Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

♥ Era preciso voltar... ♥

 Vi aqui


Vânia estava particularmente cansada naquele dia.

Sentia, além de cansaço, um dor no peito...Saudades de sua infância e de sua casa no interior, uma velha fazenda de seu avô.

Pensava  nela como há muito não o fazia.


Hélio, seu marido, vendo-a assim, convidou para uma surpresa:a levaria à sua antiga cidadezinha e lá poderiam ver novamente a casa...Ficariam numa pensão bem pertinho dela.

Assim, na sexta-feira, após o o trabalho,viajaram.

No dia seguinte, bem cedinho foram até a  velha fazenda...

Poderiam nela entrar? Se perguntavam.

Ao chegar perto, já um susto!

A velha porteira de madeira feita pelo seu avô, havia sido substituída. Não mais existia!  Em seu lugar, um  muro imponente e um portão.

Toda fazenda, cercada por aqueles alvos  e frios muros...

Lá ao fundo, bem longe, a casa da fazenda que agora era uma grande mansão.

Parte do jardim ainda conservava as velhas e lindas acácias  também plantadas por seu avô .

Na garagem, carrões.
Pessoas de uniformes, mostravam ser os serviçais.

Ela não pode deixar de voltar no tempo e lembrar das carroças e carroções que por lá sempre estava, e onde, tantas vezes pegou caronas para passear por lá e ver a criação...

- E o paiol?
Bem, no lugar onde ele ficava, uma enorme piscina, com cascata...Cadeiras espreguiçadeiras a ladeavam.

Meu Deus! Pensava Vânia!  Tudo estava completamente mudado.

Nada mais tinha dela por ali,

Fechou os olhos, procurou o marido para um abraço, chorou...
Olhou para o portão

                                 [sua antiga e linda porteira]

e não viu  mais tudo aquilo...

                                 [Preferiu ver os gansos que outrora a recebiam]


Trocaram um beijo, voltaram à pensão, fizeram as malas...

Vânia naquele momento, havia se despedido da   casa  , da qual que tantas saudade sentira...
Mas nela, nada mais dela estava ali agora...

Porém, compreendeu que precisava passar por aquela experiência.

Retornaram para casa, dormiram felizes!

43 comentários:

  1. Olá amigos.Estou na correria esse final de semana porque meu nenem nasce segunda feira, então por uns dois ou três dias não vou comentar nos blogs. Me perdoem! Gosto muito de todos vocês e loguinho loguinho estou de volta!
    Um abração a todos e fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica,

    Bom dia!Realmente a experiência dos lugares que trazem boas lembranças que engradecem a alma.

    Bom domingo!

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  3. ÓLA AMIGA QUERIDA QUE LINDA HISTÓRIA DE SAUDADES QUE NOS FAZ PENSAR QUE O QUE PODEMOS FAZER É GUARDAR A SAUDADE EM NOSSO CORAÇÃO EM NOSSAS LEMBRANÇAS POIS COM O PASSAR DO TEMPO TUDO SE ESVAI PASSA DANDO LUGAR A OUTRAS COISAS NADA PERMANECE PARA SEMPRE A NÃO SER EM NOSSA LEMBRANÇA E CORAÇÃO,POR MAIS QUE NOS SEJA CARO VAI PASSAR COMO TUDO NA VIDA E VIRÃO OUTRAS TANTAS COISAS EM SEU LUGAR É A ORDEM DO TEMPO DA VIDA,,
    DA SEMPRE UMA MELANCOLIA PENSAR NESTES ASSUNTOS E ACEITAR AS COISAS COMO SÃO,UM ABRAÇO AMIGA ESTE TEXTO ME FEZ PENSAR SOBRE TANTAS COISAS
    E SÃO TANTAS EMOÇÕES COMO DIZ O REI ROBERTO CARLOS,,BJS MARLENE

    ResponderExcluir
  4. As nossas lembranças é uma caldeirão para belas história. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica
    Muito boa sua história, lembrou-me um caso bem parecido com este seu, que eu e meus irmãos vivemos anos atrás, ao fazermos este mesmo trajeto da sua personagem.
    Bjo e bom dia.

    ResponderExcluir
  6. Oi chica, realmente são as lembranças de nossa infancia que nos leva a ter momentos de muita felicidade ou tristeza, me lembro que o sitio de meu avô, onde cresci e tive as maiores alegrias hoje é uma industria quimica, de tudo que tinha la, nem as arvores restaram,mas o melhor continua em meu coração..bjos e bom dia

    ResponderExcluir
  7. Um texto que nos remete a reminiscências, e tenho lindas lembranças de lugares onde eu morei e visitei, mas como vivemos num mundo de transformações, tudo tem se transformado rapidamente, e só nos restam as lembranças. Ótimo texto, abração pra ti.

    ResponderExcluir
  8. Opa, mais uma das boas da Chica! Reflexão joia mesmo... Já passei por tantas dessa; com a casa da infância, colégio, casa em que morei antes de casar (tudo em Recife)... É uma sensação de surpresa e saudade... Mas, o importante é que fiquem boas lembranças e lições, né?!

    Feliz Domingo!

    ResponderExcluir
  9. Putz, pior que nunca parece ser uma boa idéia voltar em um lugar do qual se tem boas lembranças da infância.

    O mesmo vale para filmes.


    Nunca é a mesmas coisa.

    ResponderExcluir
  10. Sempre tive vontade de retornar a casa onde passei a minha infância numa cidade do interior de Goiás. No ano passado, quando fui ao Brasil, decidi revê-la. Comentei com uma amiga esse desejo e ela me disse que conhecia a nova moradora. Telefonou para ela, contou essa minha vontade e ela disse que poderíamos ir até lá. Quando entrei emocionei-me muito e cai no choro! Foi uma experiência linda!
    Bjos
    Léia

    ResponderExcluir
  11. Oiee!!

    Há 14 anos atrás sai de minha cidade, e há 8 anos atrás foi a última vez que fui lá.....foi a casa onde meu pai e eu e meus irmãos tbém passamos, a casa antiga não existe mais, foi demolida e hoje funciona uma clínica moderna.....o que nos conforta.....as fotos e as lembranças, estas ainda são guardadas com muito carinho.
    Bjs♥Paz!

    ResponderExcluir
  12. Visitar o passado por vezes tem surpresa.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Consegui voejar aqui nesse texto.
    Ele é rico em detalhes e lembraças.
    Lembranças...
    Elas sempre estão tão juntas a nós não é mesmo Chica?

    Te deixo um beijo amada

    ResponderExcluir
  14. Oi Chica, em matéria de lembranças de sitio sou campeã mundial!
    Já chorei muito em frente ao meu antigo sitio, mas o motivo foi exatamente o contrário.
    Estava tudo tão igual, tão perfeitamente igual, como quando deixei, que a sensação que tive foi de que nunca mais alguém tinha entrado ali.
    Só as plantas, árvores e mato estavam "bem" maiores.
    Então me deu aquela sensação de abandono, de tristeza mesmo.
    Lindo seu relato. Saudades são sempre doloridas. Porém, já entendi que temos que guardar as imagens em nosso coração.
    Não dá para voltar, o que é uma pena.
    Beijos querida, bom fim de domingo por aí. Melhorou o calor?
    Aqui está nublado, vai chover já já, mas quente de doer!

    ResponderExcluir
  15. Chica,

    tenho uma vontade enorme de voltar a Salvador, BA, onde passei boa parte da minha infância e rever o bairro onde morei. Porém, sei que muitas imagens da minha lembrança não estarão mais lá. Mas fiquei feliz quando ano passado meu pai esteve lá e eu perguntei pela padaria onde eu ia comprar pão (Padaria Skailab; isso já tem uns 35 anos...) e ele me disse que ela ainda estava lá.

    Olha, na mesmo hora me veio o cheirinho do pão quentinho que toda tarde eu ia lá comprar!!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Chica,que conto mais emocionante!Rever lugares onde passamos momentos felizes depois de anos, ás vezes traz essas surpresas!Muito linda e criativa história!Bjs,

    ResponderExcluir
  17. O importante é termos consciência que muitas coisas ficarão apenas na lembrança e não nos decepcionarmos com as mudanças. Nada é imutável, muito menos nós, portanto, não há porque lamentarmos que as coisas e os lugares também mudem.
    Bom resto de domingo.

    ResponderExcluir
  18. UMA VEZ ALGUEM ME DISSE

    TUDO NA VIDA PASSA
    TODOS NA VIDA PASSAM
    PRECISAMOS ESTAR PREPARADOS PARA ISSO

    EU TENHO VONTADE DE RETORNAR A CERTOS LUGARES QUE JA FORAM MEUS MAS SEI QUE É MUITO TRISTE DEPOIS SABER QUE DE NÓS LA NÃO TEM MAIS NADA NOSSO NEM AS LEMBRANÇAS ..
    ACHO QUE O QUE BUSCAMOS NESSAS OCASIÕES É ALGUEM QUE GUARDAMOS LA NO FUNDO DO CORAÇÃO E QUE PRECISAMOS TIRAR DE LÁ DE DENTRO CONFORME PASSA O TEMPO UMA ESSENCIA DA GENTE VAI SE ESCONDER NUM CANTINHO LA DENTRO E UM DIA UM BELO DIA A SAUDADE VOLTA E PRECISAMOS TIRAR ESSE ALGUEM DE LA DE DENTRO DA ALMA ..O QUE ACONTECE E QUE ESSA MOÇA QUANDO CHEGOU NO SEU LUGAR DE ORIGEM DAS SUAS LEMBRAÇAS MAIS LINDAS NÃO CONSEGUIU ENCONTRAR O LUGAR ..E DAI A TRISTEZA ..SABE QUE APRENDI?
    A NÃO PROCURAR EM LUGAR ALGUM MINHA ESSENCIA ..AS LEMBRANÇAS ESTÃO NO FUNDO CORAÇÃO E NA ALMA ...NEM PRECISAMOS IR TÃO LONGE BASTA OUVIR ..
    BEIJOS QUERIDA

    BOA SEMANA

    OTILIA

    ResponderExcluir
  19. Oi Chica, lindo conto! Você me fez voltar ao tempo e lembrar da casa que eu e meus irmãos crescemos no Rio Grande do Sul, era uma casa de madeira azul, tinha um jardim com margaridas e muitas árvores frutíferas plantadas pelo meu pai! Enfim hoje virou um super mercado.
    Sinto muita saudade.
    Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  20. Chica, que conto lindo, fiquei com uma saudade da casa da minha vó, no interior.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Chica
    Eu prefiro também ter na minha memoria a Fazenda Guariroba do vovô. Nao gostaria de voltar a ve-la transformada;
    com amizade e carinho de mOnica

    ResponderExcluir
  22. Chica, saiba que seu dom de relatar é impecável e eu me senti Vânia. Também fiz esse retorno à fazenda onde cresci e passei os melhores anos da minha vida. Não encontrei nada suntuoso, mas não tinha mais aquela beleza que eu enxergava. Onde estava o grande pé de jabuticaba logo na estradinha de entrada? Logo acima, estava a grande paineira, cujos botões eram nossos batons, onde estaria? Tudo havia ficado tão pequeno tão longe, muito longe de mim. Sumira tudo, pois o asfalto modificou toda a geografia que eu amava! Ah! Chica, a paisagem está bem viva no meu coração. Beijão!

    ResponderExcluir
  23. Ei Chica!
    As coisas mudam, mas é dentro da gente que guardamos as melhores lembranças.
    Uma maravilha de conto.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  24. A inexistência do sujeito (Fazenda) apagou o predicado (Belas lembranças do passado). Como sempre, um belo conto Chica.

    Abraços e uma ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  25. Chica querida!

    Por isso Deus, sabiamente, nos deu a memória: para que guardássemos nos nossos olhos as paissagens e no coração, as lembranças!


    Lindo conto!

    Bj grande, amiga!

    ResponderExcluir
  26. Às vezes, nem é bom ir atrás das lembranças...

    As coisas nunca mais são da forma que as recordamos.

    A cidade do interior de Minas, onde eu nasci, mudou tanto, que eu já nem gosto mais de ir lá. Prefiro as lembranças que me ficaram na memória.

    Beijão pra você Chiquinha Joaninha.

    Fique bem, fique com Deus.

    Cid@

    ResponderExcluir
  27. Lembranças de um tempo gostoso!! O engraçado é que hoje mesmo estava conversando sobre a casa dos meus avós. Cheirinho de mato, hortaliças frescas ali do quintal, frutas doces, flores que rodeavam as pedras do caminho que nos guiavam até a casa simples e tão cheia de amor... aqui a saudade bateu mais forte. Mas precisamos nos despedir dos lugares, porém as lembranças nos acompanham para sempre nos nossos corações!! Lindo como vc. Sua sensibilidade mexe com nossos sentimentos mais gostosos!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  28. Não há como o tempo congelar a partir das nossas lembranças, infelizmente. Como gostaríamos de cultivar determinados retratos do passado, mas a vida é desassossegada, caminha e se não a acompanhamos, nos perdemos pra valer.

    Foi mesmo bom ela ter ido, reavivou as lembranças, ganhou a certeza de que seguir é preciso.

    Beijo, Chica.

    ResponderExcluir
  29. que lindo!
    já passei por essa experiência,depois de 30 anos voltamos lá eu e minhas irmãs , foi muito sofrido!
    o sítio onde fui criada com meus irmãos, onde meu pai cultivava hortaliças, milho, aipim, porcos e cabras, hoje virou uma vila de casas.
    Só ficou a doce lembranças de momentos felizes.
    boa semana!
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  30. Oi Chica,
    Sabe que essa semana eu estava falando com uma amiga minha sobre isso? Sim, porque eu nasci no interior de SP e meus pais construiram juntos a nossa casa... nos mudamos para SP ( capital) e nossa casa ficou para trás... mas ela ainda está lá no mesmo lugar, porém com todas essas reformas que voce citou ai...muros alto e portao de ferro onde antes tinha apenas uma pequena cerca... a nossa simples casinhas foi transformada numa casa bem moderna e bonita.... depois que ela foi vendida nunca mais fomos lá... e minha amiga diz que quando passa enfrente vê a casa exatamente como era quando moravamos lá...ela disse que nao entende porque... entao eu disse que eu entendo...ali passamos nossa infancia e adolescencia..entao os olhos dela vêm aquela casa com amor das boas recordaçoes que ficaram...na mente ficou gravado tudo e como eram as coisas naquela época... Eu preciso voltar lá...eu tb preciso colocar meus olhos naquela casa, que mesmo tao diferente continua tao igual....
    Beijos carinhosos e desculpa escrever tanto...
    Marcia

    ResponderExcluir
  31. Chica, lindo o texto. Me fez viajar ao meu tempo de crianca onde tinha que passar pela porteira do seu José quando eu queria tomar banho no riacho...

    A vida muda e com ela os ambientes da nossa infancia. O bom é que na nossa memoria tudo permanece igual, por isso é dificil aceitar o novo, pois ele nao é real no nosso mundo das lembrancas.

    Te desejo uma semana abencoada

    Bjao

    ResponderExcluir
  32. Bom dia,Chica!!!

    As coisas mudam...e nem sempre é fácil aceitá-las.Mas as mudanças além de necessárias são fundamentais.Se tudo fosse sempre do mesmo jeito sentiríamos a estagnação.
    Que bom que ela sentiu-se bem no final, e soube desapegar.
    Beijos minha amiga!Vamos começar mais uma semana.Que seja cheia de boas vibrações!

    ResponderExcluir
  33. Oi Chica,
    Eu já vivi uma experiência parecida, pois vivi dos 5 aos 15 anos em uma casa centenária na cidade de Jaú. Uma vez, vendo que ela se transformara em um cartório, pedi para entrar e ver. Foi incrível, ver meu quarto de criança transformado em escritório!
    Obrigada pela vistinha de aniversário e pelas palavras carinhosas.
    Beijos 1000 e uma semana maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  34. Bom dia amiga!

    Não é fácil voltar ao passado e ver que tudo mudou, que nossas lembranças são somente isso - lembranças. Dá uma dor no peito, mas é preciso olhar pra frente e tomar consciência que a vida é assim, uma constante mutação.

    ResponderExcluir
  35. Aprendi a aprender com mudanças! Foi e ainda é dificil, mas é necessário né?!
    Bjos

    ResponderExcluir
  36. Assim é, Chica. As coisas mudam...mas as boas lembranças resistem a tudo! Essas, ninguém nos rouba. Boa semana, amiga!

    ResponderExcluir
  37. Que fiquem as lembranças ,apenas.
    beijo grande Chica!

    ResponderExcluir
  38. Carroças....
    Meu avô tinha e eu andava, morrendo de medo do cavalo. Ah, que lembrança boa, Chica!!!

    Amei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. OI MINHA AMIGA QUERIDA!!!!
    QUANTO TEMPO! MORRO DE SAUDADE DE PASSAR HORAS E HORAS NO COMPUTADOR, VISITANDO MEUS BLOGS PREFERIDOS E MINHAS AMIGAS ADORÁVEIS.
    QUE LINDO SEU TEXTO.
    REALMENTE NEM A MAIS LINDA MANSÃO OU MAIS LINDOS CARRÕES SUBSTITUEM RECORADAÇÕES SIMPLES E FELIZES.
    MAS HÁ QUE SE GUARDÁ-LAS BEM DENTRO DA GENTE, POIS LÁ NINGUÉM MEXE!
    TE ADORO AMIGA!
    E POR AÍ COMO VÃO AS COISAS?
    UM BEIJO ENORME!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  40. A lembrança resta para sempre e ainda bem que é assim em se tratando de bons momentos vivídos na infância.Suas histórias parecem também pedaços da vida de alguém...Tudo muda,mas o que é bom pode durar para sempre no coração da gente!

    ResponderExcluir
  41. Há lembranças que nunca se perdem. Tenho algumas que me seguem nos sonhos. Mais uma excelente história. Beijinhos

    ResponderExcluir
  42. Lindo o texto!
    Tão bom quando ficam boas lembranças na nossa memória!
    ótima tarde querida.
    Bjs

    ResponderExcluir
  43. Chica e isso acontece muito viu. Pode crer. Lindo e triste né!
    O medo de amar....

    Felicidades querida mulher hoje e sempre!!!

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿