♥ Viagens e sentimentos... ♥


Ed.VISUAL do Bloinquês:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Entre sites de companhias aéreas e os de busca de hotéis,Elisa  passava várias  horas por dia.
Estava sempre pronta para arrumar uma mala e viajar. Adorava voar!

Ela era responsável pelo planejamento, pesquisa. Fazia contas, Verificava o orçamento da casa.

Sua caixa de emails lotava pois bastava ver uma oferta aérea, ela nem pestanejava.  Enviava pedidos de orçamentos e os aguardava.

João, o marido, brincava que ela parecia ter tatuado um avião em seu corpo, pois
assim que  acabavam umas férias, ela já se preocupava em arrumar destino, bons preços para próximas.
Sonhava,esperava!

Mas agora,  aquelas seriam férias diferentes...

Seria a sua primeira vez  com seu pequeno bebê, de seis meses apenas.

Iria ,finalmente, poder apresentá-lo aos seus pais e familiares, que moravam na Itália.

A emoção era grande, enorme, por assim dizer!
-Será que Cissa vai dormir bem por lá?
-Estranhará ou não o bercinho?
-Conseguirei em meio à tanta gente, manter a rotina de minha bonequinha?

As coisas haviam mudado!
 Não seria apenas arrumar o melhor preço, um bom hotel, um roteiro.
Dessa vez, nem precisava dele.
Ficaria naquele que certamente era o melhor lugar do mundo para ela e sua filhinha: a casa de sua mãe e avó de Cissa.
Passariam por lá, vinte dias.

Já na chegada, todos encantados com as duas. As enchiam de mimos, carinhos ,presentes.   Amor de família, de mãe era tudo de bom.  No entanto, ela não se sentia completa.

Faltava algo.
Esse "algo" era o marido que ficara no Brasil trabalhando, até mesmo para lhes proporcionar aqueles momentos por lá!

Desde que se conheceram, nunca haviam viajado sozinhos.As férias eram gozadas à dois .
Como ele lhe faltava agora!

Os vinte dias, apesar de tudo tão bom por um , passaram devagar por outro lado...

Não via a hora de voltar aos braços de João e com ele, mesmo sem tantas mordomias como  por lá, levar a vidinha normal , sua rotina de família entre eles...

Compreendeu naqueles dias que nada torna uma viagem melhor do que o amor ao lado  e este, na sua pequena família, se resumia ao João e Cissa.

Doravante, tentariam coincidir suas férias novamente, sabia ela.

Nos dias que se aproximavam da despedida da família italiana, choradeiras de todos, antecipando as saudades...
Chega o dia.
Entre choros das saudades , a alegria do próximo reencontro com seu amor ,sua casa...

Chegam ao Brasil. Ele as espera e seguem...
Saudades muitas agora serão recompensadas com belos momentos.....

Lá na Itália,  os choros, as saudades haviam passado a morar naquele casarão grande de família.
Sentiam falta da filha e neta...

Elisa, por sua vez, daqui, mesmo ao lado do amor, tinha saudades novas...
Aqueles dias por lá haviam reacendido novamente o gostinho de ter uma família por perto para acarinhar e ajudar...

Mas a vida era assim mesmo...

Famílias que vivem longe sobrevivem à essas emoções...
Assim tinha que ser...Seria!