♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥

♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥
Cliquem pra ver, no chica escreve por aí!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥O reencontro... ♥


Foto retirada do FLICKR


(((O)))(((O)))(((O)))

Quinze anos haviam se passado que Marcos e sua vó, D. Benta, haviam se separado.

Marcos que fora  estudar na Inglaterra, acabou por lá ficando e trabalhando.Casou,descasou e nunca mais para o Brasil havia regressado.

Marcaram um encontro numa praça, que era onde moravam as lembranças de Marcos com sua avó. Ela o levava sempre para pegar sol e brincar por lá. Hoje, ela é que deve ir até lá para tomar o seu solzinho.

Ao chegar, de longe, avista, emocionado sua avozinha, agora, bem envelhecida.

As saudades, por certo, haviam deixado marcas em seu rosto e até no coração.

Foi se aproximando e de surpresa, senta no banco.

Ela o vê e olha bem..

Um novo olhar,outro e outro e um sorriso de felicidade se esboça em seus lábios.

Pergunta apenas, olhando com a face de quem está indignada:

_ Levaste um choque, meu querido...Foi a emoção de me rever que te arrepiou o cabelo?

E deixa escapar o que realmente lhe preocupava:

__Ma come? Se piove cannolicchi,che farai???* 

 Estamos quites,Marquinho... tu arrepiaste os cabelos e eu encolhi e me enruguei toda...Mas somos os mesmos,não é?



Marcos com essa frase ouvida, sabia que reencontrara, após tanto tempo, sua mesma querida avó e que ela permanecia igualzinha, até mesmo misturando os idiomas, apesar da aparência.

Sabia que iriam se dar muito bem novamente e que suas conversas seriam retomadas do mesmo fio da meada onde haviam sido deixadas.

Ela era uma avó diferente,sabia tudo encarar com naturalidade e seu senso de humor fazia toda a diferença.

Depois daqueles início de conversa, tinham muito pela frente e sabiam, boas risadas viriam.
Muitos abraços e beijos também!

Não haviam diferenças entre eles...chica

(((o)))o(((o)))o(((o)))

*Expressão italiana que significa: 

Mas como? Se chove as massinhas furadinhas, o que farás?... 
(Preocupada que elas ficariam todas presas nos cabelos arrepiados,rsrs)


** Republicação! Talvez alguns já tenham lindo, mas foi publicado  em 2010.

29 comentários:

  1. Querida Chica,

    se você arrumasse os textos como se faz nas poesias, poesias seriam.

    Amo o estilo que você arruma as palavras, as rimas que encontro, e a gostosa sensação de vida, cotidiano que você escreve!

    Combina comigo!

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha, Chica!
    Devias publicar um livro com os teus contos e poemas.
    Sabes? Imagino-te,um dia, tal como essa idosa...com resposta pronta e aceitando as mudanças...

    Achei o texto uma ternura!

    Parabéns, Chica.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Quando se ama não existem diferenças, a prova é esta avó, que o seu coração falou mais alto.

    Um beijinho Chica

    ResponderExcluir
  4. Um encontro único de gerações que se amam e completam!
    Adorei...bj

    ResponderExcluir
  5. Eu não havia lido Chica e achei uma história encantadora.
    O reencontro de um neto com a avó,mesmo diferentes,continuavam se amando
    Lindo.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito encontro! Cheio de humor e amor!! Beijo! Renata e Laura

    ResponderExcluir
  7. História linda e encantada, um amor para sempre entre avós e netos, espero ser uma velhinha cheia de humor com ela!!!

    bom dia!

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica,que história mais bonita.
    Um reencontro lindo entre a avó e o querido neto, repletos de saudades!!
    Beijos, uma boa noite!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  9. Oi Chica,que história mais bonita.
    Um reencontro lindo entre a avó e o querido neto, repletos de saudades!!
    Beijos, uma boa noite!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. Ei Chica
    História tão fofa, carregada de emoção e boas lembranças, adorei.
    Beijo, querida.

    ResponderExcluir
  11. Chica, vc consegue fazer pensar e pensar na vida de modo de nos transportar ali naquele banco,( vc é maravilhosaa)
    forte abraço elisa

    ResponderExcluir
  12. Oi Chica, assim que bati os olhos na foto me chamou atenção, mas ao ler a estória, ameiii, , reportei aos amigos, quando existe uma amizade verdadeira, um amor sincero, ixiii, pode atravessar a coluna do tempo que não se apaga, continua a existir o elo, foi o que aconteceu, além do laço de sangue, o sentimento de amor existente permaneceu e falou mais alto.
    Linda estória para começar a minha sexta-feira, obrigada por proporcionar-me esse momento.
    Beijos no coração, minha linda e, fica na paz.

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Chica,
    Uma história linda nesse reencontro tão sonhado.
    As diferenças físicas encontradas jamais apagaram o amor, o carinho e a saudade que uniram neto e avó, apesar de passados tantos anos.
    É que o amor entre netos e avós é intemporal e as conversas recomeçam sempre como quando foram interrompidas.
    Uma história que me comoveu muito, pois tive uma situação muito semelhante com esse espaço de anos.
    A Elisa tem razão. Devia publicar seus contos.
    Um grande beijinho e bom fim de semana.
    Ailime
    (Eu ainda não havia lido).

    ResponderExcluir
  14. Chica, não havia lido antes e amei. Ao ver a imagem não imaginava o caminho que seria seguido pela conversa. Avós têm uma grande capacidade de aceitação e são movidas pela linguagem do coração. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. E na hora do abraço, o cabelo deu uma espetadinha?
    rs Não importa. Foi um feliz reencontro. O tempo não conseguiu apagar o doce amor que sentem um pelo outro.
    Feliz conto, adoro tua escrita bem humorada que nos aconchega e faz refletir de como a vida pode ser leve apesar dos problemas beijos

    ResponderExcluir
  16. Um reencontro emocionante e revelador! Tantas emoções rolando e sendo desfrutadas com humores...
    Concordo com o pessoal: Escreva um livro! Abençoará muita, muita gente!! O que vc sente é construtivo e compartilhar em 'literatura' vai valer a pena...

    Beijão e BFS...

    ResponderExcluir
  17. Oi Chica,
    Eu não tinha lido ainda, e adorei a estorinha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. A vida e seus reencontros! lembranças Que nos impulsionam! 😊😊😊

    ResponderExcluir
  19. A vida e seus reencontros! lembranças Que nos impulsionam! 😊😊😊

    ResponderExcluir
  20. Gostei dessa mini história, aproveito e agradeço a visita no meu humilde espaço.

    ResponderExcluir
  21. Chica você é inesquecível, estou aqui e nem acredito, o corre da vida, cuidando do Manu de dia e Lorenzo a noite não consigo nem abrir pc, mas hoje consegui e até publiquei uma bobagem, ditada pela tristeza que ficou depois da grande viagem de meu irmão, ele e o meu Luiz aqui na terra eram minhas pilastras, mas vamos que vamos. Tua historia é deliciosa de se ler, como é bom os reencontros, bjos mil

    ResponderExcluir
  22. Oi Chica! Quando alguém faz diferença na vida da gente, não há tempo que mude o afeto, mesmo quando mais as diferenças externas são imensas.
    Linda postagem, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim é, Chica! Nem diferenças de idade, nem separações geográficas afastam as almas que se amam. Belo texto, boa semana!

      Excluir
  23. Bom dia, colega Chica!
    Este texto, ainda não havia lido. Adorei!
    Tuas palavras são muito bem empregadas, parabéns! :)
    Ei, moça!
    Dê uma passadinha lá em "GAM Dolls (2)" e confira a fofa restauração que fiz.
    Ficarei feliz com sua visitinha e comentário, sempre tão gentis.
    Tenha uma linda nova semana.
    Abração pra você! :)

    ResponderExcluir
  24. Muito bom para refletirmos que não importa o tempo que passe, o que não se deve é deixar de estar presente ainda quando é possível!
    Adorei Chica e fiquei emocionada com seu texto!
    Bjuss!!!

    ResponderExcluir
  25. É sempre emocionante o reencontro de duas pessoas que se amam, principalmente do neto com a vovozinha querida. Belo conto Chica. Isso sem contar com a aula da língua italiana. Rsrs.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  26. Nao lembro de ter lido, amiga, mas, adorei. Quero ser uma vovozinha assim. Que Deus abençoe semre mais a sua criatividade.

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  27. Olá querida Chica, quero agradecer-lhe as palavras sempre doces e ternurentas que sempre deixa no meu blog. Um muito obrigada e um grande Bem Haja!!
    Adorei o seu texto, infelizmente devido as dificuldades que Portugal atravessa muitos portugueses seguem o mesmo rumo que as personagens da sua história. Muita gente parte em busca de uma vida melhor e muitas famílias são separadas ...Esperemos que a realidade também tenha um final feliz e que os avós reencontrem os seus netos. Beijinhos

    ResponderExcluir
  28. Tenho muitas saudades de minha avó...
    Qdo o amor é o sentimento principal, a casca não tem tanta importância.
    Esse eu ainda não tinha lido.
    Beijos!

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿