* Sempre sooooooobra! rs....




Tema: iniciar com a letra "N" e terminar com a pontuação "!"

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Numa casa,na sala , Lia e suas filhas viam a novela...
Seu marido, Roberto, saía porta afora, atrasado para um compromisso,  trajado com uma roupa nunca antes vista .

Era uma camisa de seda, toda floreada, como aquelas antigas echarpes...Horrível!

E pior, era justa, colada ao corpo, algo indescritível.

Ao olhar para aquela figura, toda família espantada perguntou de onde surgira aquilo!

Ele disse que fora um presente...

-DE QUEM ? grita uma das filhas espalhafatosa fazendo coro com a mãe... Quando se deram conta, eram três matracas gritando com o "pobre"...

Ele nada dizia, além de :

-UM PRESENTE! e ainda exibidamente, comunicava que havia outra guardada, porém não dizia de quem era aquele "lindo" gosto...

Pior é que ele estava "se achando"...Havia perdido o senso do ridículo!

Aí começou o rolo e brigaçada:

As filhas e esposa só xingavam, doidas da cara e já o atacavam com mil insinuações sobre QUEM seria a dona daquele gosto horripilante e que já sabiam de que laia se tratava a dita cuja, pois quem usa aqueles tipos de roupas, blá,blá,e muiiitos blás...

Noooossa!

Que horror e que stress desnecessário pois quando tudo estava pegando fogo, Lia acorda e vê ao seu lado, tranquila e serenamente dormindo, o seu amado maridinho...

Mas a raiva era tanta, era tudo tão real que ela sentia ganas de com ele discutir e tirar satisfações, rsrsrs...

Que coisa, não?

Sonhos parecem tão reais e tiram horas de sono que poderiam ser bem melhor aproveitadas...

Mas acho que sempre vale! Certamente uma discussão atravancada no pescoço,não é?

E que ciúmes que essa família toda tem desse homem, heim?

Mas também, não critico, pois se fosse comigo e isso acontecesse realmente, arghhhhhhhhhh! acho que o pobre maridão estaria loooooooooooonge!
E as gurias por aqui também não o deixariam tranquilo...

Sobrou pra ele...
Sempre damos um jeitinho pra isso, não? rssssssss...

As pobres vítimas (homens) certamente irão concordar! (Chica)