Olhem o que temos por no chica escreve!

Olhem o que temos por no chica escreve!
Basta clicar!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

* Revelações...


Essa é minha participação na 11ª Edição do Projeto In Verbis

Continue a história, conto, poema, etc a partir da frase "Peguei o telefone e disquei. Meu coração martelava enquanto a ligação era completada..."
Quem estava ligando? Para quem era a ligação?
Usem a criatividade.
Regras: O texto deve começar com essa frase, ela não pode ser colocada no meio nem no final.
A frase não pode ser alterada.

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Peguei o telefone e disquei. Meu coração martelava enquanto a ligação era completada...Lembro ainda daquele telefone vermelho que era o que me colocaria perto de ti...

-Não,não precisas me interromper...Deixa a   ansiedade de lado...Logo te conto como  tudo aconteceu ...
-Shhhhhhhhhhh...se me interromperes, não posso falar!

Assim, Isabela tentava explicar à sua filha  segredos de muitos anos atrás.

Eu estava muito aflita, precisava desabafar e num desespero, tomei 82 comprimidos, queria morrer, dizia ...

Foi nessa hora que te liguei e ainda com a voz embargada,  revelei que teu pai não é teu pai...

Depois da revelação, nada mais vi. Apenas acordei no hospital, amarrada em uma cama, numa clínica onde me disseram sempre receber as visitas de vocês, filhas, e eu sem perceber, pois havia ficado em coma por mais de trinta dias.

Agora, depois de tudo passado, ainda quero retomar o tema e sempre foges dele.Por que,filha? Me julgas?

Quero dizer que foste fruto de um lindo amor e tiveste ainda dupla sorte, a de ser aceita por quem,  na realidade,te amou desde logo, mesmo sabendo não ser dele a criança que eu levava no ventre.

Assim, filha, dá cá um beijo...

Estou nos meus últimos dias de vida...Preciso ter a certeza que REALMENTE me perdoaste e não apenas fingiste nada saber,todo esse tempo...
Preciso disso pra morrer em paz!

A filha,também já idosa,abraça a mãe...

Ainda que nela reste sempre uma pontinha de sentimento por não ter tido a chance de ver seu pai verdadeiro, sabia que tinha sido amada.E não cabia a ela julgar ninguém...

Voltou lá,abraçou novamente a mãe, a beijou,sabendo que dentro em pouco, não mais poderá fazê-lo...

33 comentários:

  1. Mas bah, Chica.
    Triste mas bonito conto.
    Parabéns e boa sorte.

    ResponderExcluir
  2. Olá Chica
    Fico encantado com a sua imaginação criativa. Adorei.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. É triste...mas foi bonita a mensagem de perdão e reconciliação.

    Gostei!
    bom dia pra vc Chica

    ResponderExcluir
  4. Esse é o verdadeiro sentido do perdão, apesar de tudo, o coração em paz e com a certeza de que fez o que precisava fazer
    Lindo conto Chica, beijos de luz pra você!

    ResponderExcluir
  5. Chica de Deus!

    hehehe... Nem te conto! Ontem fiz meu texto e o grande segredo do meu é o mesmo do seu, acredita?!...hahahha... Eu nem cheguei a postar o meu, pois achei que precisava ser melhorado. Acho que vou pensar em outro assunto... Assim o povo não vai pensar que eu e vc combinamos de fazer sobre temas parecidos...hahahah...
    Tô impressionada com nossa coincidência!
    Vou fazer outro, assim que postar, te conto pra vc ler...


    Bjooookas, querida!
    Ótimo dia!

    ResponderExcluir
  6. Me emocinou Chica.

    Suas participações são excelentes.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  7. Me lembrou um caso na minha familia...linda estória e como dizem..tão comum, mas ao mesmo tempo tão particular...adorei
    Bjs carinhosos e tenha um lindo dia!!!
    Márcia

    ResponderExcluir
  8. Menina, o que importar é ter pais, não exatamente os biologicos, mas sim aqueles que amam realmente os seus filhos...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá Chica.

    Muito bonita a história pena que é triste.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Linda mensagem,Chica
    Até me emocionei...
    Tenha uma boa tarde
    Beijinhos
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  11. Nossa!!!
    Logo eu que escrevo pelos cotovelos hehehe... Estou sem palavras...
    MARAVI(LINDO)!!!
    Beijinho Chica

    ResponderExcluir
  12. Chica
    Perdão e reconciliação contadas desta maneira ficou tão sensacional quanto uma cena de novela.
    Com carinho MOnica
    A vovó Candinha é para nossa familia um ser humano que conseguiu perpetuar suas histórias.
    Mamae está tentando lembrar das histórias que lhe contaram.

    ResponderExcluir
  13. O amor e o perdão precisa vir do coração, e isto tornará tudo mais belo e ultrapassará fronteiras.

    ResponderExcluir
  14. El amor tiene que salir siempre del corazón aligual que elperdón´
    Siempre podemos ofrecer amor si vivimos con ilusión.
    Hola amiga,he regresado de vacaciones y he pasado a saludarte y darte las gracias por siempreacompañarme .De momento estoy EN NOS NECESITAN porque ellos se lo merecen
    Cuidate y recibe mi cariño.Victoria

    ResponderExcluir
  15. olá achei teu espaço no Blog da Luconi e ja estou te seguindo.Poxa demorei pra achar esta preciosidade.Adoro blogs.abraços Mary Cely

    ResponderExcluir
  16. Chica,que maravilhoso conto onde só o amor supera tudo!Adorei!Bjs,

    ResponderExcluir
  17. CHICA, AMO TEUS CONTOS!!!! A TUA MANEIRA DE ESCREVER É MUITO ESPECIAL!!!
    BJSSS
    CARLA

    ResponderExcluir
  18. Nossa, Chica
    Tenho algo parecido em minha família... muito verdadeiro... retrato do mundo atual...
    Bjs e boa sorte pra vc, querida amiga.
    Quando o tel tocar lembrarei do seu conto...

    ResponderExcluir
  19. Chica
    Che bello ! le vacanze sono terminate , adesso abbiamo modo di farci visita a vicenta quando vogliamo ... Vedo che hai molti blog .. ma io ne forrei solo uno come punto di riferimenti . Mi dici quale devo sciere? Ti saluto con affetto Lina

    ResponderExcluir
  20. Chica
    Vovó Candinha é assim mesmo! A gente procura, procura e não acha. Mas quando a gente pede pra ela nos ajudar, e torna a procurar acha dali a pouco. Mas tem que procurar.
    E ela não importa de ajudar. Ainda bem.
    Nesta viagem perdemos o avião. E precisavamos de ir embora naquele dia, porque minha irmã e emu irmão trabalhavam.
    E depois de um monte de telefonema e eu pedindo baixinho pra vovó Candinha porque diziam que só tinha para o dia 25 . E precisavamos voltar dia 18. Pois fomos nesta mesma data.
    Na verdade a Elisa enganou, mas não diga nada porque senão...
    Nós teriamos que ir dia 17 e ela pensou que era 18. Resultado perdemos a passagem mas achamnos para o dia 18 depois de um tanto de negativas.
    Ficamos mais de duas horas no telefone, mas voltamos a tempo dela atender todos os clientes porque são dentistas.
    Com carinho e Graças a Deus temos nossa vovó Candinha que ajuda os desesperados e lerdos.

    ResponderExcluir
  21. Lindo teu texto Chica!

    Perdoar faz a alma serenar!

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Tocante a mensagem que nos passa, Chica. Saber perdoar é uma virtude, um bem que faz a alma mais leve e a vida bem melhor. beijão

    ResponderExcluir
  23. Amiga Chica!

    Sei que estas coisas acontecem mesmo..é a vida e ela nem sempre é como nos filmes onde tudo acaba bem!

    Há algo no teu conto, que se assemelha em tudo com uma história de vida que conheço muito bem.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Ontem, fez 4 anos da morte da minha mãe...

    Como gostaria de abraçá-la por mais uma vez ainda!...

    Beijos ternos

    Cid@

    ResponderExcluir
  25. Oi Chica
    O perdão é um gesto sublime e enobrece a alma .
    Bom conto onde o exemplo do perdão e do amor maternal foi prepoderante pra um final feliz, apesar de triste.
    deixo abraços

    ResponderExcluir
  26. Chica
    Minha doce amiga como fiquei emocionada com sua história e sei que tudo que vivemos sempre trazemos um pouquinho de nós.
    Como sempre suas participação é the best.
    Boa sorte!
    Vim aqui também para dizer que tem um selinho para você lá na Casa dos presentes pois seus blogs me fascinam.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. "sabia que tinha sido amada". Isso resume e resolve tudo. Beijos

    ResponderExcluir
  28. ola,

    "saber y ser capaz de perdonar es ser mas fuerte que el otro.

    desejo um feliz dia
    beijos

    ResponderExcluir
  29. Chica
    Acho que vou ter que pedir seu email senão os leitores vão ficar bravos comigo.
    Ontem fui na cidade só para fazer o album do passeio, porque sou maniada de fazerálbum.
    Quando cheguei lá cadê o pendrave? Sumiu!
    Corri na Igreja São Jose e pedi para celebrar missa pra vovò Candinha e pro papai.
    Voltei pra casa e procurei até. Sabe onde estava? Dentro da bolsa. A mamae teve que descosturar o forro.
    Agora amanha vou voltar para fazer as fotos!
    Com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  30. Lindo...e triste! Uma história muito bem escrita! beleza!
    beijos

    ResponderExcluir
  31. Lindooo!!! Adorei!!!
    Como aproveitamos pouco para pedir perdão e perdoar as pessoas q realmente amamos!!!
    Bela história!!!
    bjusss

    ResponderExcluir
  32. Como é bom quando se tem o aconhego do perdão e da afetividade. A morte sem elas é muito dolorida.
    Lindo e belo texto amiga. Vou preparar o meu. Pois ando tão ocupada, que mal venho.
    É tudo um pouquinho.
    Bjão,
    Sandra

    ResponderExcluir
  33. Chica
    Amiga obrigado por me avisar do pódio e fico feliz que estamos juntas nele.

    Recebi um comentário do Gilmar do Caminhar & Ruminar que acha que devo dar continuação a esse conto do Internato. Queria a sua opinião.

    Beijos e bom domingo

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿