♥ Uma carta...(Surreal?) ♥




 Edição Cartas do Bloinquês
Tema: "Qual a idade da sua alma?

(((o0))o(((o)))o(((o)))

Jardim da Felicidade, 15 de abril de 2012


Querida Martinha!


Voltando ao nosso assunto da última cartinha, onde me pedes pra contar mais e mais detalhes,de onde me encontro agora, aqui vai:

Era hora do recreio no colégio das almas...


Lá, de todas as espécies, se encontravam e conviviam...


Umas eram felizes, sorriam até. Outras,amarguradas, ensimesmadas...


Outras ainda, totalmente indiferentes a qualquer companhia...
Apenas vagavam...


Lembras que eu nunca gostei de ver ninguém triste perto de mim,não?

Cheguei perto dessa alma vagante e triste:


_ O que tens? Por que te comportas assim?


_ Estou aqui aprendendo, preciso vagar, caminhar...Ela respondeu...


_ O que procuras por aqui?


_ Respostas e certezas...


_ Para quais perguntas?


_Para a partida tão repentina de minha irmã e que me fez perder a saúde e aqui também estar...


_Não sabes que todos temos que passar por experiências na vida terrena e depois elas terminam e continuamos a trabalhar, sempre em direção ao aprendizado, para aprimorá-lo por aqui?


_Sei, mas ainda não consigo.Ainda ando amargurada,pareço vazia...


_Só posso te dizer que quando menos esperares, quando estiveres pronta, compreenderás.O conhecimento chega quando o aluno está pronto!


_ Quantos anos tem tua alma, ela pergunta.Falas como gente grande!


_Anos não mais importam por aqui...Valem as experiências.



Assim, ficamos trocando idéias e ao final, ela me pareceu bem mais animada.Ainda inquieta, mas menos aflita.

E eu, sabendo muito bem agora, aquilo que ela procurava, dei um jeitinho de apresentar à ela uma alma amigona, linda, transparente,  com vestes azuladas, brilhantes...

Era uma alma feliz...E eu suspeitava que tinha mais nela...

Conversamos as três e quando percebi, vi que as duas trocavam experiências, lembrando de fatos , rindo até...



Eu havia acertado na minha intuição,devo te dizer,Martinha.

_Já sabes quem eram elas,não?
Eram as irmãs que após anos se reencontraram aqui nesse jardim feliz das almas...



Agora, todos podíamos voltar à escola e aprender mais e mais, mas juntas...

 Devo te dizer que foram momentos importantes para mim e só aqui poderia ter essa sensação...

 Espero que isso te conforte e entendas que estou bem aqui e daqui, te cuido!

Não parei de trabalhar nem de perseguir de levar alegria,rs .

Isso sabes, não quero parar nunca...Nem morta,ooooooooops,rsssss...
Até esqueço que não mais estou aí!


Fica bem e assim que te sentir novamente triste e preocupada, venho te contar mais umas coisinhas legais daqui,tá?

Beijos, tua vovó...

Matilde