* Lembrar é reviver...






Participando da 54ª Edição Visual do Bloinquês


e da  52ª edição Conto/história:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Remexendo nas gavetas, Silvia chama Olavo, seu marido.
_Olha só o que encontrei!
Lembras daquele dia?

_Claro, como poderia esquecer tantas emoções num só dia?

Fizemos amor ali no campo e, cheios de alegria, ali deitados depois ficamos rindo de nós mesmos, da nossa força de vontade e de como havíamos driblado a "vigilância" de teus pais.

Ríamos das peripécias inventadas, dos planos arranjados que tinham dado certo...

O que não imaginávamos naquela hora era que  daquele nosso momento no dia seguinte, a notícia já estava em todos os jornais,pois havíamos sido denunciados por "atentado ao pudor"...

Justo naquele dia , acontecia na cidade o concurso onde venceria aquele qu trouxesse a foto da mais linda flor daquele parque e esta seria o símbolo daquela primavera que estava por iniciar.

Assim, fomos fotografados...Tudo ficou registradinho...

Na hora em que nossos pais nos viram na delegacia, nem ao menos tínhamos qualquer vontade de rir...mas hoje, tantos anos já passados, podemos fazê-lo ao lembrar...e como!!!!

Boas risadas,lindas e doces lembranças...

Olavo pega nas mãos de Silvia e lhe diz:

_ Tenho certeza que aquele que nos fotografou, apesar de todo bafafá para nós criado, realmente fotografou a mais bela flor que estava no parque:Eras tu!

Seus olhares então se cruzaram, as mãos se apertaram mais um pouco e um sorriso lindo nos lábios voltou!