Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ E agora... ♥

Imagem daqui

No quintal da casa de Jô e Lia,
uma casinha velha...
 À frente dela,
uma também velha cadeira de madeira.

Ali morava a velha vó
 viúva, adoentada...
 Na parte da frente do terreno
 a mansão do filho, brilhava!
Tudo lindo, tudo luxo...

Bastava apenas de lá da frente gritar:
_Mãe ,vem da Tininha  cuidar! Tá na hora ! Preciso sair!
_ Sogra, anda, não posso me atrasar!

Lá ia a velha , quase a se arrastar.
Ali na cadeira, com a neta junto ao coração
 sentava, contando fatos e histórias de então...

Um dia, o filho chamou!
Silêncio chegou a ouvir...
 A cadeira vazia ficou...
A  netinha, chorando ,pergunta:
_ E agora? Como minha vida ficou?

Como resposta um olhar...
Nem, o filho, nem a nora sabiam o que falar!

chica




52 comentários:

  1. Que história triste amiga Chica!
    Com é difícil envelhecer e não ter o apoio familiar.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente conheço uma história bem parecida a esta, é triste e muito injusto!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!, Deus te abençoe tenha uma semana extraordinária, o seu blog é maravilhoso continue assim, S-U-C-E-S-S-O
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis
    Fanpage: https://www.facebook.com/pages/Batom-Vermelho/490453494347852?ref=ts&fref=ts
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. que coisa triste chica,
    o pior que trem muito destas historias por ai, eu mesma conheço um caso assim.

    baci

    http://fifiacrocheta.blogspot.it/

    ResponderExcluir
  5. Triste e lindo minha querida amiga, tenho minhas duas avós vivas e estão com mais de 83 sei que a qualquer momento elas partirão mas é duro viu, me emocionei com o post.

    ResponderExcluir
  6. Triste e lindo minha querida amiga, tenho minhas duas avós vivas e estão com mais de 83 sei que a qualquer momento elas partirão mas é duro viu, me emocionei com o post.

    ResponderExcluir
  7. Que triste estória. Pena que isso deve acontecer com mais frequencia do que imaginamos. bjo
    Raquel
    www.eudonadecasa.com.br

    ResponderExcluir
  8. É... essa é a única certeza da vida! ;)
    Beijo, beijoooooo
    She

    ResponderExcluir
  9. Que coisa!Não sabiam dar valor á mãe,pensando que ela seria eterna.Muito triste!bjs,

    ResponderExcluir
  10. A Chica assim não vale!!!! Chorei pensando que não posso mais chamar minha Avo pra ver o bisnetinho

    ResponderExcluir
  11. Quem sabe, ao invés de somente explorarem a velha, dessem-lhe mais valor e cuidassem mais dela, ela ainda estivesse cuidando da netinha, e com muito mais amor? É isso Chica. As pessoas só dão valor as coisas, quando as perdem. Bela estória/história amiga.

    Abraços e uma ótima segunda pra ti e família.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  12. Não achei triste a história. Achei-a real, verdadeira e pura. Minha avó morava num casebre, e, mesmo nós morando em casa melhor, ela não saia do lugar dela. Ficava lá sentada ao entardecer. Muitos anos depois, resolveu ir para a capital, de onde nunca voltou. O casebre onde morou foi demolido, mas as lembranças dela permanecem.

    A vida sempre acaba em morte!

    ResponderExcluir
  13. Chica. Daí a importância de valorizar a companhia e não o serviço que o outro possa prestar. Beijo!

    ResponderExcluir
  14. Caracas Chica este texto veio muito a calhar com o meu momento, mais pra frente vc vai saber que Vó vai ter outra conotação na minha vida, eu convivi pouco com as minhas, mas o suficiente para ama-las

    bjs

    Gélia

    ResponderExcluir
  15. A gente sabe da certeza da morte, mesmo em um texto fictício nos entristece muito. Poderia mãe ser para sempre. Sinto falta da minha. Era mais ou menos assim. Minha casa e a dela uma ao lado da outra, casa simples do interior, gostava de saber que ela estava lá e cuidava de minha filha pequena quando eu saía para trabalhar.

    Enfim, a vida é assim.


    Bjos Luzia

    ResponderExcluir
  16. ¸.•°❤❤⊱彡
    Amiga a foto do cabeçalho do seu blog é maravilhosaaaaaaaaa!!!
    Quanto ao relato em forma de poesia, é cada vez mais frequente...
    triste, mas frequente.

    Boa semana!
    Beijinhos.
    ❤❤⊱

    ResponderExcluir
  17. Oi Chica, acabei de ficar triste por um fato inusitado e agora leio toda essa tristeza da vó.
    É assim mesmo quando ficamos muito velhos quase ninguém tem paciência.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  18. Oi Chica
    Lindo, mas infelizmente isso acontece muito.
    Bjux

    ResponderExcluir
  19. Ai que tristeza Chiquita...ai como isso, infelizmente, ainda acontece...ai ai
    Beijuuss

    ResponderExcluir
  20. Como explicar a passagem a uma criança? situação dolorosa e delicada...um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Que tristeza, Chica, e tudo aconteceu tão de repente.
    Deixou-me angustiada.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. Triste história mas que muitas avós existiram e existem e os filhos não lhes dão valor, a não ser depois da partida, antes não ligam, não param para pensar que as mães e sogras não são internas tal como eles.

    Ao contrário fui eu que cuidei da minha avó que andava de gatas, tinha a anca partida, ela ensinou-me imenso, pois minha mãe filha única dela,tinha-os abandonado.

    beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  23. Emocionante Chica.
    Uma pergunta e uma resposta engasgada na garganta.
    Bela criatividade nestes personagens.
    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  24. Chica, tudo bem por ai?

    Bom te ver no FB.

    Só fica a saudade de uma avó que se foi.

    Eu tive pouco contato com minha avó, uma pena.

    Voltar das férias amiga, significa ter um roupeiro pra lavar e passar, ahahhaha.

    Bjos e uma linda semana

    ResponderExcluir
  25. Oi Chiquinha.
    Isso aí é triste. E tenho certeza que quem vai sentir mais é a netinha. O filho e a nora estão endurecidos.

    Um beijão, fica com Deus!

    ResponderExcluir
  26. oi Chica,

    emocionante e triste,
    o valor tem que ser dado,enquanto estamos vivos,
    não é mesmo?

    beijinhos

    ResponderExcluir
  27. Boa semana Chica.
    Passei para deixar um beijinho.

    ResponderExcluir
  28. Puxa, reflexão profunda e realista!
    Sempre é tempo de despertar p os verdadeiros valores e atitudes!

    Deve haver sempre nos relacionamentos respeito, amor e posicionamento de ambos/todos os lados...

    Beijos..........

    ResponderExcluir
  29. Chica,
    Passando pra desejar uma boa semana, e dar um beijinho em você.

    ResponderExcluir
  30. Oh, POBRE VOZINHA!!!
    BJSSSS

    ResponderExcluir
  31. Oi minha linda..
    Realmente temos mesmo que pensar no que estamos vivendo com as pessoas que são especiais hoje em nossas vidas.. pequenos gestos que possam mostrar o quanto amamos, o quanto nos importamos..
    Porque uma hora eles irão.. e então ficará somente as lembranças e a saudade..
    Amei amiga..
    Aliás eu adoro estar aqui..

    Um super beijo e uma terça-feira super linda..

    ResponderExcluir
  32. Olá Chica, emocionante e tão real! Situações para as quais nunca estamos preparados. Um beijinho. Ailime

    ResponderExcluir
  33. Chica meu doce, eu li e imediatamente me veio uma sequencia de fatos, então inspirada na sua poesia eu fiz outra mais ou menos sequencia desta, desculpe o atrevimento, já está lá no meu blog, claro que coloquei de onde partiu a inspiração. Nem preciso dizer que teu poema me tocou, tanto que me inspirei, obrigadão beijos Luconi

    ResponderExcluir
  34. Chica
    eu vou ser mais direta, ainda bem que os que viviam na mansão não dependiam da aposentadoria da senhora, como vejo na realidade, muitos explorando os idosos.
    A cultura do respeito ao idoso precisa ser lembrada, efetivada
    Senão depois fica realmente o vazio e o remorso de não ter aproveitado os melhores momentos dessa digna pessoa
    bj
    Zizi

    ResponderExcluir
  35. Oi Chica
    Muito emocionante o conto em forma de poesia. Meus filhos são vidrados na minha mãe, principalmente o mais velho, nem sei o que vai ser dele quando ela se for, espero que demore um pouco mais kkkkk.
    bjos.

    ResponderExcluir
  36. Diferentes vivências e por razões diferentes eu sofri esse momento. Num turbilhão de pensamentos senti o vazio, e percebi que há um fim para tudo, mesmo quando não desejamos.

    Agradeço muito o teu apoio. Senti a tua amizade como algo precioso. Obrigado, Chica. Abraço.

    ResponderExcluir
  37. Olá Chica,
    Como é importante valorizar o idoso e suas experiências!
    Aprendo todo dia um pouco com eles e gostaria de te-los por perto sempre.
    Ogrigada por estar sempre comigo em seus comentários.Bjos amiga.

    ResponderExcluir
  38. Triste! O abandono do idoso...o desrespeito. ?.a exploracao

    ResponderExcluir
  39. O idoso é bastante apegado casa dele, não importando se pobre ou rica. O amor independe de dinheiro. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  40. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  41. Chica,
    Bom dia!Gostei demais de te ler desta vez partindo da sequência dos escritos da Luconi.Que maravilha esta interação entre autores e só quem ganha somos nós leitores!Mas,partindo pra referência nossa do mundo real em quantas famílias vemos esta dependência morbosa que explora o idoso indefeso...Quem tiver um pai ou mãe perto de si que saiba lhe dar o real valor!

    ResponderExcluir
  42. Bom dia Chica, este teu cantinho ainda tinha visitado...lindo! Seguindo, para não perde-lo de vista! Venho do Blog da Luconi e lá ela faz referência a essa mensagem daqui... Como disse lá... Estamos aqui de passagem, um dia teremos de voltar e que quando esse dia chegar nossa "bagagem" tenha o que levar, como amor, carinho, atenção, gratidão, respeito, ternura... Enfim, que possamos voltar com o coração leve, na certeza do dever cumprido com os nossos amados companheiros de caminhada terrena! Um abençoado dia! Abraços...

    ResponderExcluir
  43. Ola vi seu blog no Dia a dia corridinho e vim conhecer vem me fazer uma visita tbm de espero bjs.
    http://drea-amigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. oieeee Chica querida
    passei por aqui e como sempre adorei....bjusss flor

    ResponderExcluir
  45. oieeee Chica querida
    passei por aqui e como sempre adorei....bjusss flor

    ResponderExcluir
  46. Um texto tão real. São muitos os idosos que vivem assim, muitas vezes até para terem onde morar, e o que comer. A exploração é visível, mesmo que as aparências tentem enganar. Muito bem escrito seu texto Chica, sempre arrasando. bjs.

    ResponderExcluir
  47. Olá minha amiga,
    Lindo e tocante o teu poema! Retrata uma triste realidade. É lamentável o desrespeito e a falta de amor que os idosos sofrem não só no convívio familiar, mas na sociedade de um modo geral.
    Belíssimo post!
    Um beijo no teu coração.

    ResponderExcluir
  48. Oi Chica! Eu li o texto reclamação do Adão Braga. Eu amo o que ele escreve, e fiquei curiosa, e vim aqui conhecer, de certa forma, você, não é? Conhecer as ideias e opiniões das pessoas, é como conhecer seu íntimo.

    Quanto ao texto, bem! Eu, acho que, tanto filho, como nora e netinha, "e não neto" - Viu Adão Braga - queriam e mantinham a vózinha ali pelo que ela represantava a eles. Talvez a mansão fora construído no terreno que era dela, e o filho queria estar sempre perto, e a nora, bem, ela também se beneficiava.

    Nós envelhecemos rápido e aprendemos muito tarde que a vida é curta e que cada instante é muito importante.

    Parabéns Chica por nos levar a reflexão!

    ResponderExcluir
  49. Olá amiga Chica!

    Esta é provavelmente apenas uma história fictícia, no entanto, poderia ser bem real. Infelizmente, as pessoas só valorizam quem têm, após perderem alguém.

    Beijos amiga,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  50. Que triste! Só tenho avó por parte de Pai... agora é só saudade!!!

    Beijos e tudo de bom!!!!

    ResponderExcluir
  51. Oi Chica Passando para desejar uma ótima noite e uma excelente quinta-feira pra ti e toda família.

    Abração,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  52. OI CHICA!
    VENHO LÁ DA LUCONI QUE FALA CARINHOSAMENTE DE TEU TEXTO E CHAGANDO AQUI ME EMOCIONO DE TÃO LINDO E REAL QUE É, PASSA UMA GRANDE LIÇÃO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿