♥ Carta para Marininha... ♥




Edição Carta do Bloinquês


Tema: Resistir, desistir ou insistir?


(((o)))o(((o)))o(((o)))




Beco da Esperança, 06 de março de 2012.



Minha querida amiga Marininha!


Não pude deixar de vir responder tua cartinha , que recebi ontem e aliás, me deixou muito feliz. Feliz primeiro por saber notícias tuas e dos teus e depois,  em época de internet, emails, redes sociais, receber e ter nas mãos o papel, mandado,endereçado à mim, foi muito legal!

Bem, mas vamos ver se consigo colocar o que penso em relação ao que me questionaste.

Falarei aqui, daquilo que sinto, vi e vejo hoje nas poucas vezes que te encontro, só ou com teu marido.

 Lembras daquele dia quando cheguei no supermercado, aquele grande da nossa cidade, quando ainda aqui moravas?

 Te vi , conversando com um homem, que não era teu marido. 

Olhei de longe e pude perceber o brilho nos teus olhos. Logo percebi que algo mais estava acontecendo ou por acontecer.

Vocês pareciam  fogo e faísca, de tão ligados, apesar de fisicamente distantes.

Olhei e só depois me aproximei para te saudar e dar um abraço.

 Deves lembrar ainda, da emoção com que me telefonaste, assim que à tua casa retornaste.

Estavas com medo que eu comentaste perto de Juvêncio, teu marido.

E  parece que foi ontem, querias saber o que fazer: Te dizias apaixonada por aquele homem e tal e coisa...

Estavas preocupada pois na época, tu estavas separada de teu hoje marido novamente, mas ele, o homem, ainda era casado.

Te culpavas e estavas cheia de dúvidas.

Lembro ter te dito que consultasse bem teu coração e ele te diria...

Pouco tempo depois, recebi teu telefonema dizendo que tinhas voltado para teu marido ,pois assim, colocarias de vez, uma pedra naquele outro caso.  Te faltava coragem e essa foi tua forma de reagir.

 Te pergunto HOJE:

_És feliz? 

_ Não, respondo eu...

Não quiseste insistir no teu sentimento.Fugiste dele e pior, te abrigaste nas largas costas de teu marido que, também não é feliz.

Olho tudo de fora e assim vejo.

Me entristeço com isso! Mas, nada posso fazer a não ser oferecer meu ombro amigo.

Nem com isso, estou dizendo que fosse aquele o homem da tua vida. 

Importa é que como estás, não  és feliz  e ainda mais, deixaste de tentar! Desististe!


Pensa nisso, pois pode te servir para a vida ainda!


um beijo, tua amiga de sempre,que te manda essas flores para alegrar tua vida...Repara que elas são bem significativas,rs...

Vera