Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

✿ A morte, a engrenagem da vida e o tamanho do nosso EU...✿

Esse texto faz parte e encerra a Blogagem Coletiva sobre as FASES DA VIDA, promovida pelas amigas  dos blogs
Espiritual Idade
Naco Zinha Brasil
Publicar para Partilhar ,  e daqui agradeço à todas pois foi muito legal passear nessas fases todas da vida e como não poderia deixar de ser, a última é sobre a MORTE, que pode também ser um reinício...

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Nossa vida é sempre uma correria...

Vamos fazendo várias coisas, arrumando outras a fazer e assim vamos indo.

Sempre com pressa, horários, campaínhas, telefones, tudo...

E, assim rolamos nossos dias.

O tempo vai passando e a cada morte de algum parente ou amigo, nos deparamos novamente com essa reflexão à nossa frente...

Vemos , antes dela, as correrias dos familiares em hospitais, UTIs, clínicas e atendendo os telefonemas de todos que, ansiosos, esperam notícias e ouvir sobre melhoras...

De repente, cessa essa correria...

Não precisa mais nada ...

Fica tudo quieto e calmo... São os momentos das despedidas...

Lá fora porém, tudo anda igual, os ônibus fazem barulhos, buzinam, bancos, comércio, supermercados lotados, cachorros que latem, tudo, tudinho normal...

Dentro de nós, um silêncio que ninguém imaginaria...

Porém, logo depois, por força, tudo volta ao normal...

A vida retoma, obrigatoriamente, o seu ritmo...

Somos levados a entrar no barulho do mundo . O silêncio é  só nosso.

Isso, a cada vez que entro em contato, me faz pensar no quanto não somos realmente nada, no quanto somos pequenos e no quanto não fazemos falta na engrenagem da vida... Temos o nosso tempo de "rodar" e depois, parar...

Tudo nas famílias se ajeita, tudo segue e prossegue...

Ainda bem que todos tem forças pra levar adiante...

Dentro deles a tristeza existe porém, pouco a pouco, vai sendo substituída por uma saudade enorme, que dá lugar a uma outra saudade que já consegue lembrar coisas até engraçadas daquela pessoa que partiu e finalmente ficamos apenas com as boas e doces recordações...

Portanto, temos que ficar bem conscientes e nos dar o devido valor sem, no entanto, nos imaginar grandes ou melhores do que os outros.

Tudo acaba e para nós também acabará o tempo de nossa passagem por aqui...

Tudo isso, para que nos lembremos o verdadeiro tamanho do nosso Eu...


Quando me pego numa reflexão assim, fico feliz de estar viva, vivinha da silva ,aproveitando cada dia, pois pra todos, fatalmente a morte chegará .
Aproveitar o melhor por aqui, depois iniciarmos um novo ciclo... E vamos nós novamente recomeçar,srsr...

49 comentários:

  1. CHICA...
    Já dizia o fizólofo Ivan Lins!!!

    Comer sal di novo.... rss

    Nóis mórreuuu, mas só o corporal... o ispríto permanece....
    Deussssssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. MARAVILHOSO TEXTO!!!
    É a realidade, a única certeza que todos nós temos, a morte.
    Quando comecei a ler, pensei em parar, pois tenho tido pânico em pensar na morte.
    Mas depois decidi ler e você fala de um jeito tão especial, que nem assustada fiquei...rs.
    E como temos que estar cientes do verdadeiro tamanho do nosso Eu...viemos do pó, e ao pó, retornaremos.
    Também eu fico feliz em estar vivinha de oliveira(meu sobrenome)...rsrs.

    Um beijo enorme de uma deliciosa noite pra ti, Chica querida.

    ResponderExcluir
  3. Sendo a vida tão passageira é sempre bom estarmos atentos ao que nos cerca. Ao que nos faz realmente bem e que nos permite viver plenamente.
    Bela reflexão, Chica!

    Um braço!

    ResponderExcluir
  4. Oi,Chica!A morte é a coisa mias democrática que existe ela vem para todos sem exceção,não escolhe, cor,idade,classe social.quando penso na morte vejo quão frágeis nós somos.E que sim com certeza devemos tentar aproveitar cada momento da melhor forma possível.
    Uma ótima quinta!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  5. Já senti esse silêncio dentro de mim...
    lindoooo e verdadeiro.
    abraço!

    ResponderExcluir
  6. Chica. Ótimo tema. Bom para refletir e convergir direções. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Chica!
    Uma reflexão madura de uma pessoa objetiva, mas que não perde a candura. É isso, participamos da engrenagem, fazemos nossa parte, mas chega o nosso dia... e a vida continua.
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  8. Chica
    A morte é a realidade, é o fim do ciclo da vida, mas assusta-me demais, porque adoro viver, entro em panico quando penso nela ou em alguma doença a que fique dependente.
    Teu tema é uma óptima reflexão.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  9. Chica,é verdade!Nós nos achamos tão importantes,mas a vida não vai parar quando a gente se for...somos pequenos mesmo!Linda reflexao!Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Querida Chica
    "...um ramo de jasmins todo orvalhado"...
    (Amara)

    Vc fez um relato de experiência de vida bem vivida... real e com um toque de humor, típico seu... porém não deixou de ser reflexivo e apontando valores de vida tão em desuso atualmente... gerando vazio interior em muitos dos nossos irmãos... Pena!!!
    UMA VIDA BEM VIVIDA é para os que a buscam incessantemente até passar para a outra vida... lá será a plena realização do conceito de FELICIDADE...
    E teremos ainda a Ressurreição, amiga... não terminamos... viu??? Vamos fechar o ciclo existencial... e vc não pode faltar... sua presença foi magnífica!!!

    "Simpatia são dois galhos
    Banhados de bons orvalhos"...
    (Ieda)
    Um maravilhoso mês de setembro, repleto de gotículas de orvalho!!!
    Bjm de coração a coração pra VC...

    http://espiritual-idade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. oi minha amiga,


    perfeito!
    Somos levados a entrar no barulho do mundo,
    e ainda bem que o curso segue, e nos incluímos novamente...

    minha querida Chica,
    obrigada por todo seu carinho
    nesses últimos dias!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oii,Chiquinha !!!

    Ai amiga é bem isso mesmo.E as vezes estamos tão envolvidas nos barulhos do mundo (adorei essa imagem:) que não nos damos conta.De fato é essencial reflertimos s/isso pois de uma hora para outra tudo acaba. E se as pessoas tivessem noção disso muita gente não seria tão arrogante,né.

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  13. Bom dia,Chica!!!

    Nossa...sua reflexão é um presente!Acontece exatamente assim,como descreveste, e vamos seguindo.
    Temos que ter esta consciência,de nos dar valor, mas sem exagerar a nossa importância.Um exercício diário de humildade...
    Parabéns Chica!!!Ficou um texto sensível e lindo de ler!!!Sou sua fã!!!
    Admiro a pessoa linda que és!!
    *Que bom que você escreve, e compartilha com todos!!!!!Obrigada!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Eita Chiquinha... seus textos e idéias são bons viu! Vc é iluminada!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Chica, você sempre tornando tudo alegre em forma de versos. Parabéns pela postagem. Linda!

    ResponderExcluir
  16. Concordo plenamente com você, também gosto de estar vivinha da silva...rsrsrs!
    Mas é muito bom saber que depois tudo recomeça!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. amiga, a vida passa depressa demais mesmo, e a gente tem q dar valor e agradecer a Deus a cada dia que abrimos os olhos e fomos abençoados por estar vivendo mais um dia.

    beijos

    ResponderExcluir
  18. LINDO E PERFEITO SEU TEXTO SUA REFLEXÃO SOBRE VIDA E MORTE,EXATAMENTE PARA TODOS CHEGARÁ O TAL MOMENTO NINGUEM SABE QUANDO NEM COMO,DEUS NOS ILUMINE SEMPRE PARA QUE POSSAMOS ESTAR PREPARADOS
    E QUE TENHAMOS SEMPRE A CONCIENCIA QUE É MORRENDO
    QUE NASCEMOS,PARA A VIDA ETERNA,PARABENS MINHA QUERIDA E OBRIGADA POR COMPARTILHAR BJS MARLENE

    ResponderExcluir
  19. SABE CHICA ...
    ENTENDI TUDO QUE VOCE FALOU SOBRE A LUTA PELA VIDA ..DEPOIS O SILENCIO DA MORTE E A DESPEDIDA,
    O SILENCIO DA MORTE E DESPEDIDA É A PARTE MAIS DOLOROSA,A SAUDADE DEPOIS , DE SAUDADE E LEMBRANÇAS AMENIZAM AS COISAS E TUDO VAI VOLTANDO AO LUGAR AS PESSOAS COMEÇAM A SEGUIR SUAS VIDAS E NOS SEGUIMOS A NOSSA ..

    UM POUCO VAZIOS, AMARELADOS, OS DIAS AMANHECEM CINZAS MAS ,VAMOS EM FRENTE.

    A SAUDADE PENSA QUE SUMIU ??
    NADA,APRENDEMOS A CONVIVER COM ELA

    MAS SABE DE UMA COISA? MEU MEDO É PERDER PESSOAS E DELAS IREM ANTES DE MIM.
    TE FALO UMA COISA CERTA .MUITO LÚCIDA SE EU FOR HOJE ,PODE TER CERTEZA QUE VOU FELIZ SABIA?
    TENHO CERTEZA QUE JA VIVI MUITO POR AQUI E SABE QUE AS VEZES TENHO SAUDADE DO PLANO MAIOR?
    AS PESSOAS SE ASSUSTAM QUANDO EU FALO ISSO,É COMO SE EU JA TIVESSE VIVIDO TUDO QUE DEVERIA ..
    SABE MINHA FAMILIA TODA SABE QUE EU NÃO ESTAREI TRISTE QUANDO FOR..
    SEI LA O QUE É ISSO MAS É O QUE SINTO...

    BEIJOS CHICA

    OTILIA

    ResponderExcluir
  20. Então você é a Chica...?
    Lindo seu blog! Diferente...amei!
    As vezes fico pensando em como as coisas passam e as pessoa também. Com quanto um dia todos nós passaremos, a vida vai continuar ai, ali, aqui, acolá...só que algo permanece, o amor com que nos amamos a nós mesmos, e que por isso podemos vivê-lo uns pelos outros. O amor que fala mais alto e nos faz entender que tudo aqui vale a pena se vivermos plenamente a dimensão deste amor que revela o nosso amor por Deus.
    Vivendo assim, saberemos viver a vida que valeu apena mesmo sabendo que o nosso fim é a morte. Para quem crer que a vida após a morte, o que eu creio, vamos seguir mesmo que tenhamos silenciado por aqui.
    O rei Davi falou no seu salmo mais famoso que: "Bondade e misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na casa do Senhor por longos dias." Sabe o que ele está dizendo? Que até nos looooooooongos dias...na casa do Pai, estas virtudes me seguirão.Logo, vale a pena saber viver, por aqui...
    Amei conhecer seu blog fofíssimo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Passamos assim mesmo pela vida e viva os recomeços...

    Fiquei feliz demais pelo recadinho rosa, e acho que esses solzinhos vão deixando o dia mais leve e a carga também...muito grata..Bjim:)

    ResponderExcluir
  22. Linda e verdadeira reflexão que me pego cada vez mais refletindo assim, tudo tão efêmero não?Bjus e feliz de estar participando com vocês.

    ResponderExcluir
  23. Chica, gostei muito da forma como descreveu a correria quotidiana, é muito isso. Quando conseguimos parar um pouco e ver de outra perspectiva conseguimos então estabelecer prioridades favorecendo o que tem para nós maior valor.
    Muitos beijinhos e obrigada!
    Isabel

    ResponderExcluir
  24. Oi Chica
    Clara e direta com sua característica sensibilidade nos pôs diante da vida falando da morte.
    bjs
    Parabéns pela participação.

    ResponderExcluir
  25. Chica

    É isso mesmo minha amiga. Essa é a realidade nua e crua. Seguimos caminhando da melhor maneira e entre chegadas e partidas vamos aprendendo a aceitar que um dia chegará a nossa vez.

    Enquanto não chega vamos ficando por aqui.

    A minha participação está neste link
    http://mamyrene.blogspot.com/2011/09/morte-e-vida-blogagem-coletiva-fases-da.html

    E depois chegarás ao post que está no ar comemorando a vida!

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  26. Ué, cadê a joaninha? sumiu!
    Chica, esse assunto sempre me deixa meio confusa.
    Penso exatamente como você. Já perdi pessoas especialíssimas, queridas mesmo.
    O tempo de incumbe de nos consolar, de nos fazer ver que o mundo continuando virando e que a gente um dia também vai.
    Eu vou dar um "Olé" nessa morte até quando eu puder rsrsrssr!
    Brincadeiras à parte eu adorei seu texto, muito interessante esse assunto, e dá margem a uma série de outros pensamentos.
    Quallquer dia faço uma postagem sobre o assunto também.
    beijos, aqui o tempo vira, venta muito e eu com uma "linda" crise de rinite. Quem aguenta esse pó?

    ResponderExcluir
  27. Chiquita mais que bacana, amada!
    Morremos todas as noites e renascemos pela manhã...nos intervalos é pra se viver assim: "aproveitando o dia" como se "não houvesse amanhã"!
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  28. Olá Chica
    Por isso a cada dia que amanhece devemos dar graças a Deus pela vida, e procurar vivermos plenamente.
    Bjux

    ResponderExcluir
  29. Olá, Chica!É verdade!Quando acontece a morte de alguém que conhecemos, parece que tudo perde importância e para...e depois só fica a saudade e as boas lembranças(às vezes más também), gostei do teu texto, bem realista mas ao mesmo tempo leve, nada assustador!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  30. Chica,
    Gostei muito do seu texto!
    Destaco esse trecho: tudo isso, para que nos lembremos o verdadeiro tamanho do nosso Eu...
    A vida segue seu rumo, com ou sem a nossa presença.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  31. Anônimo15/9/11

    Chica
    Eu tenho medo de tudo: de ficar muito doente de dar trabalho, de ficar louca, de dirigir aqui em BH, de andar de noite na Bhaia, de nadar no mar,de ficar sozinha, sem meus irmãos e de muitos outros medos.
    Mas não tenho medo de morrer.
    Porque sei que vou ver Jesus e junto a Ele meu paisinho.Nõa estarei sozinha!
    com carinho sua amiga Monica

    ResponderExcluir
  32. Anônimo15/9/11

    Esqueci de dizer que sou eu
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  33. Oi Chica!
    Gostei dessa visualização de roda sempre girando, imparável porém (talvez!) com ritmo controlável...
    Não parece que o stress em que vivemos nossos dias fazem a roda andar mais rápido?
    Dizem que noutro tempo a vida era mais lenta, talvez por isso minha avó afirmasse que já estáva cansada...
    Ainda não consigo entender a 100%.
    Felizmente que nesta blogagem tenho a sorte de ouvir mais pessoas debatendo os mesmos questionamentos.
    Mas não se despeça já de nós...
    Dia 17 tem surpresa!
    Beijos.
    Rute

    ResponderExcluir
  34. Lindo texto!!!"NASCER,VVER,MORRER,RENASCER SEMPRE,TAL É A LEI"
    bJS AMIGA!!

    ResponderExcluir
  35. A roda da vida que engrena a todos nós não pára nunca. Uns chegam outros saem e ela continua seu rodar cantado nos lembrando que a vida é cheia de altos e baixos, silêncios e ruídos, risos e lágrimas, encontros e desencontros, mas que é o presente maior que recebemos.
    Vc deu o tom certo ao giro da roda, Chica.E Viva a vida!
    Muitos Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  36. Oi Chica.
    Quanta verdade em seu texto, o melhor mesmo que temos a fazer é aproveitar enquato estamos vivos. Um grande abraço. Ieda.

    ResponderExcluir
  37. Olá Chica! Realmente, a vida é curta e cabe a nós sabermos aproveitá-la, porém, o mais importante é termos ciência de que, tão logo tenhamos terminado a missão que nos foi atribuída, com certeza, a hora de trilharmos o caminho de volta é inevitável. Quanto ao retorno, "ELE" decidirá o momento e o destino.

    Belo texto amiga. Próprio para reflexão. Ótima participação.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  38. Oi minha querida!!!!!!
    Curta a vida por que a vida é curta!
    Acho que temos que viver o melhor possível por aqui, estarmos vivos, e essa é nossa chance!!!!
    Ciclos se fecham, iniciam-se outros... E assim vamos vivendo!
    Querida, muito obrigada pelas palavras tão carinhosas lá no blog do Centro Dias!
    Beijinho minha doce amiga!

    ResponderExcluir
  39. Oi Chica .... Menina qos blogs neh,,,, em qual vc fica mais??rs!
    Bjinhos
    Ro
    www.docesabobrinhas.com

    ResponderExcluir
  40. Anônimo16/9/11

    Pensamentos profundos, vale a pena meditar...
    amarjunqueira

    ResponderExcluir
  41. Chica,

    Uma forma de encarar o assunto "morte". Na verdade, tudo se ajeita, e fica uma grande saudade. A vida não pode parar.
    Como sempre, uma alegre participação.
    Tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  42. Bom dia!

    Muito boa reflexão amiga.

    Um ótimo final de semana pra você

    ResponderExcluir
  43. Oi, Chica!

    Interessante essa engrenagem! Tudo gira, ao seu tempo, e o mundo precisa de tudo e de nada pra continuar girando... Não fazemos falta...
    Mas, aproveitemos enquanto aqui estamos, sejamos conscientes dessa finitude, e aguardemos o que virá...

    Um grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  44. Chica,
    Abraço e muito obrigada pela tua opinião lá no site mãe é tudo igual!
    Achei bárbara a tua pontuação de quanto é efêmero viver e por isso o valor que se deve dar a cada momento,a cada fase(...)pena que grande parte dos jovens estão longe de pensar assim(...)Numa rua movimentada perto de casa a cada final de semana surge um sinal de acidente fatal com jovens(são colocados vasos com flores e toda semana vejo um novo mas não muda em nada porque a engrenagem é essa!
    Abraço e bom fim de semana pra você!

    ResponderExcluir
  45. Quando aq morte chega na família ou amigos é como se tudo desabasse e nada voltaria como antes...mas os dias vão indo, meses e anos e já não lembramos mais com aquela saudade que dói..Como vc falaste lembramos somente das recordações boas.
    Que pena que se vai essa blogagem...Tem que surgir outra!
    paz e bem

    ResponderExcluir
  46. Chica, essa é uma grande verdade, o bom é aproveitarmos enquanto estamos aqui.
    Mas tb é importante cultivarmos amigos, melhorar-nos interiormente, ter fé. É nos prepararmos para essa nova fase. Muita paz!

    ResponderExcluir
  47. Oi Chica querida!!! Perdi minha sobrinha com um ano e meia de vida, foi uma perda muito dolorosa pra mim e muito, infinitamente pra minha irmã. Acho que não dá pra se acostumar com a idéia que os filhos podem ir primeiro do que as mães ne? Mas a vida eh assim, infelizmente as perdas fazem parte, não tem jeito.
    Ahhhhhhhh, vc não foi a sortuda desta vez, mas quem sabe da proxima?! Um beijo e um final de semana iluminado pra vc!

    ResponderExcluir
  48. Hoje perdi a minha Chica, minha Chiquinha era uma pastora belga, negra e linda, que estava com 12 anos de idade, ficou acometida de uma insufuciência renal e problemas coronários. Lógico, o principal fator foi a idade, 12 anos para cães de grande porte é a média de vida. Procurei no Google algo sobre, Chica e morte, e encontrei seu blogue. Parabéns por ele, suas palavras foram bacanas. Não quero polemizar se a morte de um animal de estimação pode produzir tanta comoção como a morte de um parente humano, mas creio que a grande diferença é no tamanho do EU de cada um. O animal não exige toda a cerimônia dos humanos na sua passagem, e isso retira do fato mórbido grande parte da comoção. Enfim, adeus minha Chiquinha, minha pretinha, minha doce menina, que São Francisco de Assis te receba no paraíso dos cães, você foi grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. David, fico feliz com tua visita e que tenhas gostado do texto. Pena, pela tua Chica que hoje se foi. Sei bem dessa dor e nem posso lembrar do dia em que minha cachorra se foi.

      Fica bem e imagino toda família esteja triste! Não achei teu blog, email, nada, por isso respondi aqui! abraço,chica

      Excluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿