✿ Elegância pra caceeeeeeeeeete!!!rs ✿



Rita morou vários meses na Itália e por lá, enquanto o marido trabalhava, ela caminhava por tudo e todos os becos eram passados à limpo...

Sabia das mocas, belos bancos para sentar se cansasse, bons banheiros, cafés ,até a loja onde padres e freiras compravam suas roupas íntimas ela descobriu por lá, nessas andanças.

E claro, não perdia barbadas e pechinchas por lá!

Numa dessas, encontrou num famoso Magazine onde viu gabardines e blazer maravilhosos ,quentinhos e daqueles que não acabam nunca, nem querendo!

Eram uma barbada mesmo. Comprou para ela, marido e filhos,afinal, não dava para perder!!!

Na sua volta  ao Brasil, esperava  um frio bem grande para inaugurar o seu blazer, alinhado, azul-marinho...
E não é que no primeiro dia bem  frio, teve que ir à um velório de um parente do marido da filha.Não podia escapar!

Vestiu-se alinhada e lá chegou..

A filha, a vendo de longe, já levantou as sobrancelhas e fez uma careta que as duas entendiam muito bem e significava:Te mete, que chiiiiiiiiiiiiique!!!rsr

Lá pela tantas no dito velório,Rita coloca uma mão no bolso e sente um buraco nele.
Ops, pensa!
_Que diacho de furo é esse? Aqueles gringos me enganaram? Comprei uma roupa furada?

Não aguentando a curiosidade, foi até o banheiro e lá viu que o tal furo era tremendamente bem acabado para ser um rasgo...

Olhou bem uma etiqueta antes não vista e lá constatou.

 Aquele blazer fazia parte do uniforme dos carabinieri ( polícia) da Itália... E o furo???

_Era para colocar o cacetete bem encaixado!

Rita quase se mata sozinha de tanto rir no banheiro, imaginado que a filha junto com ela iria rir até se acabar quando visse.

A roupa?

Foi elogiada por todos e continua sendo...

 Hoje ainda, que faz muito frio , a vi circulando quando passei diante de um espelho por aqui,srrs...

E continua linda, parecendo novinha em folha e ainda elegante pra cacete, ou cacetete,rsrs

Só com Rita mesmo!!! E claro que o Magazine nem era tão famoso assim,rsr...