Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Cliquem pra ver!

* A chave e a dúvida...

Foto retirada do We♥It

Participando da 30ª edição do  Palavras Mil

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Peter havia morrido
July, ainda chateada, triste,
parecia não crer no acontecido...

Dias após,a rotina se instala
decide doar  dele os pertences.
Um achado porém a abala...

Uma chave!
Para felicidade,seria um entrave?

Dela lembra muito bem
falta encontrar o baú agora
AH! espera, acho que está lá fora!

Dito e feito, como pensava
no quarto dos fundos,escondido estava.

Com a chave nas suas mãos, chora
o baú, escondido  poderia ser aberto

Posso decidir   jogá-la fora
mas vou viver com essa dúvida agora?

Se abrir qual segredo vou encontrar?
mas com essa dúvida, não posso ficar!

Trêmula, vence o medo
gira a chave e... lá vê o segredo!

Por que de Peter duvidara?
o que via apenas a emocionara...

Ali naquele baú  bem acomodados
todas cartas e bilhetes por ela mandados.

Todos eles bem guardados
Para sempre eram por ele lembrados!

A chave agora a confiança lhe devolvia
nada mais dentro de seu coração doia.

Apenas a saudade lhe torturaria.
mas com essa, certamente se acostumaria!

45 comentários:

  1. A gente acaba se acostumando com a ausência, ficam a saudade e as lembrança.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Amor sempre nos faz evoluir, mesmo que as vezes o ciumes sejam disperto...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Quantas vezes desconfiamos das pessoas erradas enquanto são outras que nos passam para trás, não é mesmo?! Foi preciso a perda de uma pessoa especial para ela ter de volta a confiança nele.
    Achei triste e ao mesmo tempo verdadeiro e poético.

    Parabéns, Chica!


    Bjooookas e ótimo dia, querida!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, mas agora pensei em algo cruel... E se ele tivesse guardado as cartas à chave para nao le-las nunca mais? Afinal, tudo que apreciamos e amamos mantemos bem pertinho, na gaveta da cabeceira da cama, no escritório....
    Chica, já vi finais infelizes aqui e agora, antes de terminar de ler o post, já estava convicta de q terminaria mal, rsrsrs mas vc, hein!!! Sempre surpreendendo!!! Aquele beijooooo!!!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Belo poema e conto pra começar o dia! As vezes imaginamos coisa que não existem rsss como eu por exemplo que já estava achando ter uma coisa terrível dentro do baú kkkkkk
    Beijos e ótimo dia pra vc amiga!

    ResponderExcluir
  7. Ele mesmo queria evitar a saudade, na hora que guardou as cartas trancadas no baú.. Acreditando que um dia não iria abrir, mas acabou abrindo..

    Bjs, fica com Deus *--*

    ResponderExcluir
  8. Uma beleza de texto.
    Fica sempre a saudade...
    Forte abraço
    Mer

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto Chica, como sempre ne.
    Beijosssss linda.

    ResponderExcluir
  10. Mais uma vez, adoramos o final...
    Que bom que Peter guardava as cartas de July e não de um outra pessoa...Ufa
    Beijinhos mil
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  11. Belo texto Chica...

    Confesso que achei que o final seria diferente...

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Hola Chica,

    muy lindos tus versos...
    la ausencia siempre duele, pero si es acompañada por bellos recuerdos duele menos...

    Te dejo saludos,

    Sergio.

    ResponderExcluir
  13. E podemos encontrar coisas nesses baús que nem lembrávamos mais existir...



    Chica, vamos no divertir muito sim! Não vemos a hora de tê-la por perto! :)

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  14. Lindo, Chica!

    De uma singeleza que emociona. Adorei as rimas e o rítmo, gostoso de ler.

    E penso que todos nós temos um pouco de medo do desconhecido. Fugir é o que nos ocorre, num primeiro momento.

    Parabéns!

    Bjo Gde.

    ResponderExcluir
  15. Chica, comovente seu conto poético!

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, Chica
    Muito bonito, seu texto/poema.
    Que talento!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Oii, Chiquinha...saudades !!!

    Ufa...ainda bem que eram dela as cartas. Já pensou!!! hehehe Tem coisas que a gente guarda mesmo a sete chaves e p/ sempre.:)

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  18. Dúvidas são sempre companheiras constantes,seguidas de medo e insegurança.
    Confesso que esperava pelo pior mas,felizmente ela enfrentou e se aquietou mas...e se tivesse jogado a chave fora,como muitas vezes fazemos!
    Viveria sofrendo com suas suposições...como também muitas vezes fazemos,não é Chica.
    As rimas deram um toque todo especial,adorei.

    Beijinho no coração.

    ResponderExcluir
  19. Sempre tão lindos teus textos.
    Eu gosto de ler com calma e fico pensando depois.
    A saudade é um querer bem que dorme e acorda.

    Beijo Chica.
    Fernanda.

    PS: Ah a Dona Joana , ficou mesmo muito feliz, fiquei a manhã e um resto da tarde com ela. Acho que vou ficar mais esta semana em casa e na outra já volto ao trabalho.
    Ela é meu bem querer, meu baby adulto.
    Beijo !

    ResponderExcluir
  20. A saudade sabe mesmo esconder td de mais belo...em um lugar que ninguém descobre...bjins mil!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    gosto das suas poesias e queria saber
    se é possível vc fazer uma poesia com um velho, um urubu e uma carcaça podre.

    ResponderExcluir
  22. Ô bichim discunfiado é essa tar de muié. Né Chica?

    Belo poema amiga. Fazia tempo que eu não via um poema narrativo. Ótima participação.

    Abraços e fique com DEUS.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  23. Linda postagem...

    bjs!!
    Talita!!!
    tatapalavrasaovento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Ficou demais esse texto/poema, ou poema/texto :)

    O final, como sempre, surpreendente.

    Parabéns amiga!

    Jinhos da Cid@

    ResponderExcluir
  25. Gosto de finais que nos surpreendem, Chiiiica!
    Beijos, muitos!

    ResponderExcluir
  26. Bom dia Chica.
    Gostei muito desse texto.
    Ele é muito bom para refletir.

    Tenha um lindo dia querida.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  27. Muito bom Chica!

    Gosto da rima, fui lendo como se houvesse música acompanhando. Gostoso de ler!

    bjs
    Adriana

    ResponderExcluir
  28. Você devia escrever um livro de crônicas.


    Bjao

    ResponderExcluir
  29. Chica, hoje vim visitar e saborear os textos daqui.
    Fico impressionada que vc tem tantos seguidores.
    Tb com este talento e dedicação é mais que merecido.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Chica,adorei sua história que mostra que confiança é tudo num relacionamento!Bela participação!Bjs,

    ResponderExcluir
  31. Lindo texto , Chica !

    Me tocou fundo , ...
    Hoje , finalmente ,aprendi a conviver com
    a saudade de uma forma mais doce , mais serena.
    Vi que dentro de meu baú também tinham coisas lindas que me trouxeram paz.


    BjO Grande e uma Linda tarde ...

    ResponderExcluir
  32. Chica
    Eu fico encantada. Como consegue tanta inspiração? Se me desse uma chave pra falar sobre ela ia ser uma folha branca porque lá em casa nada é guardada a sete chaves. E tudo aberto.
    com carinho Monica
    Será que posso torcer por voce? Seria injusto, né?
    Mas minha irmãs terão a ideia de como será o sorteio, então por enquanto posso torcer

    ResponderExcluir
  33. Menina, vc escreve maravilhosamente! Amei o texto. Para mim fica uma certeza absoluta: apostar no companheiro que está ao nosso lado,acreditar nele....

    ResponderExcluir
  34. Mas bah, Chica.
    Parabéns e boa sorte la no Palavras Mil.
    Como sempre a simplicidade do teu texto cativa os leitores.
    Abração.

    ResponderExcluir
  35. Nao canso de dizer que amo seus textos! Eu faco isso tb, guardo tudinho que recebo de todo mundo e principalmente do meu marido. Ate os papeizinhos rasgados num pequeno quadradinho, com um simples "I love you", eu guardo, rs. bjos

    ResponderExcluir
  36. E a gente vai aprendendo a lidar com as perdas Chica
    fica bem
    abraços

    ResponderExcluir
  37. Oi Chica, venho aqui publicamente te agradecer o mimo que tu mandaste para a nossa filhota, ela vai adorar.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  38. Chica,

    Antes de mais nada, é um beleza leve o seu blog. Uma beleza delicada. Parabéns.

    Conheci o "Historinhas do Neno" através do blog da Eliane e, pelas minhas contas, aritimética etc, ele deve ser seu neto, correto?

    Se for, que linda a iniciativa de incentivar uma criança e cultivar a criatividade e a dividi-la. É uma delícia, uma delícia como jujuba, como infância, como inocência.

    Se você não for a dita vovó e eu estiver errado, aproveito para convidá-la a conhecer o historinhasdoneno. Vai gostar, com certeza.

    Super beijo.

    ResponderExcluir
  39. Que blog lindo! adorei!!

    ResponderExcluir
  40. Lindo texto!! Por mais dúvida e medo, devemos sempre correr atrás da verdade, por mais dolorosa que seja.
    Ainda bem que desta vez o final foi feliz e surpreendente!
    Bjs

    ResponderExcluir
  41. Olá Chica.

    Belo texto, perder alguém querido é sempre muito dolorido.

    Abraços

    ResponderExcluir
  42. mINHA PARTICIPAÇÃO ESTA AQUI.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/2010/09/coletiva-palavras-mil-chave.html
    uM GRANDE BJS.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  43. Chica

    Muito lindo o poema, lindo demais.
    Participação como sempre maravilhosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Que gostoso ler essa estoria escrita em verso, com direito a suspense e tudo! Muito bom!

    beijos

    ResponderExcluir
  45. Chica,seu texto ensina o valor da confiança,respeito e cumplicidade na vida a dois.
    Meu abraço,
    Bergilde

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿