* De dentro do carro...

Saindo de uma grande rodovia, onde tudo é pressa, barulho, correrias e movimento,de repente, tomamos um atalho de acesso, estrada vazia...

Que paz! Que tranquilidade! Que bom sentir isso!


Florestas a ladeiam, passam carros, todos com o mesmo destino:chegar ao mar...


Naquela hora,uma chuvinha fininha, a deixava molhada...


Apesar do cinza, não se podia deixar de perceber essa carreta puxada por velhos bois, carregada de feno se dirigindo para algum lugar onde toda carga tinha já destino certo...


Assim, é na vida...
Passamos pelas suas "estradas", uns com muita pressa, outros lentamente...


Uns sabem onde vão chegar, levam a bagagem certa...Outros, apenas carregam...


Bom é poder ter a diversidade de olhares, entre o que nos aflige, como o das rodovias agitadas e perigosas, sabendo que a qualquer hora, podemos encontrar os "atalhos" que nos restituem a paz...


E o que é melhor ainda, ela pode estar dentro de nós e é ela,que nos faz perceber no paradoxo, movimento/calmaria, o veículo passando lentamente, deixando a cena mais linda ainda...


Assim, de dentro do carro, que poderia significar a velocidade e pressa, podemos retratar a carreta, que significa a paz, tranquilidade em um mesmo momento...


Que saibamos encontrar tais atalhos...

Que possamos ver e perceber o que pode nos dar a paz!


* Foto, também da chica, na época das férias