✿ Flores secas, mas vivas...



14ª Edição Suas Palavras 
Crie qualquer tipo de texto, desde que nele se encontre as seguintes palavras:

Fim - Passado - Namorado - Flor

(((o)))o(((o)))o(((o)))


No asilo onde se encontrava, Léia era a mais falante...

Estava sempre bem ligadinha na realidade, embora tantas vezes preferisse viver lá no passado.
Lá ela encontrava os motivos de hoje sorrir.

Tinha seu grupinho de amigas por lá e cada uma contava suas recordações.

E quando o tema  era juventude, logo ela dominava a conversa.

Mostrava sempre  - nem lembrando que já o tinha feito tantas vezes - flores de todas as cores, secas, guardadas dentro da sua velha Bíblia.

_Sabem - dizia ela - Cada uma dessas marcou momentos de meus namoricos e dos galanteios ...
Para me conquistar, traziam flores e eu as guardava uma para que lembrasse de quem as dava.

_Mas quantas flores! Diziam as amigas, que sempre pareciam ouvir pela vez primeira.

_Sim, fui muito bonitinha e namoradeira também,hi,hi,hi...

De repente, Dona Léia abre e retira uma  flor vermelha, já sequinha e com a tonalidade bem envelhecida.

_Essa foi a que mais me marcou...

E essa eu não ganhei ...

_Como assim?

Ele foi o único que lembro o nome, Jair, meu último namorado, com quem vivi até o fim de seus dias,durante muitos anos, não lembro quantos...

E na hora da despedida,ele estava rodeado de flores, retirei dele essa , a beijei e está guardada dentro do meu coração bem linda e viva, mas aqui, ela envelheceu.

_Vocês notam que ela é mais linda e forte que as outras?

E assim,as amigas terminavam todas com os olhinhos lacrimejando mais ainda, além das cataratas que tinham...

Se emocionavam a cada vez, mas sempre estavam prontas para ouvir novamente e reviver momentos...

E desse jeitinho, passavam os dias...


* Imagem retirada do google,ver AQUI