* O amor, desamor e o futuro...


Essa é minha participação na   Edição VISUAL do Projeto BLOINQUÊS
Tarefa:
Quem é ele? Esta é uma posição, geralmente, de tristeza ou pensativo, o que ocorreu? Não dá para ver as mãos deles, ele está com alguma coisa na mão: celular, ipod, um bilhete, uma carta? E o ambiente, é o quarto dele, é um hotel? O que é? Conte tudo...
(((o)))o(((o)))o(((o)))


Ronaldo estava há mais de ano fora de sua casa, morando em uma pensão bem simples na capital, para por lá conseguir fazer cursinhos que o preparassem aos dois concursos que haveria de prestar.


Precisava urgentemente mudar sua vida e com eles seria o começo de uma carreira promissora.

Passava os dias estudando e à noite, trabalhava como garçon para pagar suas despesas.

Era puxado, porém tinha certeza, valeria a pena.

Enquanto isso,Marta, sua namorada esperava que ele pudesse retornar ou então, o seu grande sonho, que a buscasse para juntos morarem na capital.

Passam-se os meses e chega a época das provas. Período exautivo...mas depois, confere os gabaritos e está selecionado para segunda fase...

Assim, recomeça mais um período de estudos e finalmente, recebe o resultado final. Havia sido aprovado e seu emprego estava garantido.

Feliz da vida, exultante, liga imediatamente para Marta e quando começa a falar percebe sua voz estranha...

-Te ligo daqui a pouco,diz ela.

Ele espera e nada dela retornar a ligação...

Passa um tempinho e ele recebe o esperado telefonema e inicia a contar feliz a boa nova.
Do outro lado, silêncio e de repente, a frase chega:

-O que te deixa feliz, já não me empolga mais...
Nesses últimos meses conheci uma pessoa e......e....e......
Assim,por mim, não precisas mais me procurar.
Podes ficar ali, onde achaste mais importante do que nosso amor...

Ele desliga, senta na cama, chateado, derrotado...
Tudo que fizera serviria para viver uma vida juntos com melhores oportunidades financeiras...

Será que havia esquecido o amor?

Pensava, repensava, coçava a cabeça e se despenteava...Assim ficou até que foi tomar um banho, refrescar a cabeça e idéias...

Ao sair do banho,já  relaxado,sabia que havia feito todos os passos acertados e pensando o melhor.

Ela não o merecia!
E, agora resolvia que  não merecia que qualquer nuvem ofuscasse o brilho de suas vitórias...

Ligou para casa de seus pais, avisou que passaria uns dias por lá...
Seriam apenas dias...

Uma nova vida o esperava na capital e por certo, a encararia com alegria...
E o amor, aconteceria normalmente, na hora e com a pessoa certa.Se dera conta que escapara de uma cilada de amor e estava feliz e agradecido à vida por lhe haver mostrado na hora certa e justa...

Havia tanto futuro à sua frente...