* De repente 30...


47ª edição opinativa  do Bloinquês

" De repente 30"

(((o)))o(((o)))o(((o)))


_Mãe! Por favor,para com esses telefonemas! Não convida ninguém!
Não quero ninguém aqui assistindo esse meu declínio...Tô  velha e nem tenho pelo menos um amor na vida! O que diabo vou festejar? Queres colocar na vitrine meu fracasso?

_ Filha, credo! Não fala isso nem de brincadeira!


Olha pra mim. Tu estás completando teus primeiros 30 e eu os meus 50!
Achas que estou triste? De forma alguma!

A filha abraça a mãe, a beija e diz:
_ Que bom te ter,mamãe!

Passam-se dez anos e D. Gilda, a mãe, prepara um cartão para Linda, sua filha,que completa os seus 40.
Nele escreve:

" Filhinha querida!


O tempo passa, mas filhos são sempre filhinhos...

Parece que foi ontem estavas triste e angustiada e não querias festejar a "tragédia" dos teus 30 aninhos...

Hoje, passados 10 anos,  estou quase pronta pra festejar junto contigo e tua família  os 40.

Pedrinho e Juca, meus netinhos amados, estão alegres  e animados com tua festa e fizeram lindas surpresas que verás depois e eu...bem...eu já estou nos 60.

E o que mudou?

Olha pra nós duas e vê se além da aparência mudou algo?

Te respondo:

_ Mudamos, mas para melhor. estamos mais sábias, experientes e muito mais fortes do que antes.

Sabemos que o tempo passa e como!!! Ele voooooooooooa! E nós com ele vamos indo e tentando aproveitar cada dia melhor, viver a vida !
Não é assim?

Bem, vou agora passar um rimel nos cílios, pois havia esquecido antes ( É, ficamos mais esquecidinhas, mas não burras,rsrs) e quero estar prontinha pra te dar um beijo especial nesse dia e levar o teu presente junto com esse cartão.

Um beijo  e o outro logo  te dou ao vivo!

Com muito amor,tua mãe que te ama,

Gilda


Ao encontrarem-se na festa, após ler o cartão, abraçaram-se as duas choramingando, como sempre faziam quando se emocionavam!
_Mamãe, borrei toda a pintura agora!
_ Fica tranquila, filha! Estás linda porque ÉS linda!
Voltaram para a festa e aproveitaram muito bem!