♥ Conclusão ... ♥







4ª Edição Musical - Bloinquês

Tema: Você pode perceber que seu lar está dentro de você ♪

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Ela precisava férias. Cansada, bufava, nada mais suportava.

O barulho das suas crianças, o marido que não sabia achar nem as cuecas sozinho no armário,o latido do cachorro, tudo crescia em seus ouvidos e parecia aumentar mil vezes, tornando-os  insuportáveis.

Chegou um momento que explodiu:

_ Preciso ficar só!
Estou cansada de sempre ter alguém ao meu lado ,pedindo ou esperando que eu faça algo!

TÔ FORA!  Se arrumem! Se virem!  Cansei!  Vou relaxar a cuca e de repente, volto!
PRECISO  DISSO!!!


E assim,Tida arrumou algumas roupas numa bolsa, pegou uma mochila e saiu.

Foi em direção à porta, despediu-se do marido, filhos .

Já no carro, quer curtir a viagem ao destino de sua paz.  Não será longo o caminho. Questão de duas horas e estará lá!
Assim foi!

Chegando, hospeda-se na pousada de sempre.

Já na chegada, na recepção, os atendentes perguntaram sobre o marido e filhos e se ficaria no apartamento de sempre.
_Não!  Eles estão bem, mas hoje, sou apenas eu. Pode ser um menorzinho!

Entra no quarto, arruma suas roupas no lugar.  Chega até a sacada e vê o mar , maravilhoso, que lhe "olha"!
Olha profundamente para ele. Ouve o delicioso ruído das ondas...Ali, em silêncio, parece ouvir ao longe, o pic, pac,pic, pac, das bolinhas do jogo de tênis de praia dos filhos.

 Continua ali  , fitando o mar e procurando achar sua paz.

Chega a hora do jantar. Desce,  tenta olhar o cardápio e o garçon lhe pergunta:
_ O de sempre?
_ Não!  E escolhe outro prato.

Quando chega o jantar, enquanto se delicia com o sabor, olha para o relógio. Dezenove horas!
Instintivamente, pega o celular e liga para casa.

_ Estão preparando a janta?

_Sim, não te preocupa! Relaxa!

_ O que vão comer? O Juquinha tomou o xarope? E tu, compraste o remédio que havia terminado? Não vais esquecer,heim?

Desliga, segue a janta, degustando  o sabor e a paz...

Após uma caminhada pela praia, lê um livro e adormece sentada na cama, toda desajeitada.  Amanhece com torcicolo.

Foi , mesmo assim, caminhar e depois ao banho de mar.



Delícia de água azul e morninha...

Enquanto se delicia por lá, lembra do quanto o marido e as crianças adoraram e brincaram nas últimas férias, por ali.

Dá um chega pra lá nas lembranças e segue aproveitando.

Porém, o fim do segundo dia, já não sentia mais a paz por lá.  Estava sempre pensando em como estariam e, por mais que se falassem, precisava estar perto deles. Ter certeza que os temas haviam sido feitos, as orelhas lavadas, tantas coisinhas...

Já era hora de voltar,pensa. Arruma tudo, volta para casa, sem avisar!

Chega por lá e tudo no maior silêncio. Abre a porta.

Tudo arrumadíssimo por lá! Vai até a geladeira, vê travessas com sobras de lasanha, bifes à milanesa. Saladas prontas para preparar, bem lavadas e frescas.

Surpresa, leva suas coisas até o quarto. Naquele hora, as crianças estavam na escola!

Abre a porta , leva um susto!
O marido, dormindo, com o terno que trabalha, sem nem tirar os sapatos.

Ele, ao vê-la se assusta!

_Querida, o que aconteceu?

_ Eu é que te pergunto!

_ Estou cansado demais. Fiz tudo o que pude por aqui para cumprir as tarefas de casa, compras e filhos. Ao largá-los na escola, não resisti. Voltei para descansar.

Ela diz:

_Nem, levanta,então.
Estou chegando...

Olharam para o relógio.
Tinhas duas horinhas antes da hora de buscar as crianças.  Seriam apenas deles.

E assim, após matarem as saudades, ele pergunta como ela já voltou.

_ Descobri um segredo de vida, nessa nossa breve separação:

 ♪Você pode perceber que seu lar está dentro de você ♪ quando em algum local, onde se pensa que vamos estar melhor, com mais tranquilidade e paz, sentimos falta EXATAMENTE de tudo que deixamos e do que nos fez praticamente fugir por alguns dias...

Então , a coisa é séria. Se isso acontece, o melhor é estar juntos,  definitivamente, com ou sem cansaços, com ou sem estresses...

Juntos, tudo podemos e o amor que nos enreda nessa teia, só há de crescer...
Imagem  daqui