♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥

♥ Brincar,imaginar e responder 3... ♥
Cliquem pra ver, no chica escreve por aí!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ As penas do tempo... ♥


Liris e Noria , velhas irmãs e muito amigas, naquela tarde cinzenta, se encontraram...

Entre um chá e bolachinhas, foram ao mundo de suas recordações...

Nória era a mais falante, embora tivesse a mente mais nebulosa. Haviam muitas falhas de memória já...

E,Liris, não admitia ver sua irmã  assim.  Havia se proposto a sem que ela percebesse, ajudar a rememorar e reavivar as cores dos fatos em suas recordações.

Assim, falavam ,riam e Noria, pulando partes, forçando a lembrar-se mas nada...

 Eis que o assunto girou  acerca de um casaco de veludo vermelho que  uma usou sem pedir emprestado à outra.

 _Lembras  como ficaste brava comigo?

_ He,he,he... Merecias.

_Lembras que acabamos com os travesseiros da mamãe de tanto bater  com eles  na nossa "luta"?


Imagem daqui

_ Ora, que bons momentos aqueles, diz Noria...

Pena cada  travesseirada que errei, diz sorrindo... Merecias muito!

Assim, riram muito ao recordar-se daquela cena.

Passaram ótimos momentos juntas, mas chega a hora de Liris ir para sua casa.

Noria, naquele dia, ao despedir-se, percebe uma lágrima escorrendo em seu rosto...

A enxuga e  sua irmã entra no táxi que havia chegado.

Ao vê-la afastar-se, pensa:

_ Por que estamos uma em uma casa?  Poderíamos ter companhia sempre, uma à outra! Será que Liris não quer ir morar aqui comigo?

_Espera o tempo da irmã chegar em casa, corre ao telefone e quer discar...

_ Puxa! Qual o número dela? Pensa, pensa e não consegue lembrar.
Desiste então e senta diante da tv para assistir sua novelinha das seis.

Pouco depois, o telefone toca.

 Ao atender, ouve a voz de Liris.

_ Noria, hoje ao me despedir de ti e entrar no táxi, vim durante todo o trajeto pensando:

-Será que Nória não quer vir morar comigo? Por que temos que estar cada uma numa casa? Seria tão bom!

_Ora, responde Noria, eu também pensei isso e na mesma hora. Podes vir, claro! Ficarei contente!

_ Não! És tu quem deve vir morar aqui!

_ Não, és tu!

_E nessa discussão, começam a rir pois percebem que são as mesmas daquele tempo, tantos anos atrás. Discutem brigam por qualquer coisa, mas se amam.

 Despedem-se, prometendo pensar no assunto...
Liris, na manhã seguinte, bem cedinho, muito curiosa, liga para Noria. Ninguém responde!

Tenta uma, duas, cinco, dez vezes e...nada!

Chama um táxi e vai até lá!

Bate, ninguém responde. Usa então sua chave, que sempre carrega na bolsa. Uma tinha a chave da casa da outra...

Abre. Tudo  era silêncio!  Sobe ao quarto, ninguém por lá. Apenas sinais de roupas remexidas...

Nervosa, não sabia por onde começar as buscas, resolve ligar para a polícia e vai para sua casa onde de lá, prossegue as buscas por telefone...

Horas que pareciam intermináveis depois, chega a viatura da Polícia trazendo Noria, com uma mala.

Eu queria ter feito uma surpresa pra ti e falar pessoalmente que vim morar contigo! Trouxe até umas roupas na mala. Mas temos muito a buscar de lá ainda!

Porém ,no táxi, não consegui lembrar o endereço da tua casa e, muito menos o telefone. Ficamos rodando até que o taxista parou numa DP e lá ficou sabendo que eu estava sendo procurada.

As duas se abraçaram, felizes, agradeceram aos guardas e entraram.

Tinham, muito a falar, arrumar e colocar em ordem, nas vidas e nos pensamentos.

Mas estavam acompanhadas agora, e, por certo não haveriam mais guerrinhas de travesseiros...

As penas do tempo haviam caído sobre elas, mas estavam felizes ...


57 comentários:

  1. Que linda história!
    Que a união entre nós e irmãs, seja assim.
    Tão bom poder ter com quem contar, né?

    Ainda bem que o motorista do táxi era gente boa e fez o que era certo.

    Adorei Chica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. AH... QUE TEXTO FOFO, CHICA! ADOREI!!!
    QUANDO SOMOS CRIANÇAS, TUDO É TÃO MÁGICO, A CONVIVÊNCIA EM SI É TÃO ESPECIAL E ÚNICA... INFELIZMENTE, A GENTE CRESCE E ÀS VEZES A VIDA NOS DÁ ALGUMAS LIÇÕES NÃO MUITO BACANAS MAS, TOCA-SE O BARCO, NÉ? IRMÃOS SÃO SEMPRE IRMÃOS, QUERENDO OU NÃO. APESAR DOS PESARES, QUERO OS MEUS MUITO BEM!! :)
    TENHA UMA LINDA QUARTA, COLEGA!! :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Chica,
    Fico imaginando as trapalhadas que virão, pois com esta falta de memória toda...
    :D
    Beijos 1000, tenha uma ótima 4ª-feira.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  4. Hahaha.. passou uma novela na minha cabeça. Muito bom, Chica!!! Até me identifiquei com a que lhe falta a memória.. kkkkk.


    Bjossssssssss.

    ResponderExcluir
  5. Chica
    Chorei! Não sei é coisa minha, mas tua história hoje me tocou.
    Lindo, simplesmente.

    ResponderExcluir
  6. Ah, que conto mais humano esse o teu viu.

    Eu acredito que isso aconteca em muitas familia no mundo inteiro. Eu mesmo tenho uma amiga desde os tempo da faculdade onde os pais nao vivem mais e as duas vivem juntas. Se casaram mas ambas moram com seus maridos na mesma casa.

    Este teu conto me transportou. Senti saudades da minha amiga agora.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Como é bom...ter alguém.....
    Pena descobrirmos tão tarde...
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Como me comoveu essa história!Ter irmãs é bem legal e mais ainda chegar à velhice com essa amizade!bjs,

    ResponderExcluir
  9. Chica, que linda história! Acredito neste amor enorme fraternal, que nem sempre recai sobre alguém com um laço sanguíneo, às vezes é alguém assim como irmãos de alma...obrigada pelo comentário lá no blog do Contos, o vídeo dá mesmo muito o que pensar...Bjo no coração!

    ResponderExcluir
  10. O amor é a coisa mais linda do mundo!!!!

    Faz-nos passar por cima das coisas ruins e deixar as lembranças boas dominarem nossas vidas.

    Lindo conto, chica. Emocionei-me.

    ResponderExcluir
  11. Que linda história Chica!E isso acontece muito, e é muito bom estarmos unidos nessas horas em que precisamos unir nossas forças!
    Fui visitar o blogue da Anete e fiquei sabendo ontem foi seu aniversário...
    Parabém amiga, tudo de bom!!!
    Que Deus lhe abençoe muito!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  12. E, como sempre , a comunicação quando se estabelece bem, resolve bem ... não é ?? - Um beijo Chica !

    ResponderExcluir
  13. Lindo, lembrei da minha irmã querida !

    ResponderExcluir
  14. esqueceu o telefone, o endereço, mas nao esqueceu o mais importante...que ia morar com a irmã.

    ResponderExcluir
  15. Oi Amiga, boa tarde!
    Hoje estou de molho em casa...
    Que linda história...
    Divertida e doce ao mesmo tempo.
    O tempo apagou muitas coisas, mas o Amor entre as duas permaneceu!
    Lindo!
    Bjs, que Deus a abençoe,
    Com carinho...Adelisa.
    http://adelisa-oquerealmenteimporta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Muito bom Chica, eu fico sempre esperando uma tragedia,rsrs.
    Adorei estas irmas esquecidas e amaveis uma com a outra.
    Parabens sempre pela arte de criar emoções.
    Carinhoso abraço amiga.

    ResponderExcluir
  17. Hahahaha que magnífica história! Não adiante, quando é para ser com certeza será!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Hahahaha que magnífica história! Não adiante, quando é para ser com certeza será!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Chica,
    Um passarinho me contou que ontem foi o seu aniversário! Ainda que com um dia de atraso, quero desejar a vc toda a felicidade do mundo!
    Beijos 1000, tenha uma noite maravilhosa.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  20. Não foi passarinho não, foi o comentário da Betty que me lembrou que perdi a festa de seu niver, não imagina a reviravolta que a vida está dando, eu estou tentando acompanhar mas me perco pelos caminhos, ou pelos atalhos, então tudo atrasa, adorei a história destas duas irmãs, singela mas com uma mensagem que muito me emocionou. Parabéns Chica você é muito especial e o dia que neste mundo vieste também é especial pois por ti foi iluminado, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  21. Chica! Gostei da história. Pois, os momentos de solidão ajudaram a produziram o melhor. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi querida conheci seu blog e adorei.
    Amei a história.
    BJs Mell.

    ResponderExcluir
  23. Oi Chica!
    Que lindo conto! Este reencontro certamente será um alento na vida das duas irmãs. A solidão faz as dificuldades ficarem mais presentes.
    Bjinho

    ResponderExcluir
  24. Belissima história e comovente esta que duas irmãs chegam a idades avançadas alem de esquecidas, mas o amor faterno acima de tudo.

    Beijinho e uma flor

    ResponderExcluir
  25. Oi Chica querida

    Adorei essa linda história das irmãs, e também o final feliz

    beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  26. Interessante isso de relacionamento entre irmãos, não é mesmo Chica?
    Adorei sua historia com final feliz, assim uma cuidará da outra, até quando não sabemos.
    Tem um dentista aqui na cidade, mineiro, que eu gosto muito dele.
    Ainda é jovem, uns 40 anos, e contou-me que a mãe já tem 80 anos, e é viuva.
    Ficou sozinha lá em Minas, cidade pequena. Quando o irmão ficou viuvo foi morar com ela. Quando outra irmã ficou viuva, foi também morar com ela.
    Diz o meu amigo dentista que é uma delicia a vida deles. Alugaram suas casas, ajudam nas despesas e cuidam-se uns dos outros.
    Nas festas de fim de ano, ou páscoa e outros feriados, quando os filhos deles vão à cidade, reunem-se todos os primos e é uma farra danada.
    Adoro ouvi-lo contar sobre isso, e acho que quando há carinho entre os irmãos deve ser muito bom ficar junto!
    Sei que de solidão não vão morrer kkkkkk
    Beijos querida, gostei muito do assunto (bem se vê pela lauda que escrevi, credo, sou cansativa né?)
    beijo

    ResponderExcluir
  27. Bom dia,Chica!Linda história,mas é por esses lapsos de memória etc e tal que eu tenho tanto medo de envelhecer,aliás acho que todo mundo tem um pouco outros mais outros menos,mas a opção a envelhecer é morrer né então melhor envelhecer,kkkkkk.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  28. Muito legal, me fez lembrar minha irmã!bj

    ResponderExcluir
  29. oi Chica,

    que lindo,
    sinto falta de ter tido uma irmã,
    deve ser muito bom ter alguém que fala a mesma lingua e entende perfeitamente nossas dificuldades...

    adorei e me senti irmã por uns momentos...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Tão belo envelhecer assim na companhia de um irmão,no caso,irmã.
    Seus contos sempre tocantes e com conteúdo que nos fazem refletir.
    Meu abraço sincero,

    ResponderExcluir
  31. Vim dar os parabéns. Felicidades, Chica!

    ResponderExcluir
  32. Assistiu " E se fossemos morar todos juntos?" se não, assista! Passarinho me contou que foi seu natal...então pedi ao PAI que lhe cubra de bençãos diárias: muiiita saúde, alegrias, harmonia, felicidade e amorrrr! Beijuuss Chiquita

    ResponderExcluir
  33. Com tanto para dizer, com tanto fervilhar na mente, depois de ler seu texto, resolvi que o melhor é ficar calado e deixar que o silêncio fale por mim.

    Parabéns Chica.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  34. Oi Chica
    Como de costume, um conto em que mescla sentimentos variados e todos do bem-querer,
    Obrigada pelas felicitações de aniversário,pela lembrancinha linda no email, por tudo que tem sido todos os dias com exemplo de amizade lealdade e versade,
    amei esse amor das irmãs, hoje também recebi visita das minhas , e a vontade era mesmo de voltar ao tempo das travisseiradas rsrs
    beijinhos

    ResponderExcluir
  35. Uma linda história!
    Tenha um lindo dia amanhã, amiga!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  36. Muito lindo e engraçado seu texto, amei. Mostra o companheirismo que devemos ter,nosso amor , nossa amizade...parabéns...bjos

    ResponderExcluir
  37. Chica,

    Sabe que pensei em minha irmã ao ler o texto por inúmeras razões, pelas brigas, choros, mas também pela certeza de que poderemos terminar juntinhas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  38. Gostei à beça da história das irmãs... Aventura mesmo e engraçada!
    Ah, vida, com suas peripécias!... Rsss...
    Acho interessante o casal depois de um certo tempo de casados..., fica relembrando, corrigindo o outro, procurando os óculos!...

    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Oi Chiquinha!...:)

    Sou a caçula de muitas irmãs e quando a gente se encontra, cada uma quer falar mais que a outra!...rsrsrs

    Amei sua visitinha (muito gentil da sua parte), mas realmente, cada vez acho mais difícil retomar o blog!
    Por enquanto, prefiro continuar visitando a todos da blogosfera que me cativaram e você, com toda certeza, está entre eles.
    Beijo grande pra você, minha amiga.
    Se a gente não se falar antes, já te deixo votos de um Feliz e Abençoado Natal junto aos seus.

    Cid@

    ResponderExcluir
  40. Ohhh Chica, q estória mais linda!!
    Vc me fez pensar em mim e minha irmã. Qdo morava em Friburgo não tínhamos tempo uma para a outra. Qdo vim morar no RJ brigávamos feito cão e gato por ela usar todas as minhas roupas sem minha autorização e na minha ausência. Hj q casamos e estamos "longe" até da casa dos pais, estamos a cada dia mais unidas. nos falamos quase tds os dias e participamos da vida uma da outra prazeirosamente e intensamente.
    Ai, ai... pena q não fizemos "guerräs" de travesseiros. Hsssss
    Lindona, Obrigada por seu carinho comigo e com minha família lá no meu cantinho. Estou imensamente feliz por tê-la na comemoração virtual da Valentia.
    Bj no coração e abraço apertado. ;D

    ResponderExcluir
  41. Bom dia,Chica!!!

    Que belíssima história!!!!Fiquei profundamente emocionada...se um dia sobrarmos só eu e mana...será bem assim.Até as brigas, mais por divergências de ideias do que por outra coisa!!!rsrsrsr
    Beijos e meu imenso carinho!!!
    *Hoje no dia marcado!!rsrsr Adoro suas visitas, principalmente lá no blog de contos, sabes que és muito importante e se não fosse tu, ele não existiria!!OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  42. Oi Chica, a Vivian postou teu link lá no face e vim te ler de lá rsss comovente como sempre o que escreves, beijos e lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  43. Chica uma decisão acertada. Eu não sei se a tomaria porque gosto demais da minha privacidade mas é melhor que um lar, sem dúvida. Beijinhos

    ResponderExcluir
  44. Boa tarde Chica

    Que saborosa e edicante história, as das idosas manas. O como foi contada prende muito o leitor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Oi, Chica! Que linda história! Quando ficamos mais velhas realmente pensamos que vamos dar conta de ficar sozinha. Mas não há nada melhor do que ter ao lado alguém que amamos para nos acompanhar, conversar e dividir as tristezas e alegrias. Adorei! Super beijoca, Eunice Maria.
    http://efacilserfelizartesanais.blogspot.com/
    efacilserfeliz.artesanais@gmail.com

    ResponderExcluir
  46. Que lindo!
    Quanta cumplicidade.
    Tenho duas tias que vivem assim e agora decidiram morar juntas:D
    Bjo grande e tenha um lindo fim de semana.
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  47. Comovente! Histórias de amor fazem tanto bem a quem vive, a quem lê. E tu fizeste lindamente aqui, emocionando a todos nós.

    Ah, as penas do tempo...

    Beijo, Chica.

    ResponderExcluir
  48. Chica
    Parabens muitas felicidades, que Nossa Senhora a faça muito feliz e que seus escritos nos dê luz e sabedoria e gosto a nossa vida
    com amizade e carinho sua amiga Monica

    ResponderExcluir
  49. Que lindo, Chica!!!
    É a mana e eu! rsrs... Falta só os cabelos branquinhos.
    Adorei.
    Beijos querida, lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  50. Que susto apanhei Chica! li até ao fim ansiosa, com medo de algo ter acontecido...quase me identifiquei quando me junto com a minha irmã do meio, ainda não temos problemas de esquecimento mas adoramos recordar as malandrices, os bons e maus momentos da infância. ADOREI.
    Bjs

    ResponderExcluir
  51. Que lindo, chica! Nunca sei se são mesmo verdade ou se são histórias. Se são histórias, você pe uma bela contista, tem que colocar isso para ser lido por mais pessoas. Linda, linda a história das duas irmãs.
    Beijo e pense nesse livro...

    ResponderExcluir
  52. Comentei ontem na Lu:

    Quer dizer que a dona Chica
    Foi visitar a vizinha
    Que faz a festa e clica
    No niver da Joaninha...


    Cheguei.
    Com uns três anos de atraso, eu sinto...
    Mas cheguei.
    Posso entrar?
    Ôpa! Já entrei!

    Beijos de parabéns. Pela data e pelas Coisinhas...

    ResponderExcluir
  53. "As penas do tempo haviam caído sobre elas mas estavam felizes".Que delícia de texto Chica. Abordando um tema tão precioso quanto a amizade entre irmãs, e o triste fato de se perder a memória.É doloroso encarar esta realidade, mas você soube driblar com muita emoção o desfecho. Adorei, confesso que também senti uma lágrima aqui no meu rosto. Bjs.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  54. Oi Chica,
    Beijos 1000, divirta-se no final de semana.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  55. Chica, adorei esta!!! para mim uma das melhores que li aqui nos últimos meses.

    beijos

    ResponderExcluir
  56. Que emocionante, Chica! O tempo passa voraz e por vezes com efeitos devastadores. Muito real este texto! Obrigada pelo carinho de sempre. És muito especial! Beijinhos

    ResponderExcluir
  57. Ai que divertido! melhor essas duas unirem os neurônios para viverem e recordarem enquanto é possível.
    Linda forma de falar sobre a senilidade e suas recordações.
    beijos
    Zizi

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿