✿Nossos pássaros, dividindo experiência...✿




Tema: começar com "L" e terminar com "ar"

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Lindo olhar para pássaros a voar, livres...

Acredito que poucas são as pessoas que gostam de os  ver  presos.

Eles devem ser apenas livres para voar para onde queiram.

É essa a natureza deles.

E assim deve ser em nossas vidas também...

Não somos os senhores ou donos de nada.

Nascemos, crescemos, multiplicamos e então chega a vez dos nossos frutos também escolherem os seus próprios terrenos...

A vida para eles está abrindo um leque de perspectivas...Eles devem escolher.

Essas escolhas, por si só, já não são fáceis e se eles encontrarem apoio nas famílias e entre os que eles mais amam, ficará mais fácil e claro esse momento...

Tudo isso nós todos sabemos e falamos, falamos, repetimos , somos os craques no saber, em teoria...

Mas quando a hora se aproxima, fraquejamos...

Quando chega essa hora, não adianta bancarmos os fortes ou fortonas e sim respeitar e nos permitir um pouco de tempo para pensar bem sobre isso.

Passar pela dor, pelo sentimento terrível de "perda", que como todo o resto, também tem o seu momento em nossa vida.

Isso não significa abrir espaço para que ela se acomode, mas permitir que ela entre, nos faça uma visitinha e depois se retire, vendo que não é muito bem recebida...que temos mil e uma coisas mais importantes que ela para pensar...

Pensar em coisas alegres e positivas , visualizando para os nossos "pássaros" o melhor em seus vôos, com o mínimo de turbulências possíveis...

Fazer de conta que nossa tristeza não existe, não sei se é correto.

Temos um tempo de ser feliz, outro de estar um pouco abatidos.

Porém, nessa hora, se tivermos um bom "preparo" é ela mesma que vai nos impulsionar a subir... e nós, "subindo", estando bem, teremos cada vez mais condições , ainda que de longe, ajudar!

(((o)))o(((o)))o(((o)))

*Esse texto dedico às pessoas, mamães ou papais que de repente, se encontram na hora da separação de seus filhos, por eles irem morar fora, no exterior, como foi o meu caso, ou por saírem de casa para casar ou ainda, apenas morar sozinhos, enfim, alçar seus vôos solos...


Que minha experiência possa servir um pouquinho para ajudar nessa hora, que fatalmente chega...

Mas também é boa, apesar de no início doer. É sinal que a vida está andando... E ela tem que andar! Um abraço,Chica

38 comentários:

  1. Ola amiga Chica. O tempo pra me dedicar ao que gosta esta curto por aqui. Mas sempre tenho que encontrar um jeitinho de vir aqui visita-la, nem que seja rapidinho.
    Bom demais ler contos e causos.
    Eu queria ser um passaro, mas tenho pavor de alturas!!! :)
    Detesto ve-los presos. Detesto gaiolas.

    ResponderExcluir
  2. Amiga Chica!

    Também me revejo neste texto.
    Dói sempre a partida, sobretudo quando o voo é longo.
    Sei também que temos que preparar as nossas crias para esse mesmo voo. O ninho pode ser o mais confortável do mundo, mas será sempre um dia pequeno demais ... e cada um deve voar só, mesmo que protegido à distância.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Nao sou mae, mas imagino nao seja fácil a hora de ver sua cria sair no mundo com suas próprias asas voar. Belo conto minha amiga, e a mensagem dele também!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom Chica, falou a voz da experiência!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo o seu cantinhoo..
    adorei aqui!!

    estou seguindo..
    retribui??

    beijios
    http://pathyoliver.blogspot.com
    http://momentosdapathy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Beleza ! - Nada como voar na liberdade dos pássaros, em sonhos sempre voadores. Bjs Chica !

    ResponderExcluir
  7. oi Chica...

    estamos assim aqui em casa,
    o filhote casa em novembro,
    e o coração parece que já começa a encolher...

    mas como você disse é parte certa da vida,
    é a prova que tudo continua...

    beijinhos amiga linda!!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Chica
    Hoje cada vez mais cedo os filhos abandonam os ninhos, mesmo que doa, os pais têm que entender que filhos são frutos, não propriedades.
    Bjux

    ResponderExcluir
  9. Oi Chica
    Há aquele ditado que devemos dar asas para voar e raízes pra voltar.
    Gosto de pensar e agir assim, é doído ve-los partir mas certos de que voltarão sempre.
    Uma boa noite pra voce, aqui o friozinho já começa a chegar.Que bom!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Em toda separação há esta coisa chata,seja ela em qualquer carater.Sou seres acostumados na junção.Saber que há o instante e nao se preparar para ele é que nos deixa assim meio que cambetas. Bela reflexão com auto ajuda,mas na hora tudo se complica amiga.Mas isto também passa,né? Ou se acostuma com a ideia.Bom estar sempre por aqui.Meu terno abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir
  11. É como dizem criamos nossos filhos para o mundo, uma hora eles vão, mas quando bem criados sempre voltam pra visitar.

    ResponderExcluir
  12. Estou sentindo isso na pele,Chica
    Ainda bem que meu filho sempre nos visita
    E nos dá muita atenção e carinho
    As "meninas" ainda moram conosco, ainda bem
    Beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  13. Acho que o mesmo direito que tivemos de voar, devemos repassar para as nossos filhos. Chega um tempo em que eles precisam chamar a responsabilidade sobre si mesmos. Faz parte da vida, voam, depois voltam e, muitas vezes, pra ficar, com juros e correção monetária. Rsrs.

    Belo amiga, excelente participação.

    Abraços e muita paz pra ti.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  14. Sei o que é sentir isto.
    O modo de abrir a porta quando chagava, já sabia que era ele, e se estava bem, alegre ou mal humorado.
    Não sai nunca da nossa mente.
    Uma boa noite. Bjs Edna.

    ResponderExcluir
  15. AIN DOEU MAS VC FALOU CERTO...
    ESSE VOO SOLO QUE É DURO...
    EU SOFRO CHICA E MUITO..
    DESCENDO O ELEVADOR DO PREDIO QUE MINHA FILHOTA MORA..EU MEU MARIDO E ELA...ENTRANDO NO ELEVADOR ELA SE AGARROU NO PAI E DISSE...AI GODINHO VOCE JA VAI? E COMEÇOU CHORAR ..E DE LONGE ENXERGUEI A MENININHA QUE A POUCO MAIS DE 20 ANOS ESTAVA AQUI FAZENDO BGUNÇA PELA CASA..CHEGANDO NA GARAGEM FOI A MIM QUE ELA SE AGARROU E CHOROU DIZENDO ..MÃE OBRIGADA POR TUDO AMO VOCE..O CHICO MEU MARIDO JA NO CARRO. E EU AGARRADA A MINHA PEQUENA..SEI QUE ESTA FAZENDO SEU FUTURO TENHO RGULHO DELA HOJE ESTA EM UM CONGRESSO NO SUL..FOI LA FRUTO E TUDO QUE ESTUDA E LUTA JA FAZENDO PROJETOS ESTAGIOS E JA COM 20 ANOS SENDO UTIL DEIXANDO SUA MARQUINHA ...MAS E O AMOR ..E O AFETO E O CARINHO A VONTADE DE BEIJAR DE ABRAÇAR DE FAZER CAFUNÉ NA FILHOTA?:SABE QUE DESDE QUE CHEGUEI AINDA NÃO FUI AO QUARTINHO DELA...E NÃO É APEGO EXAGERADO É UM GRANDE AMOR QUE SÓ NÓSMÃES SABEMOS SENTIR ..NEM DA PRA DIZER..SABEMOS É SENTIR MESMO..
    CHICA FORÇA DAI..VOU TANTAR TER FORÇA DAQUI.
    MAS O SISTEMA É BRUTO ..COMO DIZ OS MATUTOS DAQUI...
    BJS QUERIDA

    OTILIA
    LINDO TEXTO...
    AH E ADORO JOANINHA ACHO LINDO O BICHINHO ...

    ResponderExcluir
  16. "Vossos filhos não são vossos filhos.
    São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma. Vêm através de vós, mas não de vós.
    E embora vivam convosco, não vos pertencem."

    (de um livro do Gibran)

    Xêro!

    ResponderExcluir
  17. Ano passado meu filho saiu de casa e foi morar com a namorada por motivos bobos...Fiquei muito triste e confusa, mas entendi q ele precisava voar com suas próprias asas...Mas foi bom para nós dois esta experiência...Vc acaba por descobrir q sobrevive e q eles tb sobrevivem e o melhor,vc descobre q eles saem cambaleante mas levam muitos ensinamentos nossos.Antes ele já tinha ido fazer intercambio(entao sei cmo se sente neste momento...rs).
    Voltando a falar em pássaros e filhos,está passado um desenho lindo q se chama Rio q fala de uma arara azul criada como filho em cativeiro e q pela primeira vez sai de sua casa para conviver com outra arara azul(as ultimas de suas espécie).
    Bem, a história fala desta liberdade...Deste desaapego necessário...Fala da hora do voo!
    Está nos cinema é lindo e vale a pena conferir.

    Beijinhos

    Maria

    ResponderExcluir
  18. Amo pássaros, tenho paixão por essas criaturinhas,
    passo horas olhando eles lá na casa do mato, e quanto mais vejo, mais me enkanto.
    esse seu texto é muito forte e verdadeiro, mexeu comigo...há dois anos atrás meu querido filho, foi transferido para S.Paulo pela força aérea, nunca tinha saido de perto de mim...e três meses depois foi assaltado e morto, momentos difíceis ...era meu caçula, minha vida....até hoje não me recuperei totalmente...e acho que isso nunca vai passar.
    Mas vivo minhas alegrias mesmo dentro das minhas tristezas, desculpe o desabafo amiga!
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Chica
    Apesar de doer muito, temos que permitir que os filhos voem por conta própria, precisam aprender a se defenderem sozinhos, a enfrentar este mundo que é bastante cruel.
    Bjo

    ResponderExcluir
  20. Oi,Chica!Lindo texto, é chegada a hora de alçar voo...
    Beijosss

    ResponderExcluir
  21. Oi Chica!
    minha casa do mato, fica a 30 minutos aqui de casa
    mas não é em Canoas, mas sim em Gravataí...realmente é um paraiso, mas mesmo dentro de um condomínio já foi arrombado e roubado três vezes...já estou pensando em vender, pois é muito prejuizo.
    abraços!

    ResponderExcluir
  22. |up|ei bom dia vim aqui falar que tem selinho para vc no meu cantinho de 180seguidores e vc faz parte desta conquista bjos

    ResponderExcluir
  23. Parabens Chica lindo seu texto,no meu ninho recebi tres filhotes,ja voaram ao mundo dois ainda me resta um,mas me sinto feliz por velos alçar seu voo, em busca de novos horizontes,
    tens razão amiga não é nada faci lmas a gente tem que passar por esta parte asim como eles vão mais
    tarde tambem repetir o mesmo ritual,,adorei sua post,um abraço marlene

    ResponderExcluir
  24. Chica,mais uma vez uma importante lição e exemplo de maturidade através daquilo que escreve.Minha mãezinha diz sempre que mesmo de longe as estrelas se reconhecem e podem se amar...Ainda não cheguei nesse nível de aceitação,mas com o tempo quem sabe...
    Meu abraço e desejos de bom fim de semana também!

    ResponderExcluir
  25. Chica,eu que adoro passarinhos,sou sempre a favor da liberdade!Talvez eu mesma não seja livre,mas com certeza não tiro dos meus amados o direito de voar...a minha logo vai...já tem 16 anos!...rss...linda e especial sua msg,amiga!Bjs,

    ResponderExcluir
  26. Chiquinha, sábia Chiquinha...vc tem toda razão. Eu mesma conheço a teoria ma a prática é tãooo complicada.Mas como dizia o "filósofo"Bambam ...faz parte. hehehe


    Bom findi

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  27. A síndrome do ninho vazio existe, mas não deveria nos trazer dor. Pelo contrário, se nossos "pássaros", estão livres, voando por conta própria, e felizes, isso significa que soubemos criá-los para a vida, dar-lhes coragem para se arriscar, pois só assim a vida tem sentido.

    E é tão bom, quando, a cada retorno (visita), eles podem trazer consigo um filhotinho, que também estão ensinando a voar...:)

    Beijos pra você, querida.

    Cid@

    ResponderExcluir
  28. Oi querida!
    Estive aqui para retribuir a sua visita e fiquei encantada com a sensibilidade de seu texto. Parabéns!
    Bom final de semana,
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  29. Chica
    Em matéria de perdas e separações, apesar de ter vivido muito e sofrido com elas, ainda estou engatinhando. Sofremos muito com elas, mas como vc mesma diz são necessárias. Não há como evitá-las. Deixar ir.... acreditar....Um bom fim de semana! Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  30. Oi Chica,
    Eu criei minha filha para o mundo e estou muito feliz por ter me comportado assim, pois imagine a tristeza de uma mãe que tem um filho com problemas físicos e/ou mentais graves e que vá tê-lo para sempre com ela, sem nunca poder abrir a porta da gaiola e deixá-lo voar livre!
    Bjkas e um final de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  31. Chica, eu não tenho passarinhos para poder sentir a dor da despedida. Mas sei que um dia minha mãe me viu partir.
    Não fui para muito longe e hoje sempre retorno para pertinho dela.
    Bjs

    veja

    http://contosoufatossurreais.blogspot.com/2011/04/vassouras.html

    ResponderExcluir
  32. É isso mesmo, Chica.
    Precisamos voar e permitir que "nossos outros" voem também...
    Maravilhosa a imagem!
    um abraço

    ResponderExcluir
  33. Chica parabéns por esta iniciativa de compartilhar e acalentar esta dor de ver os filhos voarem para sua propria vida.
    bjs

    ResponderExcluir
  34. Oi,Chica!Passando paa te desejar uma boa noite1
    cuide-se!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  35. Vindo de Ti até fico comovida.
    Tbm tentei fazer um que começa com l e termina com ar

    será que ficou bom?

    http://soniaconsult-portal.blogspot.com/2011/04/visao-da-montanha.html

    ResponderExcluir
  36. Chica querida, deve ser mesmo difícil essa hora.
    Mas o carinho, o amor que esses filhos nutrem por seus heróis (pais), estarão sempre presente por onde quer que eles voem.
    Amei teu texto, me emocionou, é muito lindo conhecer de perto o coração de uma mãe.
    Elas sempre tão amorosas com seus filhotes e preocupadas com seu futuro.
    Hoje tenho isso também, mas acho que onde quer que voe um dia, volto sempre para sentir um pouco das asas amorosas de meus pais queridos.

    Parabéns minha querida e linda amiga, esse texto está maravilhoso.
    Adoro você!
    Nanda

    ResponderExcluir
  37. Chica, só posso dizer que me emocionei.Sou muito passarinho, mas não consigo imaginar minha cria longe...lindo demais seu texto poema
    beijo grande

    ResponderExcluir
  38. Chica,
    Nós sabemos que não devemos dar sempre o peixe aos nossos filhos, e sim ensiná-los a pescar. Criámo-los sabendo à partida que um dia seguirão atrás do seu sonho, mas quando esse dia chega, tudo é tão difícil!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿

Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!