♥Teimosia até no além...♥

 Vi  imagem aqui


Num vilarejo da Espanha, Genara  vivia a cantar!
Estava de bem com a vida, fazia suas tarefas, sempre estava a trabalhar!

Apenas um probleminha em sua vida existia:
Dona Erna, mãe de Jocelito, era uma sogra daquelas de matar!

Má, encrenqueira, sempre pronta a fofocar
coisas horríveis dela estava sempre a inventar.

Era difícil com ela na casa conviver
em seus dias estava sempre a querendo  fazer sofrer.

Genara cantava, cantava, para seu nervosismo passar
Mas Dona Erna, até nisso a queria fazer calar...

Os dias passavam e nem flores Genara podia ter
A sogra achava  que cuidar delas, era tempo perder.

Um dia, o tempo passou para D. Erna
e Jocelito bem triste estava, Genara então o consolava...

Mas tudo na casa voltou ao normal
agora, Genara, podia ali sentir-se a dona, a tal...

Nas suas janelas , em potes, plantas e flores lindas em profusão...
Deixava sempre o sol entrar na casa, sentia-se tão bem então!

Porém, nas janelas do quarto que  de Dona Erna fora
Mal eram abertas para o sol entrar,
Genara ouvia logo um barulho...
Eram elas a sozinhas se fechar.

Será que Dona Erna nunca vai entender? Pensava sozinha, sem sentir medo...
Agora aqui em minha casa, faço o que eu bem entender...

 Genara a cada batida de janela,
resolveu outra atitude manter...

Pedia ao Alto, para que Dona Erna, bom descanso pudesse ter!
E só depois disso, ali, pode, enfim, feliz se sentir e viver!


(((o)))o(((o)))o(((o)))

Olhem quem chegou!  A Maria Luiza, de onde me inspirei com a imagem:

Genara mulher de sorte,
Um dia livre ficou
Da sogra muito perversa
Que tanto a espezinhou!

E como dona da casa
que agora então ficou
enfrentou a alma da sogra
que só de oração precisava.

Genara, mulher de fé
ao alto se dirigiu
pedindo descanso eterno
para a pobre alma do além.

Genara mulher de fibra,
soube esperar com paciência
do céu sua sogra agradecida
Descansa em paz perpetuamente!