Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

✿ Será verdade? ✿

Após anos e anos ausente Rita estava retornando à sua cidade, onde ainda moravam seus pais.
Ela viajara, estudara, se formara e o contato mantido com familiares era apenas pelo telefone, já que ali essa era a única possibilidade de comunicação, além do correio que era muito demorado por lá!

Ao voltar sentia dentro de si uma certa agitação.

_Como estarão papai e mamãe ao vivo?

As fotos não lhe davam a idéia muito real pois eram feitas com uma máquina antiga, sem recursos e esses, ainda que existissem, não saberiam ser aproveitados por eles, que não eram muito "experts" nessas coisas...

Ao chegar, imaginava que ao longe, já do portão sentiria o perfume dos bolos e comidinhas do fogão à lenha...

Porém, ao avistar a casinha, notou que não havia fumaça na chaminé. Será não estavam usando o fogão à lenha?

Foi avançando, chegou mais perto, abriu a porta e encontrou os pais, sentados...

O pai, levantou-se ajudado pela bengala e foi ajudar a mãe a erguer-se.
_ Minha filha! grita a mãe!

Que bom te ver! Vieste pra ficar? Estamos felizes....

O pai deu um demorado abraço e beijo cheio de saudades.

Assim ficaram os três por um tempinho abraçados, aplacando a saudade!

Estava perto da hora do almoço e a mãe pergunta à Rita:
- O que queres comer, filhinha?
-O que é que preparaste?

_Na realidade, temos de tudo, podes escolher lá no freezer...

- Freezer, mamãe?

_Sim, veio o Seu Pedro aqui lá da loja e nos vendeu, instalou aqui. Funciona bem!

Escolheram um prato e colocaram no microondas...
-Mamãe e aquele sagu tão delicioso, fizeste pra me esperar?

_Não, filhinha. Mas temos sorvetes em pote também no freezer...

Assim foram passando as horas e ao jantar, as mesmas coisas se repetiam.
Nada mais ali tinha cheiro de comida, nada tinha cor, nada tinha sabor...

Rita ao deitar, sabia que ali não mais era o seu lugar...

Antes de dormir, após beijar os pais, fica por instantes olhando pela janela e pensando:
_ O que mudou por aqui?
Eu mudei, fiz coisas e coisas ,mas eles! Eles , ficaram aqui! O que aconteceu???

De repente, uma resposta chega dentro dela mesma:
_ O tempo passou...trouxe progressos, modernidades, tudo mudou!

Ela mesma responde:
_ Pra mim também passou, uso na cidade tudo de bom que posso e tenho para facilitar a minha vida, mas aqui?
O que eles querem? Tem TODO o tempo do mundo pra cozinhar, cozinhar e cozinhar tudo que quiserem...

Assim foi dormir e sonhou que perguntara à mãe e que ela com rostinho triste, enrugadinha, mas sorridente, lhe disse:

_ O tempo passou e levou nossa alegria e onde essa não mora, apenas se espera que ele passe...
E essa alegria eras tu, tua vida aqui por perto, nos enchendo de emoções. Hoje, o que sabemos? Nada...

Rita acordou diferente...

Foi cedinho até o armazém ali perto e comprou tudo que achava que estava faltando.

Jogou fora o café solúvel foi acender o fogão à lenha...
OPS! Cadê essa joça de lenha, já reclamava!!!

Conseguiu achar e nele fez um bom e velho café passadinho, fritou umas rosquinhas, colocou flores vivas num vasinho, uma toalha xadrez na mesa e foi chamar os pais...

- Papai, mamãe!!! Papai,mamãe! Vão escovar os dentes e venham tomar café!

_Papai, mamãe! Andem, vão se atrasar!

_O café vai esfriar!!!
Enquanto chamava, o filme de sua vida rodava...

Parecia ainda ontem ser chamada assim!!!

Após um tempinho, chegam os dois velhinhos...se arrastavam e seguravam um ao outro...

-Mas que linda mesa, que cheirinho bom,dizem à filha!

-Vamos então comer, fiz com carinho!

A mãe pediu ao marido que buscasse a máquina de fotos, como ela chamava...

Pediu pra que fosse feita a foto daquela mesa linda e arrumada.

Queria guardar na memória a última vez que ali havia tido realmente VIDA!

Sabia, dentro de si, que sua filha ali não ficaria!

Após o café, Rita conversa um pouco com os dois e diz.

-Preciso ir! Qualquer dia eu volto!!!

Eles não acreditaram...

42 comentários:

  1. Assim é a vida, Chica!
    Doa a quem doer, é a mais triste realidade.

    Muito bem, mesmo! Parabéns

    Beijinho e bom fim de semana.

    Ana Sofia

    ResponderExcluir
  2. Vim correndo deixar meu beijo e desejos de paz
    beijo e cheiro Chica!

    ResponderExcluir
  3. Chiquinha, muito bom seu texto! Ficou um pontinho de tristeza no final, mas mesmo assim é belo...

    Amiga, tenho notado muitos textos tristes por aqui hein! Puxa vida... O que está acontecendo?
    Ainda bem que você tem mágica nas palavras e isso ameniza um pouco o tom cinza de alguns textos!

    Um abração, fica com Deus e tenha um maravilhoso final de semana!

    ResponderExcluir
  4. Bom dia,Chica!Ai éque está o problema de viver em função dos filhos de não er vida própria eles partem e só fica um resto de nada, os pais tem que viver suas vidas sabendo já que mais cedo ou mais tarde os filhos partirão.
    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. Nossa Chica, hj vc tirou o dia pra postar umas coisas bem profundas hein? rsss
    Sei lá... acho que o que impulsiona as pessoas é justamente o carinho e a presença de seus entes queridos, quando eles se vão a vida fica sem graça e muitos perdem a vontade de fazer as coisas.
    Tadinhos deles né? e depois a idade vai tirando o vigor e a vontade, se bem que euzinha aqui tb não sou muito de cozinha, adoro comer mas não tenho o pique de ficar fazendo bolos e coisas mais demoradas rsss prefiro trabalhar a criatividade em outrros setores,questão de gosto talvez
    Grande reflexão esse teu conto, beijos e lindo dia!

    ResponderExcluir
  6. Criamos os nossos filhos para o mundo. Um dia eles batem asas e voam. Precisamos ter esta consciência. É a vida! O texto está maravilhoso e o final coroou a realidade. Abração.

    ResponderExcluir
  7. Chica
    Um texto triste mas muito bom. Tudo quanto seja sobre os filhos mexe demais comigo.
    Amiga em Portugal diz-se filhos criados trabalhos dobrados.
    Beijinho bfs

    ResponderExcluir
  8. O seu conto emocionou-me, penso que ela fez muito bem em recuperar tudo o que a tinha marcado na infância e ter sido ela, agora, a presentear os pais da mesma forma! Simplesmente lindo! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Chica
    Que tristeza eu tive de lembrar que muitas vezes os pais criam os filhos para a vida e eles não voltam nunca pra casa e quando retornam acham tudo diferente!
    Eu nunca sai de casa, alás sai para estudar e voltei pra casa.
    Eu sou muito dependente de minha familia.
    com amizade e carinho de Monica

    ResponderExcluir
  10. Muito triste ver os pais já tão velhinhos e sem alegria!Um texto comovente,mas real!Como disse o Tunin,criamos os filhos para a vida e eles tem que partir um dia!Linda sua história!Bjs,

    ResponderExcluir
  11. AI, CHICA!!!!!!!QUE TRISSSSSSSSSSSTE!!!

    BJSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  12. Nem sempre a vida nos proporciona o final que esperamos, mas ainda assim, é a nossa história escrita através dos acontecimentos... Parabéns pelo texto!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Que triste isso...
    Chica, um ótimo fim de semana pra vc..
    Beijosss

    ResponderExcluir
  14. Emocionante, Chica. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Os pais têm que se conscientizar de que os filhos não são para sempre. Os filhos precisam viver a vida deles em conformidade com aquilo que desejam pra si, ou seja, estudar, se formar, trabalhar e, dependendo das circunstâncias, amparar os próprios pais. Infelizmente, essa é uma realidade que temos que aceitar. Belo conto Chica, só que um pouco trite. Quem sabe, a Rita não consegue um tempo maior para passar com os pais?

    Abraços e um ótimo final de semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  16. Belo e comovente Chica!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  17. O tal "ninho vazio" de que os especialistas falam...

    Achei fofo o texto, Chica.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  18. Pensamento um tanto egoísta dela, né? Na cidade grande tudo na praticidade e na velha casa do interior, os pais não podiam "aderir" ao desenvolvimento? Rrsrs.

    Vivemos a era da "roça cibernética"... Se ela tivesse procurado direito, até um notbook ia encontrar na casinha dos pais.

    O futuro atropela, infelizmente.

    Beijo, Chica.

    ResponderExcluir
  19. Oi Chica!
    O ciclo da vida muitas vezes pode ser cruel!
    Triste isso, não? Hoje você parece nostálgica menina?!
    rsss
    Beijos e um domingo de paz!

    ResponderExcluir
  20. Bom dia querida!
    que bom seria se as coisas da vida fossem assim tão fáceis de se resolver, não é?
    dar uma corrida no armazém, fazer rosquinhas, e pronto!
    que bom seria podermos voltar no tempo e consertar as coisas, e deixar tudo arrumadinho, cheiroso!
    o tempo é cruel, e nos tira o que há de mais belo, a companhia dos filhos.
    só que quando os tínhamos todos ao redor, a vida era tão corrida, tão louca pela sobrevivência, que a gente nem sabia o quanto era feliz.
    Adorei seu texto, cheio de ternura e perguntas.
    faz a gente pensar...
    Chica, estarei com vocês no dia 27, com minha energia e meu pensamento positivo.
    vai com fé que tudo correrá da melhor maneira possível
    vocês merecem, sem dúvida.
    beijos, lindo domingo para vocês.

    ResponderExcluir
  21. Ai que verdade! Me pergunto sempre: onde foi que erramos? Acabei de passar um cafezim em coador de pano...outro sabor (e uma pena que não era em fogão a lenha)e lendo seu comentário lá, vim trazer-lhe algo (para a quinzena nada branca de suas madeixas rsrs) que escrevi nos tempos de início de divã. Espero que goste. Chiquita, amada, muita força "nos cabelos". Daqui envio toda energia procês!
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  22. Suas histórias são lindas como sempre Chica, quando eu as leio fico até imaginando as pessoas, o cenário, rsrs. Beijos e ótimo domingo pra você também.

    ResponderExcluir
  23. Chica,
    Sou redundante quando digo que aprendo muito com as coisinhas que você escreve e partilha no blogspot,mas é o modo que encontro de expressar meu carinho sincero e admiração pela tua sensiblidade na arte de escrever.São poucas as pessoas que atualmente sem plagiar conseguem atingir esse objetivo na rede.
    Meu abraço desejando dias melhores por aí!

    ResponderExcluir
  24. Olá, Chica. O texto muito nos ensina como é importante as pequenas coisas feitas com carinho e simplicidade... sua habilidade é perfeita e nos emociona. Lindo amiga! Deixo o meu abraço e todo carinho pra vc. Obrigada pela carinhosa visita!!

    ResponderExcluir
  25. Chica
    O texto prova quantas vezes a tecnologia não é bem vinda. Ela "esmaga" o carinho, a espontaneidade, o querer bem a custo zero. Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  26. Voltar às origens pode ser dolorido. Tudo muda, muda até o sabor do café que bebíamos sentados à mesa com o pai.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  27. Chica
    Muitas vezes o envelhecer é cruel. Sonhamos que um dia no fim de nossas vidas teremos os filhos, netos por perto..mas nem sempre é assim. Desejo que você tenha uma ótima semana e que por aí esteja tudo bem. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Oi querida!Eu acho que a filha deveria ter pensado que os pais não tinham o porque de ficarem parados no tempo,bjus.

    ResponderExcluir
  29. O tempo passa e a modernidade esmaga!
    logo não haverá nem quem conte mais histórias como esta, linda emocionou!
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  30. BOM DIA, CHICA!!

    Que lindo conto!!!Tenho pensado tanto nisso!Não podemos viver em função de outro(ou filhos, ou marido...)temos que compartilhar a vida, e não centra-la no outro. Até porque com o tempo, os caminhos podem se separar, e então é necessário deixar ir...amar é libertar, é deixar que voem...
    Beijos pra ti!!Com muito carinho!!
    Fiquei com saudades!!!rsrs
    Foi bom seu findi? O meu foi meio a meio...rsrsr

    ResponderExcluir
  31. Lindo, triste, verdadeiro, reflexivo...

    "Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias enquanto aguardam a grande felicidade."
    Pearl S. Buck

    ResponderExcluir
  32. chica lindo conto tive que ler esperar um pouco enchugar as lagrimas me recompor para depois poder comntar é exatamente o retrato da vida sem tirar nem por tem muitas pessoas que dizem é o mesmo para todos eu estarei preparada para este dia,,
    engano minha amiga,a vida passa o tempo corre e um dia vais lembrar deste texto lindo e verdadeiro.
    e verasque o que se vive hoje o que se ve e se faz se ve repetir novamente em nossa própria vida bjs querida boa semana marlene

    ResponderExcluir
  33. Oi´
    Querida
    Lindo texto,amei
    Um pouco triste mas......
    Obrigado por seu carinho e vst
    Boa semana
    Bjsss

    ResponderExcluir
  34. TRISTE E REAL.
    QUANDO SAIMOS DA CASA DOS NOSSOS PAIS, DEIXAMOS MESMO UMA VIDA DE ENTREGA DE CUMPLICIDADE DE CONFIANÇA..FICAMOS UM TEMPO FORA, CUIDANDO DAS NOSSAS VIDAS E QUANDO RETORNAMOS , POR ALGUM MOTIVO NÃO É MESMO, A MESMA COISA E POR VEZES SENTIMOS DESLOCADAS NA PRÓPRIA CASA QUE ANTES ERA NOSSA NOSSO LAR,POR VEZES PROCURAMOS VESTIGIOS DAQUELA MORADA QUE ERA TÃO NOSSA E ONDE ERAMOS TÃO FELIZES..

    EU VOLTEI ESSES DIAS E QUANDO SAÍ DEVE TER FICADO MESMO UM VAZIO ..QUE MINHA MÃE TEVE QUE PROCURAR PREENCHER COM OUTRAS COISAS OUTRAS PESSOAS SINTO AS VEZES ..QUE NÃO TEM MAIS MEU LUGAR AQUI..MESMO QUERENDO IR MUITO PRO MEU CANTO ..QUERIA ENCONTRAR AQUI A CASA QUE DEIXEI E ACHAR EM ALGUM CANTO DELA A OTILIA QUE EU FUI UM DIA ..CHEIA DE SONHOS E CHEIA DE JUVENTUDE ..
    MAS ..ENFIM TUDO PASSA E TODOS PASSAM ATÉ NÓS ...

    BEIJOS CHICA
    LINDO CONTO

    SERVIU PARA MEU MOMENTO ..

    ResponderExcluir
  35. Chica,
    Um conto triste mas que mostra algumas perdas que o envelhecimento traz e também algumas transformações na vida familiar. Ainda bem que o casal de idosos está unido, vivendo sua própria vida. Espero que continuem facilitando suas vidas, aproveitando da tecnologia que veio para ajudar. Como disse uma sua leitora, talvez eles já tenham até um computador para ficarem cada vez mais atualizados e conectados com a modernidade. Vivendo e aprendendo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Chica querida, passando pra deixar um beijo carinhoso e desejar boa semana! Obrigada pela força e aproveito pra desejar muita saúde pro seu marido viu? Tenho certeza que no final tudo dará certo, tanto pro seu marido, quanto pro meu pai. A esperança eh o que nos mantem de pé né? Então, estamos agarrados nela! rsrsrs... Mais um beijo pra vc!

    ResponderExcluir
  37. Oi Chica! Passando para agradecer a visita e o comentário, assim como te desejar uma boa noite.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  38. Oi Chica, tudo bem?
    Puxa, me deixou triste seu conto. Os pais velhinhos, sozinhos, a filha partindo novamente.
    Esta doeu...
    Mas, infelizmente é realidade de milhares de pessoas.
    Querida, espero que tudo esteja bem aí com vocês.
    Beijo e obrigada pelo carinho sempre.

    ResponderExcluir
  39. Estória triste, Chica, mas assim é a vida. Vive-se numa correria só, e quando o tempo passa e a idade chega, as pessoas ficam sozinhas. Dá uma amargura...

    ResponderExcluir
  40. É...é triste, mas, infelizmente, é a realidade de muitos lares...

    E às vezes, não importa quantos filhos se tenha.
    Minha tia teve 13 filhos, e depois ficou viuva e sózinha, pois cada filho havia seguido o seu caminho...

    Mas, deixa de tristeza, e vamos celebrar a vida!
    :)

    Te desejo uma maravilhosa semana, repleta de Paz & Luz.

    Abraço apertadinho,

    Cid@

    ResponderExcluir
  41. oi Chica,

    estou sentindo na pele o que é deixar nossos filhotes baterem as asinhas e alçar voos sozinhos,
    muitas vezes é dolorido,
    mas sabemos que é necessário...
    muito lindo seu texto,
    triste como toda separação,
    mas extremamente verdadeiro...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  42. Aowu que que final triste, muito malvada a Tal Rita.

    beijos

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿