♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥

♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥
Cliquem pra ver, no chica escreve por aí!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ O namoro, um sonho e o lampião... ♥




Era noite e melhor, noite de quarta-feira...

Dia permitido para em casa namorar... Sim,havia dias marcados... Quartas, sábados e domingos...


Mas o pai de Luiza ainda estava a "vigiar".

Naquela sala, diante dela e do namorado, tudo a controlar...

Pobre casalzinho!

Hoje ,apenas um abraço e um beijinho apenas no rosto dado.

O pai, parecia endiabrado. Para nada levantava do sofá!

Por volta das vinte e duas horas, corda no velho cuco foi dar.

Aquilo era o sinalizador. Hora de ir embora para o forasteiro namorador...

Mas Luiza e Beto, sonhavam , imaginando a hora da despedida.

Por lá, sem o pai, os tais beijos e amassos haveriam de rolar ,no escurinho, diante da porta.

Ele pigarreia,  levanta-se,despede-se formalmente do Sr. Eustáquio, como rezava a boa educação e dirigem-se para a porta, esperando o escurinho .

Lá não seriam vistos nem pela D. Nair, vizinha fofoqueira...


Qual não foi a surpresa de ao chegarem lá, o velho lampião, tão esquecido, estava limpo, brilhante e com lâmpada novinha ,tudo a iluminar...

Sr.Eustáquio, lá de dentro espiava e sorria...

AH! Bons tempos e agradecia que seus pais não tinham sido tão chatos quanto ele que, da sua Frederica agora tantas e tantas saudades sentia!

chica




31 comentários:

  1. Bom dia Chica,essa história me faz voltar ao meu empo de namoro com meu marido no portão de casa e de vez em quando o meu pai amado estava nos espionando.rs.
    Bons tempos!
    Adorei.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Risos!
    Bons tempos... Tudo vigiado e o romance era tão intenso! Éramos criativos, né, Chica, e aproveitávamos o tempo com grandes emoções e carinhos...
    História Legal!!
    Bjs e UM BOM DIA...

    ResponderExcluir
  3. Olá Chica! Minha amiga lááááá do comecinho da "árvore"! Olha, essas despedidas costumavam durar mais do que o namoro inteiro, né não? E haja tosse do pai!! hehe

    Beijo pitangueiros,

    ResponderExcluir
  4. Hahaha, eita que meu pai tinha um quê do Sr. Eustáquio! Até que dava pra aproveitar o escurinho da porta, mas quando a luz da garagem se acendia... afff, namorado já estava lá do lado de fora do portão dando adeus! rsrsrs
    Adorei a história!

    Bjão, Chica! =)

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica! Engraçado como muitas vezes repetimos comportamentos que um dia discordamos ou agimos como não gostaríamos que agissem conosco...Tudo é aprendizado.
    Puxa, nunca tive namoros tradicionais, demorei muito a namorar e namorado pra levar em casa mesmo só aos 23...Minha mãe era boazinha hehehe
    Beijos, sempre muito bom te ler!!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo e como é romântico um namoro no portão sob a luz da lua e do lampião não é? Lindo texto. tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  7. Excelente!!! Recuei no tempo, recordei o meu tempo de namoro, tal como a Luisa também eu só namorava às quartas sabados e domingos, não tinha um pai a rondar, mas a minha irmã com quem eu vivia.

    Um beijinho Chica
    Adélia

    ResponderExcluir
  8. Obrigada, Chica!
    Sinto-me honrada sempre que dás destaque a uma das minhas foto.

    Adorei o texto e fez-me rir, pois no meu tempo, mesmo não sendo o namoro, tão severo, não havia a liberdade de hoje.

    Mais uma vez o meu obrigada!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Bela foto da Elisa!
    Chica, não se tinha a liberdade de hoje (rss). Os namoros eram mesmo controlados. E como!!!! Eita lampião fora de hora (kkkk). Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Hahaha, tadinhos! Imagine a dificuldade? Kkk tanto encanto! Que foto linda!
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Namoro, época tão gostosa, uma das melhores fases na vida.
    Esta foto que você escolheu é maravilhosa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Suas histórias são sempre ótimas, Chica. E tem um quê de vivência própria nisso tudo, não tem?

    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Esse cuidado que os pais tinha sobre as filhas, e sobre os filhos, "Mexeu com a moça, tem que casar"... ajudava a fortalecer os jovens emocionalmente. Hoje, a tragédia emocional é uma coisa terrível

    ResponderExcluir
  14. Eita, que bonita! Tu levas jeito de contadora mesmo! Gosto demais e era mesmo assim! Minha mãe ficava na outra sala, escolhendo feijão! Que vontade de esganar esse Sr. Eustáquio! Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Que fase boa a do namoro, mesmo com as complicações, rsss...
    A luz do lampião então...
    Que romântico!
    Lindo chica!
    Beijos!
    Mariangela

    ResponderExcluir

  16. Olá Chica, Sua crônica me levou ao terraço lá de casa, onde havia uma palmeira onde ficávamos atrás para namorar. Ainda hoje lembramos disso.rsrsrsrs.
    Beijos
    Maria Luiza
    (Lulú)

    ResponderExcluir
  17. Tempos longinguos, cheio de guardiões. bjs

    ResponderExcluir
  18. Belos tempos quem é que não os tem kkkkk,beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Bons tempos, no qual os namoros tinham conotação diferente de hoje, belo texto, parabéns Chica.

    Abração.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Chica, esta casa da magnífica foto da Elisa me fez lembrar a casa de meus avós, mas sem lampião por perto.
    Agora imagine meu pai muito atrevido saltando pela janela para ir para o escurinho com minha mãe. Minha avó jurava que tinha visto ele a saltar de lá;))!
    Desculpe a introdução, mas achei a sua história o máximo! Admiro imenso o seu sentido de humor.
    Meu pai era assim um pouco como Sr Eustáquio, mas só policiou minhas irmãs. A mim deu-me toda a liberdade. Tb não dei muito trabalho;))!
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  21. Era assim mesmo, Chica, ainda me lembro! Quantos namoros e pais assim tive que atravessar! :) Muito bom, amiga; boa semana.

    ResponderExcluir
  22. Olá Chica! Quem sabe, um saboroso bolinho com um delicioso laxante dentro seria um bom presente e resolvesse o problema? Enquanto o seu Eustáquio se derretesse no sanitário, o Beto e a Luíza aproveitariam para os beijos e amassos, ao som da bela melodia tocada pelo sogrinho. Rsrs. Muito bom amiga! Sempre inspirada.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  23. Oi Chica,
    Vc fez me lembrar de minha mãe, que era muito chata! Acho que foi ela que deu ideia para o Seu Eustáquio limpar o lampião.
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Chica, pretendo fazer a BC a cada 15 dias. Sexta-feira pra gente ter tempo de fazer o post com calma, sempre vou informar o tema da BC seguinte.
    Espero que vc participe. E ainda dá tempo de participar da BC Amizades Virtuais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Felizmente são cenas de tempos bem longínquos...essa casinha da Elisa é bem parecida com "o meu refugio" bem no centro do país.
    Estava com saudades dos amigos blogueiros...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  26. Oi Chica
    Como sempre as sua histórias nos faz voltar ao tempo...minha avó contava histórias assim e era real.
    Recordar é viver.

    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  27. Oi Chica. Belo texto e grandes recordações. Era mesmo assim, no meu tempo também era quase assim, não ficava na sala, no terraço, mais sempre com gente por perto. E qd chegava a hora dele ir embora, meu pai ficava piscando a luz, acendendo e apagando. Este era o sinal. rsrsrs bons tempos aqueles. Um bom dia prá vc querida.

    ResponderExcluir
  28. Ah! coitadinho do casal, chica. Maldade do s. Eustáquio...rsss
    Abraço.

    ResponderExcluir
  29. Chica, sem duvida nenhuma estas recordações ficaram na história, adorei!!!
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir
  30. Que bom lembrar e viajar numa historia.
    Lembro bem desta marcação dos pais. A minha primeira namorada lá no inicio da década 70 o pai da moça alem de um despertador daqueles barulhentos que ele acertava na sala vendo uma Tv ele na hora de mandar a gente embora, passava com um pinico branco em direção ao quarto dele,kkkkkk. Era cômico, mas a gente saia de fininho.
    Aqui o lampião derrubou toda estrategia,kkk.
    Muito bom texto Chica.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  31. Eh, há quanto tempo não se namora assim! E eu me lembro, que a minha mãe é que gostava de vigiar, rsrsrs
    Mas, era um tempo romântico, um tempo de namoro mesmo esse aí, quando o namoro cumpria seu papel de fazer o casal se conhecer, conversando, sonhando, sem a libertinagem que hoje acontece.

    Grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿