♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥

♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥
Cliquem pra ver, no chica escreve por aí!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ Murmúrios de uma borboleta... ♥


Anos e mais anos  sentia-se presa.

Uma borboleta presa, dentro de uma redoma.

Apenas nos lugares restritos podia voar, apenas em círculos...E ela ansiava por liberdade.Voos longos, muito longos!

Lá de dentro via e acompanhava a rotina.Sempre que  naquele aposento,  Dona Margareth  chegava.

Ali ela passava todos os dias cedinho pela manhã, lia com auxílio de uma grande lupa palavras da Bíblia, que estava naquela espécie de altar, onde eu em minha redoma igualmente me encontrava...Lia, resmungava, fazia muxoxos e de lá saia.

A rotina era idêntica a cada dia...

Num desses dias, sentindo minhas asas pesadas, estranhas, senti que meus dias estavam perto de ter fim. Sentia-me parecendo despedir-se dos voos, ainda que restritos, mas sempre voos e movimentos.  Estava quase parada, quase ,quase...

Num último olhar, vi adentrando Dona Margareth. Fui até onde ela me podia ver bem.
Bati, bati,bati minhas asinhas  num esforço fora do comum e ali pensei:

_ Eu aqui dentro e ela ali fora, somos prisioneiras. Ela de uma rotina que se impôs e eu, de uma que me foi imposta.
Mas ambas presas, ambas deixamos de viver a vida.

Nessa hora, as asinhas pararam, meu corpo caiu................


30 comentários:

  1. Que triste e lindo seu conto,Chica! Me emocionei....bjs,

    ResponderExcluir
  2. Sei lá Chica! Fiquei pensando em mim. Me identifiquei com a borboleta. Só que agora estou voando bastante e para lugares que nunca imaginava ir. Quase que eu me deixo abater. Quase que perco minhas asinhas.

    Chica, também quero dizer que estou trabalhando muito e se eu demorar a visitar os amigos e por conta do trabalho que está me exigindo demais. O bom é que agora estou fazendo o que gosto. Estou adorando minha nova função, mesmo que ela não me deixe tempo para estar conectada.

    Beijão para ti e feliz dia das mães atrasado. :)

    ResponderExcluir
  3. Boa noite amiga Chica!!!
    História interessante...e é por aí...nós nos fazemos prisioneiros ou não...depende da situação...enfim ser feliz depende de cada um de nós...
    Passei por lá no "Cacarecos" da Nádia e li sua entrevista, adorei!!!
    Feliz e Abençoada Semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  4. BOA NOITE, COLEGA CHICA!
    LINDO FUNDO MORAL, SÓ FIQUEI COM DÓ DA BORBOLETA... TADINHA!
    DÊ UMA PASSADINHA EM "GAM DOLLS (2)". POSTEI ARTEIRICE NOVA, HOJE!
    MEU GATOS AGORA TEM PÁGINA NO FACEBOOK. APAREÇA POR LÁ! SÓ POR "GAM - PET & CATS" NA BARRA DE PESQUISAS. ;)
    TENHA UMA LINDA NOVA SEMANA.
    ABRAÇÃO PRA VOCÊ! :)

    ResponderExcluir
  5. Borboleta eu sou,borboleta meio gente ,meio asa...mas sempre sonhando.
    lindo texto ,profundo e bem escrito
    meu beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá, Chica. Boa noite e boa semana! Tão lindo o conto, más triste. è um exemplo de que a vida tem que ser vivida., com liberdade, alegria e amor. Obrigada amiga por partilhar! è sempre muita emoção. bjos! Agradeço o carinho lá no meu cantinho.

    ResponderExcluir
  7. Oi Chica,
    Quem pode viver plenamente a vida,
    muitas vezes não aproveita, e essa pobre borboleta, tanto queria viver e ter liberdade e não conseguiu. Assim é a vida...
    Bjs!

    P.S.:Adorei sua entrevista!

    ResponderExcluir
  8. Chica. Isso nos faz refletir que sempre devemos ter um tempo para pensar nas nossas escolhas. Dessa maneira não ficamos desagradadas e nem desagradamos os outros. Ou pelo menos tentamos. Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Chica, que dóoooo!!!!
    Não pode prender em nenhuma redoma, tem que deixar livre pra ir e vir qdo tiver vontade...
    Ah, que coitadinho!!!!
    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  10. Povera farfalla... Baci Chica.

    ResponderExcluir
  11. E um texto bem triste, liberdade todos precisam, voar livres e escolher caminhos.
    Um lindo dia.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  12. Chica , muitas das vezes em nossas vidas nos deixamos ser esta borboleta , a medida que tomamos atitude as pessoas em volta se assustam mas logo acostumam com a novidade e nos apoiam e aí nos tornamos feliz e fazemos o outro feliz,
    vc sempre tão perfeita em suas postagem
    FORTE ABRAÇO
    elisa

    ResponderExcluir
  13. oi Chica,

    temos direito a liberdade,né?
    de que adianta termos o direito de viver uma vida linda,
    se nos aprisionamos dentro de nós mesmos...
    lindo,Chica,adorei...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Olá Chica

    Para se pensar!!!
    BOM DIA!

    AMIGA DA MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  15. Quantas borboletas estarão presas à quantas Margareths!
    Será que a morte as libertou?
    Beijinhos Chica

    ResponderExcluir
  16. Oi Chica,linda história e bem reflexiva.
    Devíamos ser como as borboletas,sairmos do casulo
    e encontrarmos à nossa liberdade.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  17. Todo mundo quer ser livre, afinal falta de liberdade e rotina entristecem qualquer coração.
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  18. A liberdade é tudo, o casulo nos aprisiona. Precisamos fazer como ela, sair do casulo e buscar a vida com intensidade.
    Bela reflexão, chica!
    Abração.

    ResponderExcluir
  19. Triste, nada melhor que a liberdade e podermos escolher por onde caminhar, infelizmente nem sempre assim é.

    Beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  20. Analogia perfeita neste linda triste historia, somos como borboletas, tudo que queremos é mesmo a liberdade.
    Gente é para brilhar mesmo né Chica?

    ResponderExcluir
  21. Nos acostumamos à rotina, depois com o tempo ela vira tábua de salvação. Desse ponto se
    tornará mais difícil alçar voos. Nossas asas ficam grudadas. É preciso exercita-las fortalece-las, dando continuidade aos sonhos. Logo os voos serão reais. bjs
    Parabéns, Adorei apesar de triste, foi um alerta.

    ResponderExcluir
  22. Não sei como se consegue maltratar animais ou tê-los prisioneiros!!

    A Liberdade é algo de maravilhoso e cuja privação causa muito sofrimento.

    Beijinhos, Chica

    ResponderExcluir
  23. Que texto cheio de sentimentos!! Nos faz pensar sabe?!
    A liberdade não só de ir e vir mas de falar e pensar é um presente de Deus!!
    Mil beijos querida e obrigada sempre por suas visitas!
    Linda quarta!!
    Cris

    ResponderExcluir
  24. Quando se é prisioneiro da sua própria criação, a vida deixou de fazer sentido...

    Abraço, Chica.

    ResponderExcluir
  25. Olá Chica, uma historia linda, reflexiva! Tantas redomas, tantas rotinas como a da borboleta e de Dona Margareth!
    E com a liberdade tolhida, não se vive, vegeta-se e um dia como a borboleta, as asas se quebram..e...tudo termina,
    Um beijinho e Viva Liberdade! Ailime

    ResponderExcluir
  26. Da liberdade, nada nem ninguém pode ou deve ser privado. Belo conto Chica!

    Abraços e uma ótima quinta-feira para ti e para os teus.

    Furtado.

    PS. Estive no Cacareco's da Nadja e li a entrevista. Adorei!

    ResponderExcluir
  27. Oi Chica querida,
    Belo texto para refletir e meditar! A vida sem liberdade, não vale a pena ser vivida. Adorei te ver no encontro com a amiga Anete. Por certo foi um momento muito especial!
    Beijo, amiga. Um lindo dia!

    ResponderExcluir
  28. oi querida ... amei o texto .. tb prezo muito a liberdade ... pra mim é como o ar que respiro .. bjs

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
  29. Muito linda e serve para refletirmos se estamos presos a rotina que nos sufoca a alegria de viver! Vamos bater nossas asinhas antes que seja tarde.
    Adorei o seu encontro com Anete,me fez lembrar o nosso ai em POA,abraços a todos de sua querida família.
    Celina

    ResponderExcluir
  30. Texto reflexivo e tocante!
    Ser livre requer decisão e coragem... Que maldade uma borboletinha presa numa redoma... Ainda assim, os seus murmúrios são de vida e esperança...
    Lindo demais, Chica!
    Abraços grandes

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿