✿ Uma tarde animada...✿




Deve conter essa frase:

Tentava, mas não conseguia esconder seu nervosismo.

(((o)))o(((o)))o)(((o)))


Era uma tarde de muito calor e Selma já havia corrido após o almoço para levar seus filhos, uns  à escola, outros em escolinha de arte e finalmente ela chegava, de táxi, diante da delegacia de trânsito.


Como estava  muito agitada, nem percebeu um cavalete e tropeçou, voando sua bolsa e seus pertences.


 _Será esse um sinal? pensa Selma que  dentro em pouco faria o exame final , o de prática de trânsito e balizas  para finalmente conseguir sua carteira de motorista.


Havia treinado bastante no carro do marido. Sabia  fazer tudo, podiam pedir o que quisessem ela saberia fazer...
Era o que I-M-A-G-I-N-A--V-A!!!


Logo ao se apresentar ao instrutor que lhe acompanharia no exame, sentiu uma leve vontade de rir ao ver seu nome no crachá:  Sr.Mário  Calçada.. 
                                                [ Leu aquilo e pensa:Tomara que esse aí não me deixe no chão...rsrs]


Entraram no carro, ela ao volante, inicia o  exame.


Gira ali, faz a volta, à direita. à esquerda , segue , estaciona entre dois carros.


Puxa, estou "abafando" pensava ...


Tentava, mas não conseguia esconder seu nervosismo.


_Estás indo bem, não precisa estar nervosa, disse o homem.


_Deu pra perceber, então?


Nessa hora, Sr,Mário lhe pede que faça um BALÃO e ela imediatamente obedece.
Sente o olhar surpreso dele e um sorriso malvado no canto da boca: 
_Esse é o balão?


Não te deste conta que  ao invés de retornar pela mesma rua, como deveria ser no caso do balão, dobraste  e seguiste em outra rua?


-Nessa hora, Selma literalmente desaba e choramingando diz que nunca ficou TÃO nervosa assim... Que acabara de defender sua tese ao final do curso e nem ali, diante de uma grande banca examinadora, ficou assim...


Ele a olhava parecendo compreender e de repente lhe diz:


-Podemos voltar, o exame acabou.


Selma gritava pra dentro, falando consigo em pensamento:yupi.,yupiiiiiiiiiii...acabou essa droga!!! Viva!!!


Porém,ao estacionar diante da Delegacia, encosta tanto no meio fio da calçada que o pobre instrutor ,ao tentar sair, teve que passar muito trabalho pois a porta não  abria  direito.


Ele olhou para ela, que perguntou:


_Quer que eu arrume?


_Não! Pode deixar assim!


Precisava esperar quinze minutos até que  chegasse o resultado.Pareciam horas e horas...
 Chega a hora!


Abre-se uma porta e chamam:
_ Sra.Selma, pode passar.


 Ao entrar, vê Sr. Mário sorrindo... e lhe dá a mão. Aqui está o resultado! Agora é só fazer a carteira..Foste APROVADA!


_Ela feliz. agradece e diz:


_Muito obrigado,o Sr. foi muito legal comigo e me deixou bem à vontade, Sr.Laje...Ops, Sr. Calçada!


Ainda agora estou nervosa, disse rindo e saiu e ao passar pela porta, a alça de sua bolsa se prende à maçaneta...
Olha para trás e o instrutor lhe sorria.


Ufa! Agora estou pronta e segue à esquina para pegar um táxi.


Começaria agora a recolher os filhos nas escolas , mas sua tarde havia rendido e em poucos dias, estaria motorizada...
Havia obtido mais uma conquista!Valera a pena!!!