Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

* Diálogos que não gostaríamos de ouvir...


11ª Edição Dialogue  do Projeto Créativité
Tema: segredo

(((o)))o(((o)))o(((o)))


_ Ei!!!Não me reconheces mais?

_Puxa, estou notando alguma semelhança com alguém,mas...

_Pensa bem, puxa pela tua memória!

_Estudamos juntos?

_ Bem, de certa maneira sim!

_Em que turma?

_Não lembro o ano...Para dizer a verdade, por muitos anos, enquanto eu estudei...

_Como te chamas?O que estás fazendo aqui comigo?

_Ora, estás querendo saber tudo ? Não posso, preciso deixar que descubras! Isso é para te ajudar!

_Fala um pouco de ti para ver se me lembro!

_Eu nasci em novembro, num dia quente e  no pátio haviam vários cravos perfumando o jardim...

_ Cravos? Sim lembro deles, como poderias esquecê-los?

_ O que mais lembras sobre eles?

_Que foram plantados com muito carinho  e que eu queria que florescessem quando minha filha nascesse...

_ Então! Conseguiste lembrar tanta coisa linda, que me emocionas!

_Posso te dar um beijo,mamãe?

_Mamãe? Falaste mamãe???Tu és minha filha?

_ Claro, sou aquela a  quem esperaste receber com flores por ti plantadas e que até hoje, talvez por isso, adora flores... Sou a Bia!

_ Bia, minha querida! Por que me abandonaste tanto tempo e só hoje apareceste?

_ Mamãe querida! Estou sempre aqui ao teu lado, a cada dia te cuido, com carinho e muito amor!

_ Vamos dormir agora? Estou cansada e talvez amanhã a Bia apareça pra me ver. Sabes, ela me abandonou aqui sozinha e velha! ESSES FILHOS!!!!

Bia ouviu aquilo sem retrucar, colocou a mãe na cama, a cobriu , beijou e saiu pensativa!

Como era triste aquele quadro, mas aquele era um segredo que nunca poderia revelar à sua mãe! Se ela soubesse da doença,aceleraria o seu fim!

* Imagem Google

46 comentários:

  1. Não conhecia este cantinho, gostei muito dele. E espero nunca ouvir estas conversas....

    Bjos Pinta

    ResponderExcluir
  2. Coitada da Bia, Chica
    Para ela deve ser horrível ver a mãe neste estado
    O pior é que não há nada a fazer...
    Lindo, emocionante, e verdadeiro o seu texto
    Beijinhos no seu coração de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  3. Emocionante. Essa parte da vida é muito penosa.
    Mas...bonito texto. Parabéns!

    Bjos Luzia lira

    ResponderExcluir
  4. Convivi de perto com uma pessoa assim até o fim. Foram anos de sofrimento.
    Beijo. Edna

    ResponderExcluir
  5. E quando histórias assim acontecem bem pertinho da gente é que se consegue avaliar o quanto podem ser dolorosas. Às vezes, nem o coração consegue entender algumas situações que a vida traz...
    Um beijo, Chicamada!

    ResponderExcluir
  6. Chica

    Deixa eu te contar uma coisa: Meu pai teve um AVC que pegou 50% do cérebro. Eu vivi por 10 anos essa mesma situação!
    Hora ele pensava que eu era a irmã dele, hora ele dizia que eu era a moça boazinha...
    É muuuuuuuuuuuito triste.

    ResponderExcluir
  7. Texto muito belo e intenso. Revejo-me em situações similares. Obrigado.

    ResponderExcluir
  8. Sua mensagem me deixou feliz! Obrigada!Li alguns texto. Muito bonitos e realmente tem uns que devemos ler, refletir,meditar e contemplar. Falam bem aqui dentro.Já estão nos meus favoritos. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Sei o quanto isso é triste, meu pai morreu assim, e a unica coisa que podíamos fazer por ele, era dar atenção e amor.
    Bjux

    ResponderExcluir
  10. A mãe de uma amiga minha está assim.as vezes não reconhece a filha, a neta e o bisneto
    Ela pergunta"quem tu és", a minha amiga responde" sou filha do fulano (o pai dela,já falecido) e a mãe diz" ele era meu marido', e mesmo asssim, não reconhece a filha como filha.
    Bem isto não ocorre sempre.
    Acho tão triste....
    não quero isto para mim, se for para acontecer, que eu parta antes.

    ResponderExcluir
  11. Que triste!
    Pessoas nesta situação precisam de muito amor!

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde CHICA !!

    Lembrei de minha mãe ... Está na fase da doença quer perde a memoria recente... Não pode sair sozinha ... perdeu a noção do espaço .

    Continua brigando para ser dona do seu destino ... Sempre foi ... Uma mulher batalhadora e independente !!

    Uma linda tarde !! Beijos !!

    ResponderExcluir
  13. Muito triste essa doença!Ficou um belo e comovente conto!Bjs,

    ResponderExcluir
  14. Anônimo23/3/11

    Chica querida.
    Antes de encerrar o meu blog, gostaria que vc visitasse:http://emiliaeavida.blogspot.com/
    Quero muito que vc continue aparecendo neste outro espaço,tá?
    Beijos
    Emiinha

    ResponderExcluir
  15. Tem uma senhora, por nome Wanda, que é mãe de uma colega de trabalho, frequentei a casa dela por muitos anos.
    Sem mais nem menos ela foi se esquecendo de tudo, o mal de Alzheimer chegou.
    Hoje ela é pior que uma criança, pois num dia você explica uma coisa, no outro ela já esqueceu.
    Não reconhece os filhos, ninguém.
    No dia que a vi e tentei dizer a ela quem era eu, os olhinhos dela ficaram perdidos a me olhar, sem nada dizer.
    Logo que sai de perto dela, chorei.
    Que tristeza isso..
    Beijos Chica querida.

    ResponderExcluir
  16. chica, eu convivo exatamente com esse quadro com minha mãe que tem alzeiemer. é triste...mas sempre que estou com ela, brinco, beijo, puxo pela sua memória...mas não é fácil.

    beijos

    ResponderExcluir
  17. Ai, super triste. Isso acontece direto, comigo, com meu vizinho, com o cara que está ali atravessando a rua... Só com muito amor pra suplantar situações similares. Beijo no seu coração. Belo post!

    ResponderExcluir
  18. Pobe Bia, Chica pobre Bia!Nossa é por essas e outras que eu morro de medo de ficar velha ,e olha que ainda falta muito,kkk.Mas eu convivo diariamente com idosos e ter uma doença dessas me deixa em pânico, ou pior ainda pensar que a minha mãe ou meu pai podem ter...
    Mas seja o que Deus quiser, afinal o futuro a Deus pertence!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  19. É minha amiga, muitas vezes as pessoas se vêem em situações onde só o amor e a paciência podem amenizar um pouco o que vai no coração
    Mas eu sempre gostei da frase: Deus nunca erra e em sua sabedoria sempre coloca em nossos caminhos situações que sirvam pro nosso aprendizado e amadurecimento
    Muitas vezes não compreendemos os porquês de certas situações, mas nada é por acaso e tudo tem uma razão de ser
    Beijos pra ti amiga!

    ResponderExcluir
  20. oi minha querida,

    adoro esse seu jeito doce de lidar e relatar os problemas do nosso cotidiano...
    acho que dessa maneira fica tudo mais leve ecom muita clareza...

    você tem o dom amiga,
    adoro esse cantinho

    beijinhos

    ResponderExcluir
  21. É realmente um diálogo triste e indesejável. Belo conto Chica. Ótima participação.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  22. Ai Chica, fiquei tão emocioanda.
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Muito emocionante...!!!
    Que sofrimento!

    Bons Sonhos!!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir
  24. É mesmo muito triste. Já escrevi sobre isso, a respeito de um casal que vi uma única vez numa praia e a esposa tinha sofria desse mal. O cara deixou tudo pra trás, empresas, estresse, colocou-a num trailer e foram cruzar o país, só os dois, ele cuidando dela. Me emocionou demais.

    Beijos, Chica.

    ResponderExcluir
  25. Texto emocionante Chica.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  26. Chica amada, quanta criatividade nestas palavras...amei o texto!Passei por aqui para te deixar um ramo de flores do campo que acabei de colher em nossos jardins aqui do CASA!
    Tenha um dia iluminado amiga
    bj e obrigada pelo carinho com a nossa CASA!

    ResponderExcluir
  27. CHICA ESTA É UMA FASE MUITO TRISTE DA VIDA,,
    PASSEI COM MINHA MÃE ,SITUAÇÕES QUASE IDENTICAS
    É MUITO SOFRIMENTO,MAS MUITO BELO E COMOVENTE ESTE LINDO TEXTO,NOS FAZENDO PENSAR UM POUCO MAIS SOBRE ESTA DOENÇA QUE ATINGE,NOSSOS VELINHOS
    E POR VEZES ATÉ PESSOAS DE MENOS IDADE.
    UM ABRAÇO MARLENE

    ResponderExcluir
  28. Chica, emocionei-me muito.
    É muito difícil tudo isso mesmo. Muito triste.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  29. Oi Chica,
    Sabe, 'e muito dificil conviver com essa situacao e eu tenho aqui uma velhinha que me acolheu como filha quando cheguei nesse pais. Sempre foi muito doce e prestativa comigo, ate que certo dia eu percebi os esquecimentos dela..isso tem mais de um ano e eu pensava que era por causa da idade. Ate que um dia eu cheguei na casa dela e ela nao me reconheceu...pediu que eu saisse da casa dela pois nao gostava de visita de estranhos...Nossa, nesse dia eu sai de la e chorei muito. Ela tem apenas um irmao que vive em outra cidade. Entao liguei pra ele e falei o que tinha acontecido e ele me falou da doenca. Hoje ela esta no final...e num asilo porque o irmao achou melhor assim. Eu vou la visitar mas saio de la com o coracao pequenino...outro dia ela me perguntou como estava meu cachorro..ela lembrou alguma coisa dele...Desculpa escrever tanto, mas queria deixar aqui registrado o amor que tenho por ela e embora ela nunca va saber eu me sinto bem falando dela.
    Bjs carinhosos
    Marcia

    ResponderExcluir
  30. Bom dia, querida amiga Chica.

    Esse texto me emocionou demais. Vivemos isso nesses últimos tempos. Ao aproximar-se do fim, ela ficou tão lúcida quanto sempre havia sido. Mas agora, em Março, ela descansou.

    Um grande abraço.
    Tenha um lindo dia, cheio de paz.

    ResponderExcluir
  31. Chica, fiquei emocionada...

    Tive uma amigo que se foi deste jeito, parece a mãe da Bia, não sei se ele virou estrela ou cometa...

    Beijo e ternura.

    ResponderExcluir
  32. Chica
    Que coisa mais triste.E real? Eu espero que mame nunca tenha este fim. e nem eu.
    com carinho MOnica
    Não consigo nem escrever mais. Me deu uma coisa tão esquisita.

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Ah minha querida, eu já vivi esse caso.
    Quando dona Joana não lembrava os filhos, os netos, e de mim.
    Eu sentia uma dor tão intensa
    É muito triste você perceber que alguém que amamos tanto está com Alzheimer.
    Era o que ela tinha.
    Dormia pouco, mas só se eu a deitasse bem juntinho de mim.
    Eu lhe cantava canções de ninar, quando ela estava agitada.
    Só então ela se acalmava.
    Ah Chica uma circunstância destas é muito triste e doloroso principalmente para quem cuida e ama alguém assim.
    Fiquei triste ao recordar.
    Beijo

    Fernanda

    ResponderExcluir
  35. triste, sim, mas temos que nos preparar para essas surpresas da vida, né? triste é a história, mas lindo é teu texto, viu? bjs!

    ResponderExcluir
  36. Chica,


    Sem palavras , só emoção ...
    Sei bem o que é isso , vivi esta situação
    com minha mãe até o dia que ela se foi .


    Bjo Grande.

    ResponderExcluir
  37. Sabe, Joaninha,

    Conheço bem o drama de Bia.

    Fui o "netinho" preferido de dona Ávila, uma mineirinha tricordiana, "osso duro" de roer, turrona, temida por muitos, mas que se derretia toda quando eu chegava perto. Eu era o neto que "nunca" errava, o único menino bom da rua.

    Minhas orelhas trazem (bem lembradas) todas as cobranças, as pequenas punições, as advertências e os conselhos. Mas, meu olhar guarda também cada instatnte, cada raspada de forma de bolo, cada passeio na feira.

    Um dia, quis o Grande Pai, dona Ávila esqueceu-se do netinho. esqueceu meu nome, o que fazia em seu quarto e, principalmente, me chamava a atenção por querer tanta "intimidade com ela" a cada beijo que dava naquele rostinho com tantas marcas de vida.

    Deixou-nos aos 93 anos. Mas está comigo, bem aqui do lado, até hoje.

    Meu carinho,
    Anderson Fabiano

    ResponderExcluir
  38. Chica! O que escreves é muito real e nos emociona.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  39. Que lindo!!! Lindo e emocionante!

    Sabe, Chica, eu acredito que inclusão social é bem mais que que ações que combatem a exclusão social, é respeito! E acredito que devemos promover e divulgar este tema complexo e importante, por isso volta e meia eu escrevo sobre ele!

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  40. Olá Chica! Passando para agradecer a visita e o comentário, e te desejar uma boa noite e uma bela sexta-feira.

    Abraços,

    Furtado.

    PS: A Bruninha é a minha primeira neta, ou seja, nasceu primeiro que os outros netos e, como qualquer jovem nos dias de hoje, bastante curiosa, razão pela qual fez a pergunta. Mas, geralmente o metido a poeta como eu, costuma mentalizar situações, antes de fazer uso do lápis e do papel. Rsrs.

    ResponderExcluir
  41. Oi,Chica!Passando para te dar um beijo e desejar-lhe uma ótima sexta!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  42. Nossa, que triste, eu lembro do filme: Diário de uma paixão. O filme conta uma historia assim, lembro que me deu um nó na garganta ao assistir.. rs.

    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  43. Oi,Chica!!

    É...quando tudo o mais falha...só nos resta o amor.
    Situações difíceis na vida, mas que nos reservam sempre aprendizados...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  44. Olá querida Chica.
    Tens o condão de escrever com muita verdade coisas que de qualquer forma cada uma de nós se identifica.
    Este texto está descrito na perfeição o que por exemplo a "demencia" ou "alzaimer" pode causar!
    OBRIGADA AMIGA...
    Grande xi para ti com muito carinho.
    alice

    ResponderExcluir
  45. Chica
    Sem palavras! Emocionante e muito verdadeiro. Me levastes as lágrimas.
    Isto é mais que uma participação é uma lição de vida.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿