♥ Caminhadas e...♥
 





Caminhando pela praia , ela sente uma fome-vontade:  comer galeto, polenta !
Onde ali achar?


Nem valeria a pena procurar!

Conversam sobre a vontade, unida ao desejo  de na beira mar morar...

Poderiam quem sabe, ali um negócio montar...

Algo simples, bem simples.Apenas galeto, polenta e salada verde. SÓ!

Hmmmm...
Ela  já salivando, fala:
- Seria um sucesso...Ali nada parecido existia.

Mas, quem a comida faria?
Quem faria as compras para o negócio abastecer?
Longe de tudo, não seria fácil de se locomover...
Mas foram adiante...
Viam o negócio pronto a prosperar...
Todos no pequeno vilarejo haveriam de gostar.

Mas na certa, de turistas precisariam...

Porém, quem vem para o Nordeste, frutos do mar prefere saborear.

Mesmo assim,seria uma ótima pedida.
Variar é preciso e um galeto, como os do Sul, é sempre bom...

Continuaram a caminhar e sonhar...

Caminharam, caminharam...

Foram horas de caminhada...

Depois ainda a volta teriam...

E, cansados, retornam...

O assunto volta à baila...

_O sucesso seria certo, mas certo também o trabalho. Arrumariam inimizades na vila pois tirariam clientes dos já existentes...
Com a imaginação à milhão, anteviam até  o perigo de serem executados por jagunços a mando de alguém,...

Ah! Quer saber de uma coisa?

Deixa  assim mesmo! Quando aqui, comemos comidas daqui...Resolvido! 

Nessa hora, acordou, com uma fome tão grande, vontade de comer até os pés da  mesa se nada mais tivesse...


Descem para o café, se deliciam com os quitutes nordestinos e enquanto saboreiam, ela conta o sonho ao parceiro...

Nele, um negócio nasceu, foi criado, desmoronado em pouco tempo,rs...

E continuaram o café, pois havia muito a fazer, aproveitar em mais um dia por lá, sem empreendedorismos...

chica