações...Nos veremos, certamente! E foi abrindo a porta.

As duas saíram muito mais intrigadas...Precisavam rememorar tudo o que tinham visto e ouvido por lá e então chegar  às conclusões...

E, pelo prédio  todos queriam saber mais sobre quem era o novo vizinho.

Ninguém sabia mais detalhes do que elas.

Até que um dia, ouvem a sirene de uma ambulância...
E, apressados , os enfermeiros entram no prédio, vão ao 6º andar...

Elas correm, chegam primeiro...

Lá avistam um triste quadro...
O saradão nervoso, roía as unhas e corria de cá pra lá!  
_ Minha querida se foi!!! Não aguentou! Ele falava ,mas  parecia estranho e frio...

_ O que houve?

Como sempre, dormíamos na banheira....Juntinhos, com a água bem morninha...Mas hoje, tive insônia e levantei...
Ela foi escorregando, escorregando ,escorregando e afundou..

Nem foi preciso falar mais nada e em pouco tempo ,ali estava a polícia. O levaram.  E só então os vizinhos ficaram sabendo de tudo:

A vizinha gordinha era a sua quarta vítima, nas mesmas situações.
Ele tinha taras, exigia que as vítimas comessem muito, mas muito mesmo...Era comidas e mais comidas.
Além disso, sempre presente a  cama de dossel para Brutus e depois assim terminava.

E como até aquela data ele não havia sido pego pela polícia, levava sempre em suas mudanças a velha e linda cama e Brutus, que apenas mudava de dona...
E essas sempre ricas senhoras gordas...

Agora acabara...

O mistério havia sido desvendado no prédio.

_E Brutus?

Foi doado para um canil, onde não se adaptou ao pequeno espaço e lá morreu.  Daqueles vizinhos, só as lembranças...

Passam, alguns dias   e D.Mirtes e Joaquina notam que um novo caminhão de mudanças estaciona na frente do prédio...

_Que bom!!! Poderemos começar tudo de novo!

Foi tão bom sonhar e ter novamente  o que fazer, riem as duas já indo em direção à janela...


*Imagem DAQUI