Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Cliquem pra ver!

♥Tristeza e revelação... ♥

daqui


Jéssica havia passado pela perda de sua mãe. 
Estava triste,mas a vida tinha que seguir seu rumo...
Precisava abrir sua casa, teria que enfrentar... 
Abre uma festa daquele quarto onde nunca antes,vira uma cama por arrumar.
Ela sempre ao sair de casa, deixava pronta, esticadinha.

Dizia:
_Posso não mais voltar!
E realmente não mais voltou daquele hospital...
Abre, espia, logo o espelho aparece...
Diante dele, quantas indecisões. 
_Com que roupa vou: estou bem assim?

Entra, vê os enfeites nos abridores das portas do velho armário...
Um verde, outro vermelho.
Pareciam sinalizar:
 _ Proibido! 
_Permitido!

Tem tentação de ir primeiro ao que imaginava PROIBIDO!
Abre cuidadosamente a porta. Crack, ela faz...
Olha por lá, tudo em ordem. Roupas surradas, bem usadas, impecavelmente dobradas.

Vai ao outro lado, tudo assim também...
Mas ela tem certeza que a mãe escondia um segredo...
Nunca deixava aquele quarto aberto. Sempre trancado, chaveado muito bem, sempre que saia!

Enquanto remexe, começa a separar roupas para doação.
Fica ali, sentindo o cheiro da mãe nas peças que escolhe.  Mas não é justo guardar tudo.
Tenho que desapegar, pensa.

Fica ali, as horas passam.  Já quase ao fim do dia, abre uma caixa ,dento de outra caixa e nessa última, uma folha de papel onde lê:

" Querida filha!  Sei que tão logo eu me for, farás o que sempre te foi proibido: mexer nas minhas coisas...

Estarei ao teu lado e de onde estou, verei teu rostinho lindo, certamente com lágrimas escorrendo, ao ler que não fui daquelas mães de ficar abraçando, beijando a toda hora. 

Fui fria,posso até ter deixado passar essa ideia, mas os sentimentos, esses quentes.  

Sempre exigi muito de ti e do teu irmão. Porém esse, meu jeito de amar. O amor  demonstrado nas atitudes do dia a dia, nos cuidados com vocês...

Mas nunca esqueçam que amei muito, muito e estarei sempre estendendo meu olhar, daqui desejando o melhor pra vocês! beijos da mãe Gertrudes"

Jéssica leu apertou entre o peito com carinho.  Pensa:
Essa mamãe, sempre aprontando e até isso planejou!  

Consegue um esboço de sorriso nos lábios.
E olhando para o espelho,o dedica à mãe!
Ela mereceu!

Sai do quarto, pensa em terminar no dia seguinte aquela tarefa, para levar tudo à uma instituição...
Num impulso, volta, chaveia a porta.  

Parecia assim, estar ainda obedecendo  a sua mãe!

chica

* Inspirada na imagem!

42 comentários:

  1. Oi Chica,
    Mãe é mãe...mas têm algumas que não deveriam ser chamadas de mãe: surram tanto seus filhos que até da vontade de pular os muros e enfiar o coro.
    Nada pior que o desprezo dos filhos. É o que resta na velhice para essa mães.
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. oi Chica,

    é cada um tem seu jeito de amar,
    e por mais estranho que parece,
    por mais frio e distante,
    nada se compara ao amor de mãe...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Mãe é sempre igual no miolo, tudo por fora pode estar diferente mas por dentro mãe é sempre mãe. Um lindo dia pra vc minha amiga!!!!! Beijos da Eliane.

    ResponderExcluir
  4. Me fez chorar......

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Chica
    Que história emocionante, minha mãe é parecida com a da Jéssica, não é de abraços e nem beijos, mas ama os filhos incondicionalmente.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Texto tocante e bonito... Ser mãe é um privilégio e desafio! A despedida sempre traz decisões para continuação da vida... Aí mostra uma mãe amorosa e tão dedicada! Cada uma com sua individualidade, segredos... O sorriso da Jéssica determina os seus próximos passos...

    Um beijo

    ResponderExcluir
  7. Imagem inspiradora! E não é que me lembrei do guarda-roupa da minha mãe? Com a imagem e o texto, bateu a saudade...
    Beijos Chica,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  8. me lembrou muito minha mãe, sabe era assim , distante mais ao mesmo tempo presente em minha vida me entende Chica?hoje não esta mais perto mais vejo quanto momentos perdemos de nos entender melhor e poderiamos ter sido mais feliz juntas, mais todas nós temos algo ....
    forte abraço
    elisa

    ResponderExcluir
  9. Querida Chica
    Cada um tem um jeito de amor e o amor pode-se expressar de muitas maneiras, mesmo não usando palavras, beijos e abraços!
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  10. Aqui, bem do lado, tem uma pessoa em situação mais complicada, mas, nesta situação. Soube que a mãe viera algumas vezes para acertarem as diferenças, mas, o pai, querendo proteger a filha, dizia: vai pra sua casa, e deixa isto pra lá.

    Agora que ela morreu, veio dizer, como se fosse melhorar a situação. Só piorou, pois a filha encucou em querer saber, o que é que ela queria acertar, e morreu levando este desejo não realizado.

    ResponderExcluir
  11. Chica. Sempre tem a hora da verdade. Sinto que a mãe vocacionada mesmo para ser mãe é aquela em quem podemos confiar. Linda inspiração! Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Não foi uma história com um final feliz formal, mas sim enternecedor... A filha descobrindo uma mãe que ela não conhecia... Adorei Chica!

    ResponderExcluir
  13. Oi Chica
    Você é de uma imaginação impressionante! Eu adoro ler suas histórias! Essa ficou emocionante. Adorei!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Cada um lida com a perda de uma maneira distinta, o seu texto foi sensível ao mostrar uma dessas maneiras. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  15. Nossa amiga Chica essa me pegou, acho você uma pessoa abençoada, linda inspiração através de uma imagem. Foi muito emocionante. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  16. Chica, linda estória, e pensei imediatamente em minha mãe, que, graças a Deus ainda a tenho, ela tem 66 anos, e sou muitíssimo apegada a ela, e nem consigo e nem quero imaginar esse momento em minha vida, mas inevitavelmente acontecerá, e, até lá, vou aproveitando o máximo de sua presença. Lindo texto, parabéns.

    Grande abração pra ti.

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde Chica,
    Tem gente que consegue lidar muito bem com a morte,
    e até deixa bilhetinhos para serem lidos após sua partida...
    Pelo jeito Gertrudes era assim.
    Texto cheio de emoção...
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  18. Que comovente história! Mesmo após a morte as mães dão um jeitinho de se fazerem presentes! bjs,

    ResponderExcluir
  19. Que linda história e emocionante.
    Estou lá no blog falando de uma amiga que perdeu a mãe e a tia e
    Deus a ensinou a superar a dor da perda.

    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Oi Chica! Mais uma vez, nos surpreendes com uma bela história.

    Abraços e um ótimo final de semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  21. Por muito tempo a lembrança da mãe, vai estar presente na vida da filha...
    chica, aquele abraço!

    ResponderExcluir
  22. Ahhhhhhhhh esse conto tem tudo a ver com o meu atual momento ao ver o sofrimento e a saudade que minha mãezinha tem sentido da mãe dela que se foi... Só tem 5 meses que vovó foi embora e cada momento é uma lembrança. Essa hora das roupas é bem dolorosa, mas necessária.
    Beijo, beijo minha querida!
    She

    ResponderExcluir
  23. Chica, muito belo. Mães não distanciam, nem quando se vão. Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Ah Chica, sempre acabo derramando lágrimas, um conto tão verdadeiro e tão sensível, tua inspiração foi linda, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  25. Oi, Chica. Uma linda inspiração que tambem muito me emociona. A história tem muito a ver com a minha vida, no momento da perda de minha mãe. Não tem como não chorar! Bjos e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  26. Chica, que lindo!
    Eu tive essa sensação quando minha avó faleceu... Fui ajudar minha mãe a separar suas coisas,dividir com quem quisesse, doar... o cheiro dela ainda estava por lá. Não tem como não se emocionar...

    Beijos, querida!!

    ResponderExcluir
  27. Que linda historia!!! Forte e emocionante!!! Amei!!
    Bjs e otima semana!!!

    ResponderExcluir
  28. Que lindo, chica acho que ao perder mãe e pai nos sentimos tão perdidos que parece que realmente some o chão, ainda não me recuperei de perder meu pai acredito que nunca me recuperarei ,meu pai foi um maravilhoso pai e a última coisa que ele fez pra mim foi arrumar a porta do atelier pra mim...ele arrumou tudo tão do jeito q eu sonhei...depois de um certo tempo de ele ter partido tive coragem de abrir a porta por lembrar da alegria dele ao fazer e assim recebi forças para continuar! Bjus Chica! Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  29. Mãe... o que pode haver de melhor, nesta vida?! Belo texto, Chica; boa semana.

    ResponderExcluir
  30. Chica, sua linda, saudades!!!
    Sempre lindos textos!!!
    Ótima semana querida!
    Mil beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  31. Só a Chica mesmo para me emocionar assim. Beijo amiga. Adoro ver teu cantinho, ler os teus textos conhecer tua alma....

    ResponderExcluir
  32. Olá Chica! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços e que fiques com DEUS.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  33. Muitas vezes os pais não se demostram com beijos, abraços, até mesmo pela criação que tiveram, mas guardam no coração um amor sublime pelos filhos.
    Foi intensa a frase: "Fui fria, posso até ter deixado passar essa ideia, mas os sentimentos, esses quentes". Essa frase encerrou toda a beleza do teu texto.
    Abração.

    ResponderExcluir
  34. Boa noite amiga Chica!!!
    Quantos detalhes...me emocionou...
    Faz poucos dias li um livro: Segredos do Passado. Belíssima história, mas nesta a neta é quem descobre os segredos de sua avó, que a criou após o falecimento da mãe.
    Tenha uma semana repleta de orações, reflexões e fé!!!
    Que Jesus renasça em seu coração no domingo de Páscoa e em todos os outros dias do ano.
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  35. Muito inspirativa sua historia, Chica
    essa mãe conhecia muito bem sua filha!
    e que bom ela respeitar a intimidade daquele quarto,
    se bem que por um tempo.
    Lamento tanto quando , nem bem o defunto se despede,
    os parentes estão lá a mexer em suas coisas. Acho tão triste! Sei que é necessário, mas
    deem um tempo! Tem tempo de viver, agora tem o tempo da despedida dos objetos.

    bjos Zizi

    ResponderExcluir
  36. Oi Chica,
    Me emocionei com seu conto em cada detalhe. Minha mãe é assim perfeccionista, conservadora, e apesar da idade que tem não deixa de ser igualzinha ao que era quando mais jovem. O fato de encontrar a cartinha da mãe foi surpreendente e belo.
    Muito lindo Chica.Amor de mãe é incomparável.

    ResponderExcluir
  37. De fazer chorar e como estou muito sensível ...adivinha??/ bjsss

    ResponderExcluir
  38. Passei para deixar um beijo!!
    ótima quinta!
    Cris

    ResponderExcluir
  39. Estes causos nos colocam em lugares nunca antes visitados.
    Pensar na dor da perda de pessoa tão amada, nos faz lembrar de como somos abençoadas por tê-las por perto.
    Um ser que nos ama, ao seu jeito, mas incondicionalmente - presente de Deus.

    Uma Páscoa, com família reunida, saúde e muita alegria!!!

    http://feitocomcarinhodemae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. Uma bela história e como sempre cheia de sentimentos nobres!
    Uma doce e feliz Páscoa, Chica!

    ResponderExcluir
  41. Olá Chica! Passando para te cumprimentar e desejar uma feliz Páscoa para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿