♥ Olhares e rimas perigosas ♥

daqui

(Fonte: 
cjonie )



Naquele prédio, de tudo acontecia...
Dona Marina, tinha diversão garantida a na janela do prédio à frente, tuuuuuuuudo via!!!

Lá podia ver a D.Julieta, que não sabia mais fazer careta.Estava séria, ensimesmada. Uma "porreta"!

Seu Pedroca, nunca mais lá da janela lhe acenara. Estava preocupado em brincar de mocinho ...Mas já nem mais sabia o que era uma ....bota!

AH! Dona Clarimunda! rs Essa, nunca mais  teve a mesma .....alegria!

Tinha a Dona Tereca que de longe, ao banhar-se podia dali ver toda a........ meleca que fazia.

Tinha seu Pinto que tocava violão, cantando com sua voz bem fininha...
Dona Marina que de lá tudo via, apenas sorria...
Ah! Que saudades dele ela sentia!

Chegava a noite...
Janelas se fechavam luzes se apagavam.

As lanterninhas, que eram os olhos da Marina,  mais se acendiam, procuravam...
Tinha o casal de velhos que de touca dormia e...nada acontecia!

Tinha o casal jovem que de janela aberta...a deixava cada vez mais desperta!
Chegava a se enrolar na coberta, deixava apenas os olhos descobertos para ver...gemer!

E quando o dia ,prestes a raiar, só então Marina do chão a se levantar...
Caia dura de sono  na janela, mas não perdia nenhuma fofoca.Como viver sem ela?

Coitada da Marina, um dia um vizinho a viu...
Virara estátua! Não mais se mexia! mas ali ainda jazia. Mas que .....!!!

*************


* Dedicado às várias Marinas que encontrei pela vida. Todas já "estátuas"!Assim que vi essa linda imagem, lembrei! beijos,lindo fds!chica