♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥

♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥
Cliquem pra ver, no chica escreve por aí!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ O pedido... ♥



Ed.Visual do Bloinquês:

Márcio,  era pai/mãe de Júlia, desde que sua esposa havia morrido em acidente.

Ele estudara, fizera cursos especializados e se preparara muito para sua carreira e aquele dia seria importantíssimo para ele. A  emoção tomava conta de seu coração já há alguns dias.

Levantou cedo, colocou a farda, quando foi até a filha para despedida, deixando-a com a avó.

Julinha, de apenas quatro anos, não entendia quando o pai lhe dizia que iria saltar de um avião, embora ele lhe tivesse explicado tudo.

Ela era muito pequena e não compreendia como alguém podia saltar e não morrer ou se quebrar todo. Sempre lhe haviam ensinado a não chegar perto das janelas de seu apartamento. E ela não queria perder o pai!

Márcio era quase um paraquedista .

Faltavam-lhe apenas mais alguns saltos para completar as horas necessárias à graduação.

Naquele dia, após beijar a filha, saiu. Fez o salto naquele e nos demais dias...

Mas sempre que saia de casa, via a tristeza nos olhinhos da pequena.  Aquilo lhe castigava o coração!

No dia em que completou o último salto, ao chegar em casa, foi recebido com beijos, abraços e muitas, muitas lágrimas da pequena Júlia, que agarrada ao seu pescoço, soluçava e pedia:

_Papai, não pula mais lá do céu!
Eu  quero ter um pai para sempre! Eu preciso de ti, papai!

Márcio a consolou mais uma vez e  a levou à sua caminha , contou histórias até que ela adormeceu!

Enquanto ela dormia, ele a olhava. Olhava e cada vez mais a admirava.

_Que bela pequena ganhei dos céus!

Ao pensar assim, de repente, lhe vem à mente:

_ Dos céus?
Se foi dos céus que ganhei esse presente lindo, como posso arriscar a perder de com ela bem conviver, justamente por eu me jogar lá de cima dos céus?

Naquela hora tomou uma decisão  que mudaria sua vida.

Colocou o uniforme  apenas mais uma vez: na hora de sua formatura!

Voltou de lá e já sabia que nunca mais pularia e que não  seria paraquedista.

Ao voltar, chama a filha e a avó da menina e comunica sua decisão.

Arranjaria um emprego normal, aliás já recusara tantos convites, mas agora aceitaria.  Teria uma vida no chão, rolando com a filha, brincando, aproveitando cada momento livre.

Nessa hora, Julinha chorou muito novamente ...

Apesar da pouca idade, tinha amadurecimento e a emoção aflorada.

Sabia que nunca mais precisaria ter medo de perder seu papai...

E mais uma vez, chorou abraçada ao papai.

Mas, dessa vez, de alegria!

43 comentários:

  1. Chica! Emocionante conto. Ainda bem que o pai seguiu os sinais da filha. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Chica emocionante, até eu estou de lágrimas a correrem!
    Adorei, valeu estas lágrimas.
    boa semana querida

    beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  3. É Chica! linda historia, nela você faz a gente lembrar que os pais amorosos e conscientes, são capazes de
    atender aos pedidos dos filhos. emocionante!
    bj
    Zizi

    ResponderExcluir
  4. Oi Chica!
    Esse homem que você (d)escreveu tem coração de PÃE.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  5. Olá Chica
    Criança tem o poder de tocar o coração de um adulto, e o de Márcio foi tocado por sua filhinha. Bela estória.
    Bjux

    ResponderExcluir
  6. Olá Chica, a sensibilidade masculina em plena ebulição, eu adoro...sensíveis e reflexivas, parabéns.

    forte abraço
    c@urosa

    ResponderExcluir
  7. ✿ chica, que tocante esse conto. A gente se emiciona muito ao lê-lo. Esse amor em família é muito lindo mesmo.
    Um abraço
    Manoel

    ResponderExcluir
  8. História boa pra pensar... Comovente e psicológica! Quem perde uma mãe tão cedo, fica com receio de perder também o pai... Menina inteligente, pois o paraquedismo é "arriscado", apesar de seguro...
    Final feliz!

    Boa Noite e Beijos

    ResponderExcluir
  9. Como é reconfortante e bom chorar de alegria...!

    Sempre bonito, Chica.

    Feliz semana.. Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Ei Chica
    Que gracinha de história, Júlia tão pequenininha e tão sensata, entendeu o perigo que seu pai corria todas as vezes que saltava de paraqueda.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. o Chica,esa historia parece com a minha,minha mãe faleceu quando eu estava pertinho de completar 4 anos,fiquei aos cuidados da minha vó e meu pai era aviador da aeronautica,sempre que saia de casa achava que não ia voltar...
    Quanta emoção ao ler esta historia.Obrigado.
    Beijinhos e uma semana iluminada.

    ResponderExcluir
  12. Lindo Chiquinha!
    Quem sabe ela não estava predestinando algo?

    Um beijão ao povo daí!

    ResponderExcluir
  13. OI, CHICA!!!
    QUE BOM COMEÇAR A SEMANA COM ESSAS EMOÇÕES, AMIGA!!!
    VAMOS NÓS!!!

    BJINHOSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  14. A sabedoria das crianças vem do céu.

    :)

    ResponderExcluir
  15. Linda certamente não suportaria a dor de perder também o paizinho e ele soube ouvir o seu pedido.Emocionante mensagem contida na tua história.Como pais deveríamos ouvir mais atentamente os pedidos de nossos filhos!
    Abraço meu e bom dia!

    ResponderExcluir
  16. Chica...

    Eta xororô danado.. rss
    MeRmo aqui na chôn a gente ta sempre saRtando e as vêis um desses pulos podem suprimir-nos de gente que amamos e aí vem o xororô que nada mais é que sentimentos em estado liquido... rss

    Lindo conto... beijo
    DeussssssssssssssssssssssssssssKiajude

    ResponderExcluir
  17. oi Chica,

    ando com o coração mole,
    e você me emocionou e me fez chorar...
    lindo demais...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Ai amiga querida... Lindo texto inspirador sobre esforços, realizações e cumplicidade entre pai e filha! Lindo demais! Bjks ;-)

    ResponderExcluir
  19. Adorei que prova de amor linda, nossa vida é muito preciosa, vale muito para aqueles que nos amam, parabens

    Paty Alves
    www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
    www.patyiva.blogspot.com
    www.tentardecoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Que lindo Chica! Muito sensível! Pelo menos ele conseguiu ver enquanto era tempo!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  21. Muito comovente essa história e paraquedismo é uma profissão arriscada!Uma boa decisão desse pai!bjs e parabéns pela participação!

    ResponderExcluir
  22. Olá Chica

    Passando rapidinho, pois estou totalmente sem tempo.

    AMIGA da MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  23. RISCOS TEM-SE EM TODA PARTE, MAS O OLHAR INFANTIL E A PERDA MATERNA MÁXIMIZAM O MEDO QUE AS CRIANÇAS TEM DA PERDER SEUS PAIS.
    lINDO CONTO.
    BJS

    ResponderExcluir
  24. QUE LINDA HISTÓRIA, CHICA.
    MUITO BACANA O TEXTO, PARABÉNS!
    TENHA UMA LINDA TARDE, GURIA! :)

    ResponderExcluir
  25. BELA MENSAGEM,TO TE ESPERANDO NO MEU BLOG .BJS

    ResponderExcluir
  26. Oi

    Minha querida

    Pra variar mais uma linda hitória!!!!!!!!!!

    Obrigado pelo carinho,la no blog,amo suas vsts..............
    Bjossss

    ResponderExcluir
  27. Oi Chica
    Um conto emotivo e bonito de ler,
    Muitas decisões são sinais,era a hora dele ficar em terra,
    beijinhos Chica e uma noite feliz
    ( estou gripadíssima e é coisa rara_ 'de cama' mesmo, não entendi porque tem bem uns cinco anos que nao sei o que é gripe),
    se melhorar continuo por aqui,rs
    beijos

    ResponderExcluir
  28. Oi Chica,
    Achei o conto muito fofo. Me lembrou minha netinha, que é mega apegada ao paí!
    Que seu meio de semana seja ótimo!
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  29. As histórias são lindas por aqui.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  30. Ahhhhh, que mimo....

    Chica, eu vi a homenagem da Rosélia.
    Assino embaixo em tudo que ela disse.
    Vc merece! Te admiro muito!

    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Acredito tanto, mas tanto, nos sinais que esses pequenos seres de LUZ nos enviam...é prudente estar com os ouvidos da alma beeeem abertos!
    Beijuuss Chiquita

    ResponderExcluir
  32. Que final feliz......gostei

    Bjos

    ResponderExcluir
  33. Bem escrito, este conto. E olhe que não é fácil escrever contos curtos!

    Bjssss

    ResponderExcluir
  34. Ah, foi um gesto de amor, mas era uma coisa que ele curtia, né? E perigos, são tantos nesta vida.

    Adorei especialmente a frase: "papai,não pula mais do céu"... Lindeza!

    Beijo, Chica.

    ResponderExcluir
  35. Ufa, respirei aliviada com a Julinha!
    Com tanta coisa boa aqui na terra - e essa filha linda - o que o Marcio queria saltando dos céus?! rsrsrs
    Boa decisão, final feliz!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  36. Olá Chica, achei tão linda a homenagem que a amiga Roselia te fez que vim te conhecer mais de pertinho! Gostei de td que vi por aqui, há amor, há sentimento, há carinho... Parabéns pelos seus blogs e que continue a ser sempre essa pessoa querida por todos!
    Grande beijo, fique com Deus!
    Vivendo e Aprendendo
    viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  37. Que estória mais linda Chica!
    Fico aqui emocionada com suas estórias tão lindas.
    Beijinhos no coração amiga linda e sensível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que história maravilhosa, querida amiga.
      Encantadora mesmo!!!Uma filha merecia mesmo que o pai
      fizesse essa opção.
      Beijinhos
      Irene Alves

      Excluir
  38. Que linda história. Há que aproveitar todos os dias da nossa vida. Ela é boa demais para ser desperdiçada. Beijinhos

    ResponderExcluir
  39. Olá amiga. Obrigada por sua participação e carinho em seus comentários em meu blog. Amei sua história, belíssima e emocionante, muito linda....Bjimmmm

    ResponderExcluir
  40. Oi, Chica! Amor entre pai e filha(o) me emociona. Lembro do meu paizinho maravilhoso! Parabéns pelo conto. Bjs.

    ResponderExcluir
  41. Chica,

    Tudo bem? As vezes penso que nem sempre os que se arriscam são os melhores em recompensas. Acredito que é preciso analisar sobre várias frentes, principalmente para o que cham de trade-off, que seria o custo oportunidade do resultado.

    Beijos.

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿