* Menos que nada...



...(texto escrito num dia em que a danada da saudade bateu forte...)



000o000o000

Hoje estou assim,menos que nada...

Estou com aquela cor de rato fantasma...

Meu coração dói, uma ferida da saudade de meu filho longe, com sua família foi mexida e está sangrando muito...

Vai passar, sei, estou esperando que a outra chica acorde e me dê um tapa no traseiro para que me anime. E, tenho que ter o maior cuidado.

Ela é danada. Quer logo dar um jeito na situação e mandar a tristeza embora.

Pega cornetas, trombones se for preciso e enxota tudo...até as nuvens ela assopra pra aparecer o sol.

Enquanto não acha,ela não sossega.

Mas isso ela, aquela outra chica que é forte. Esse lado que me tocou hoje é a chorona, sentimental demais...

Mas a qualquer hora estou esperando me reencontrar com ela hoje.

Sei quer alguma ela vai aprontar...

Ops, sproooooooooooooncktch, scmelatramtr, bramblammm...estou ouvindo um estrondo!

Não disse?

É a própria que veio com seu corpinho "delicado" e me deu um encontrão forçando a entrada dentro de mim...
Ainda não entrou toda, mas pelo menos, já consegui chegar até aqui...

Sei que ela vai conseguir colocar essa de molho e no seu lugar...

Essa menos que nada vai ter que se mancar. Já ficou por aqui, já teve seu tempinho...Já me fez mudar a casa toda de lugar,remexer,limpeza geral, voou de tudo fora hoje.

Agora, além de ter que chamar um tele-entulho pra levar a cacarecada embora, vou aguardar, confiante a chegada da outra...

E é bom que ela chegue logo, pois essa menos que nada, além de ser chata, não fica parada, fornece uma tristeza produtiva e já não aguento mais fazer nada... estou tri cansada!

E tudo por aqui já está tinindo de tão brilhante!
Chica normal, vem logo!!! Estou te aguardando!!!

* E ainda bem, ela já chegou!!!beijos,chica