Vejam no Chica brinca de poesia!!!

Vejam no Chica brinca de poesia!!!
Basta clicar!

Lá no chica escreve tem...

Lá no chica escreve tem...
Cliquem pra ver!

* Folia de Carnaval...


Tudo acertado...

Jonas estava em viagem de trabalho e Larissa ,com tudo arquitetado na sua cabeça...


Esse Carnaval seria diferente, ah!isso seria meeeeeeeeeeeeeeesmo!! Estava cansada das mesmices...Queria algo diferente!


Um saiote cheio de flores, um bustiê , colares e sem nada gastar, estava com uma fantasia pronta!Uma pinturinha daqui, outro retoque,mais uma olhadela ao espelho...


Hmmmmmmmmmmmmm... estava se sentindo linda,de arrasar!!! É hoooooooooje!!!


Ela era meia passadinha e das músicas, ainda do tempo da jardineira e olhe lá! Só isso é que lhe atrapalhava,mas tinha bom ouvido e logo aprenderia, rodando pelo salão do clube da capital.


Nessas rodadas, foi passando e um lindo ( ela imaginava, pois estava mascarado) folião dela se aproximava. Cantarolada daqui e dali, a coisa foi se chegando...


Veio o velho golpe:


-Faz muito calor aqui! Vamos dar uma saidinha?


- Sim, também não estou aguentando, responde ela.


De repente, um detalhe lhe faz gelar!


Reconheceu a pinta no ombro, em forma de um dado...Aquilo lhe era bem familiar...E como era!


Enfim, ele retira a máscara e a surpresa...


Seu antigo noivo,Luis,com o qual rompera para se casar com Jonas...


Ele começou a se declarar apaixonado ainda, ela se empolgou e pronto...


Fizeram a maior das folias de Carnaval dos últimos 17 anos de sua vida!


Arrependimento? Nenhum...


Foi feliz e pronto! Ainda mais que sabia que o trabalho do marido nessa época era apenas papo furado.


Assim, passado o Carnaval , retirou todas as máscaras de sua vida e partiu pra alegria,livre...


Nem Luis, nem Jonas, livre...e assim seguiu!
chica

26 comentários:

  1. Mas bah, guria.
    Ótimo conto de carnaval. É uma boa lição, melhor viver honestamente só e livre, do que uma situação onde já não se sabe quem engana quem.
    Parabéns Chica, seu texto é leve mais vai fundo.

    ResponderExcluir
  2. Hah, como assim?!

    Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de no senser.

    Mas com certeza a ossa felicidade não deve ser atrelada a "existência de outrem"mas sem excui que ela pode ser umentando por esta existência.

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que bom ue ela se libertou das amarras da hipocrisia e saiu bailando pela vida.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Que bello post.. querida amiga..


    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos de siempre..

    Que tengas una semana maravillosa..

    ResponderExcluir
  5. Belo conto de Carnaval!
    Nada como se libertar de antigas amarras!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Oi Chica
    Descobriu a tempo que estar só nem sempre é sinal de falta de amor.Eles vem e vão.Como as cantigas de carnaval e tudo se acaba numa quarta feira, nao é?
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Em algum momento eis que a vida se desmascara pra gente.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  8. Chica, Obrigada por visitar meu blog e se tornar minha seguidora...
    Que poesia linda! Tavez muito tarde, la na frente, ela sabera quem era o Grande amor...E se perguntara; sera que ele vai voltar?...
    Receba meu beijo de Fé e Esperança,
    Deus abençoe voce,
    Cléo Borges

    ResponderExcluir
  9. Que sorte do Luis,rsrsr, o que o carnaval não faz.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Retirar todas as máscaras de todos os dias... ainda que seja apenas no Carnaval. :) Boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Chica,
    este é um conto simples, contudo não será difícil haver muitas histórias verdadeiras semelhantes. Há que ter coragem, tirar a máscara e libertar-se de todas as amarras que dificultem o bem estar.

    Gostei!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  12. Oi Chica! Pelo visto, o Jonas e a Larissa se mereciam.

    Esse é um tipo de acontecimento verídico do passado, de hoje e, com certeza do futuro.

    Belo conto, retrata uma realidade.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  13. Nada como estar livre e se libertar.

    Boa semana

    ResponderExcluir
  14. Enfim, retirar a mascara ou recolocá-la, tanto faz... a vida é um carnaval permanente!

    ResponderExcluir
  15. Liberdade sempre.

    Bom dia Chica!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  16. CadÊ a parte dos adolescentes e suas vergonhas?

    Hua, kk, ha, ha, é, vi o feed.

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Oi,linda
    Saudades de vc e de suas crônicas.Esta e ótima!

    Grande beijo

    ResponderExcluir
  18. Vem cá ô Chica...
    Tu não tá com remorso não hein?
    Bah! Me deu dó do Jonas Bixo!
    Ele nem desconfia?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  19. Não me leve a mal, hoje é carnaval...lembrei da musiquinha, rsss
    beijos, linda semana

    ResponderExcluir
  20. Que bom conseguiu tirar a mascara só assim se consegue a liberdade...
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi, Chica
    Gostei muito deste teu conto.
    Às vezes o carnaval também serve para tirar a máscara, em vez de a usar...
    E agora é tocar em frente!

    Beijinhos
    Mariazita

    PS - Ontem (?) conheci o "Sementinhas"; hoje foi "Coisinhas", e assim, à medida do possível, irei conhecendo todos teus blogs (que são muitos!!!).
    Fiz-me seguidora destes dois, depois será a vez dos outros.

    ResponderExcluir
  22. hahahahahha
    adoreiiiiiiiii
    eitha carnaval bom esse !!!
    que surpresa agradável

    ResponderExcluir
  23. Chica,eu naõ estou conseguindo atualizar as postagens desse seu blog,não sei o que fiz de errado.Não consegui ler aquele da adolescencia.Bjs,

    ResponderExcluir
  24. Olá, Chica!

    Gostei do conto. Assim como a Anne Lieri, também não consegui ler o da adolescencia.

    Bjs
    Adriana

    ResponderExcluir

✿ Coisa boa te ver aqui!beijos,chica ✿