* O esconderijo ...e a indiferença!


50ª edição conto/história do Projeto Bloinquês:
Tarefa:
Deve conter a frase :"E nunca a encontrariam,pois estava enterrada bem fundo".
 
(((o)))o(((o)))o(((o)))
 
Rita fora uma menina muito sapeca e hoje, na sua adolescência ainda tinha requintes dessa sapequice...
 
Seus pais nunca foram muito rigorosos no que dizia respeito às notas do colégio onde cursava a 8ª série.
 
Sua turma toda faria ao final do ano uma viagem com intercâmbio para o exterior. Ela estava muito interessada em ir ,não pelo aprendizado da língua, ponto principal da viagem, mas pelas bagunças e amizades que por lá faria.
 
Para os pais,um casal muito atarefado, a condição imposta para a concretização dessa viagem para Rita, seria seu desempenho o que ficaria comprovado  semanas antes da mesma com a entrega das avaliações.
 
 
Estas chegaram e a situação era crítica.Havia quatro notas vermelhas...
 
Rita ao recebê-las o que na realidade já sabia, logo pensou num jeito de escondê-las dos pais e inventar uma boa desculpa em casa...
 
_Onde vou colocar esse Boletim? pensava.
_Ah! Já sei! de repente teve a idéia.
 
Aproveitou-se do fato que os pais já haviam pago tudo e dificilmente ( ela os conhecia bem) não a deixariam desfrutar daquilo que imaginavam ser muito útil à sua vida.E eles andavam tão ocupados, pos era final de ano , época nos seus trabalhos mais corrida do que o normal.
 
Sua mãe aos poucos foi arrumando a mala, colocando  a cada dia mais um detalhe daquilo que imaginava não poderia lhe faltar e a cada vez que era perguntada sobre quando seria a entrega da avaliação final, dava um desdobre, inventando desculpas...
 
Rita estava segura apenas de uma coisa...havia colocado num lugar que não mais seria remexido nunca a encontrariam, pois estava enterrada bem fundo,dentro da mala que levaria na viagem...
 
Sua mãe apenas ia colocando roupas e remédios sobre o que já estava lá...
 
Assim, ela levaria a avaliação consigo e na volta...Bem, na volta acertaria, por força os ponteiros com eles que a ameaçariam com novo castigo que, ao fim, seria esquecido,como tantas e tantas vezes.
 
Rosa sabia que eles não lhe negavam  nada. E, por mais incrível  que isso parecesse aos outros,ficava triste por isso...Gostaria de ser mais cobrada como suas amigas...Mas eles não tinham tempo...
 


35 comentários:

  1. Olá Chica
    Voltei. Agora de pilhas novas, serei mas presente.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. hoje em dia passa por aí os pais pensam que dar tudo aos filhos está no material, mas por falta de tempo que se tirarmos um pouco a nós sempre arranjamos, esquecemos do amor , da educação de transmitir os valores, depois quando olhamos parar trás dizemos mas meus Deus este não foi o filho que criei, será?
    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, querida amiga Chica.

    Muitos pais deixam seus filhos se nortearem sozinhos. Não querem o trabalho de acompanhar o cotidiano deles. Pensam que presentes compensam tudo.
    Adorei o texto.

    Lembrei-me quando fui reprovada no primeiro ano primário. No trajeto pra casa, minha irmã foi fazendo deboches o tempo todo. Quando chegamos, antes de entrar em casa eu rasguei o boletim e joguei os pedacinhos pela janela, dentro do quarto dos meus pais.
    Corri para o quintal, e fiquei por muito tempo, gangorrando sob a mangueira. O vento no rosto era a minha terapia.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  4. Bejo do Macaco....
    Querida Chica..

    Tatto

    ResponderExcluir
  5. Há que se cuidar do broto pra que a vida nos dê flor...

    ResponderExcluir
  6. Ás vezes um não tem sabor de sim láaaa na frente.
    Quantos filhos necessitam desse amor e não o recebem.
    Tua história é pura realidade.
    beijinhos Chica

    ResponderExcluir
  7. Menina muito esperta, mas como dizia a minha mãe mentira tem perna curta. ótima participação. A praia está fazendo sua imaginação ir além mar. Boa sorte!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi,Chica!Nossa, as crianças desde cedo precisam de limites, pois se não elas irão sempre além para ver se conseguem chamar a atenção dos pais.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  9. E cobrar é tarefa difícil mesmo! Eu fui muito cobrada, talvez a mais cobrada na família, tinha que ser um exemplo de perfeição...

    ResponderExcluir
  10. Ei Chica
    Muito legal, adorei. Já vi este filme em algum lugar, e bem pertinho de mim.
    bjo

    ResponderExcluir
  11. Gostei imensamente, querida Chica!
    Você é maga das palavras...
    É sempre um momento especial ler os seus escritos.
    Abraço, amiga.

    ResponderExcluir
  12. Olá Chica! Acho que cobrar mais no presente, ajuda no desempenho das tarefas do futuro.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  13. Minha querida

    Uma história linda...muito bem escrita e bem dos nossos tempos...onde falta o tempo para tudo.
    Quero agradecer o carinho das palavras que me deixou.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  14. Rita nunca poderia ser minha filha - primeiro, eu não lhe arrumaria a mala. Segundo: boas notas seria a condição sine qua nom.

    ResponderExcluir
  15. Enfim...há "pessoal" para tudo.
    Bom texto/história.
    Abraço
    Mer

    ResponderExcluir
  16. Bom dia querida!!

    Filhos precisam de limites, de cuidados e precisam de pais presentes. Não é a quantidade do tempo que importa e sim a qualidade!!
    Muito bom o texto!!
    Beijos!!Boas férias!!

    ResponderExcluir
  17. Olá Chica.

    Menina esperta essa Rita.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. É um assunto do qual o remorso e a triste me afligem...
    Otimo texto, mesmo Chica.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  19. Danadinha essa menina hein Chica! É, todos precisam de limites. Como costumo dizer aos meus sobrinhos: só pego no pé daqueles com os quais me importo. Então entendam a minha "mania de perseguição" como eles dizem, como uma declaração de muito amor! rsrsrsr
    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Ás vezes o amor se manifesta atraves de limites,conversas,atenção e não com presentes.Muito bem bolada sua história!Bjs,

    ResponderExcluir
  21. Verdade verdadeiríssima essa sua história de hoje!!!
    Beijuuss, amada, n.c.

    ResponderExcluir
  22. Oi Chica
    Tudo bem?
    espero que esteja aproveitando bem seu período de relax.
    comigo esta tudo bem, o acesso é que tem falhado, o modem da Claro pifou pq usamos com exagero agora só em fevereiro , entao estamos no wi-fi quando achamos. rsrs
    Boa ideia do conto e da sua forma de " colocar bem no fundo da mala", os pais de hoje sem tempo tem sido omissos muitas vezes sem perceberem .
    beijinhos querida

    ResponderExcluir
  23. Dizer não muitas vezes é sinal de amor e as crianças sabem disso.
    Linda história.
    beijos

    ResponderExcluir
  24. Chica
    quantos pais deveriam ler o que escreveu.
    Lá em csa tinhamos liberdade mas também tinhamos rsponsabilidades.
    Hoje meus sobrinhos também estão sendo criados assim, estão fazendo como nosos pais faziam.
    Vamos ver o futuro de cada um. este ano foi o ano dos vestibulares. ( dois) e uma formatura.
    com carinho e com saudades e sem tempo
    sua amiga Monica

    ResponderExcluir
  25. Gostei do texto. Ele tocou em um ponto essencial e que devia ser mais frizado atualmente: os pais não levam os filhos a terem responsabilidade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. tá certo, pais tem mesmo que cobrar; mas cá prá nós, quem nunca quis esconder o boletim do pai?? kkkkkkk

    abraços

    ResponderExcluir
  27. Amiga que garotinha sapeca,parece até a minha neta
    esta juventude esta esperta demais e põe qualquer
    um no bolso,coxilou o caximbo,caiu dizia um velho ditado,ainda bem que os meus filhos ja passaram do ponto dessas travessuras,pais tem que dormir com um olho feixado outro aberto,não achas?,,,
    boas ferias querida,tudo de bom bjs Marlene

    ResponderExcluir
  28. Chica,


    Que triste e tão comum a história da Rita.


    Bjo.

    ResponderExcluir
  29. Olá amiga Chica!

    Olha que é mesmo amizade da boa!
    Conheces a Loli? Não? Vai lá e dá um abração nela porque andaram a fazer mal a minha amiga querida.
    Há gente neste mundo real e virtual que bem pode vir a morrer vítima do seu próprio veneno, bastaria que trilhasse a sua própria língua :)))

    Como sempre, gabo-te a energia e a inspiração infinita.
    Cada dia que passa te sinto mais dinâmica e com ideias geniais e didácticas.

    Parabéns
    beijo

    ResponderExcluir
  30. Olá Chica! Passando para te desejar uma boa noite.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  31. Oii, Chiquinha !!!

    É amiga, hoje não é só estória não. Infelismente, essa situação é bem real em muitos lugares. Triste, né.

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
  32. Ser pai não é fácil,mas vale à pena quando a base da relação com os filhos é feita através do diálogo franco,da autoridade,não autoritarismo e muito menos permissividade.Lindo texto,abraço amiga!

    ResponderExcluir
  33. Chica, já ouvi isso de alguns jovens, que queriam ser mais cobrados. A cobrança indica preocupação com a evolução e desenvolvimento desses jovens!

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  34. Oiee!!
    Interessante de como falta o diálogo ainda em casa, nem sempre é a cobrança em si...mas o diálogo sobre os valores.
    Bjss...adorei!

    ResponderExcluir
  35. Uia, o eterno paradoxo das pessoas, querem se amadas, mas não fazem por onde, fora que se ela quer se cobrada, bastava ela ser sincera com os pais...

    E a Luma Rosa (do blog Luz de Luma) fez um ótimo post sobre a sindrome da criança mimada.

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿

Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!