♥Ufa!!! ♥


 EDIÇÃO VISUAL do BLOINQUES

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Beto e Lavínia esperavam seu primeiro filho.

Faltavam poucos meses para que pudessem ver a carinha linda, como imaginavam, de sua filhinha, Bárbara.

Preparativos sendo alinhavados, enxoval quase pronto. Simples, mas feito com o maior carinho.

Roupinhas cheirosinhas esperavam, ainda encaixotadas para um dia serem colocadas na gavetinha da bebê.  Faltava apenas o lugar para elas.

Eles tinham à disposição, pouco espaço no sótão da casa da mãe de Beto, D.Sofia, que tentava ajudar ao máximo, porém em troca dessa ajuda, achava-se no direito de intrometer-se na vida do casal.

Havia sido uma grande ajuda recebida, não ter que pagar aluguel, o que proporcionou economizar permitindo a compra de sua casinha própria. Isso, além,claro, do nascimento de Sofia, era  o que mais sonhavam e desejavam no momento.

Passavam os dias e Lavínia por vezes ficava desanimada.

Sua sogra , nessas horas,dizia:

_ Não vejo motivo nenhum para vocês ficarem tristes  por ainda não ter sido aprovado o empréstimo para a casa nova. Isso é bobagem!
 AQUI vocês tem de tudo , não gastam nada e ainda estamos juntos,não é Beto? -Diz a  sogra, indo em direção ao "filhinho adorado",que retribui, meio sem jeito, pois bem sabia o que Lavínia pensava...

Os dias se passavam ,a barriguinha crescia e Lavínia e Beto ao voltar do trabalho conversavam muito sobre planos e expectativas.

Isso, claro, quando não eram interrompidos pela D.Sofia. Ela, sempre ela!!!  Ufa!!! 

Certo dia, Beto recebe um comunicado do banco. O empréstimo havia sido liberado...

Radiante, liga para Lavínia e conta a maravilhosa novidade...

Agora, era tudo questão apenas de detalhes que, foram resolvidos logo, com a maior celeridade.

Finalmente, recebem as chaves. Momentos de alegria.

Logo, entram na casinha, simples, pequena , mas do tamanho ideal para eles. 

Abrem uma janela, onde será o quartinho da bebê . Diante dela, unem as mãos ao alto, em forma de telhado.
Falam então, mãos ainda unidas e olhos nos olhos :
_ Obrigado, Senhor!
Sob o teto desse nosso telhadinho pretendemos viver na maior paz e amor... Permita-nos mais essa alegria!

 Saem dali, radiantes, vão de peça em peça e em cada uma delas, sonham como será dentro de algum tempo...Imaginam, viajam mobiliando  cada cantinho.

Mas, por ora, nela entrarão entre coisas pessoais, apenas com um fogão, uma geladeira, uma cama velha de casal e um berço para Bárbara.

Logo, pouco a pouco, com trabalho e esforço tudo conseguirão.  O alicerce ,que é o amor, já  estava presente ...

Barbara nasce, é hoje uma menininha linda em seus três aninhos.

A vovó Sofia, recebe o carinho do filho, nora e netinha.Mas felizes estão todos, cada um no seu cantinho...

E a cada  alegria, lembram daquele momento de união de mãos ao alto,que é desde então, uma marca registrada de suas vidas!