✿ Um pedido...✿




67ª Edição Cartas do Bloinquês:
Tema: Rodoviária

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Beirada do Sorriso, 01 de novembro de 1957



Vitor,meu caro amigo, quase desconhecido!

Espero firmemente que esta carta chegue às tuas mãos.

Pensei em um modo de fazer chegar em ti e não tendo  outras referências, resolvi agir como fiz, deixando-a no  guichê  da rodoviária , onde nos encontramos, após o teu embarque no ônibus que eu estava e ao meu lado. 

Por sorte, li o crachá que levavas ao peito e vi teu nome e já tinha te visto outras vezes no mesmo horário e sempre levando na mão uma bengala. Foi ela que ajudou ao Sr.Roberto,  vendedor dos bilhetes, a lembrar de ti e se dispor a me ajudar.

Lembro que te aconchegaste aproveitando as curvas e quando vi estavas encostado em mim, invadindo o meu espaço...

Preciso te dizer que desde aquela noite, estou desesperada, sinto muita falta da maciez, cheirinho e chameguinho...

Calma! Não te apresses em pensar outras coisas...Devo me explicar!

Sei de ti apenas o nome , mais nada, nem também sei o motivo que te fez, ao desembarcar, levar meu travesseirinho contigo!

Por favor, é esse o motivo desta carta:
-Preciso dele!Ele é de estimação e  sem ele não durmo direito.

Podes deixá-lo no mesmo guichê?

Assim, tenho certeza que o Sr.Roberto logo me devolverá!

Um abraço e quem sabe, ainda tornaremos a nos encontrar e então, certamente, saberei te agradecer.

Maria Soninho